R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

1 de Outubro de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias

Icone de Agenda do Dia Agenda do Dia

publicado em 15/10/2012 às 18h45: atualizado em: 15/10/2012 às 18h45

Bope deve ocupar o Jacarezinho nesta terça-feira

Segundo o secretário de Segurança Pública, a polícia Civil continua nas comunidades até a manhã de terça-feira

Do R7
  • Texto: 
  • Aumentar a fonte da matéria
  • Aumentar a fonte da matéria

Os policiais militares do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) vão ocupar as favela de Jacarezinho, na zona norte do Rio, a partir desta terça-feira (16). A informação é do Secretário Estadual de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, que visitou a comunidade o Complexo de Manguinhos nesta segunda-feira (15), um dia após a retomada da região pelas forças de segurança.

A Polícia Civil, que coordena a ocupação do Jacarezinho desde domingo (14), só deixará a favela por volta das 10h de terça-feira, quando os homens do Bope entrarão. Segundo Beltrame, os agentes da tropa de elite da Polícia Militar, que já estão Manguinhos, vão preparar a região para a chegada das UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora) em janeiro de 2013.

— Ontem [domingo] decidimos em uma reunião que a Polícia Civil sai nesta terça e o Bope ocupa definitivamente o Jacarezinho. No final de janeiro, vamos fazer um esforço porque a gente pretende inaugurar as duas UPPs [Manguinhos e Jacarezinho] simultaneamente. O que muda a partir de agora é que a população está livre para expressar o que ela quer. Antes as pessoas da comunidade estavam sob o julgo do fuzil, do poder paralelo.

O secretário voltou a dizer que as forças de segurança estudam a ocupação da favela do Rato Molhado, vizinha ao Jacarezinho e ao Complexo de Manguinhos. A comunidade, dominada pela mesma facção que controlava o tráfico na região, é um dos prováveis esconderijos dos criminosos que fugiram nos últimos dias por causa da ocupação policial.

— Essas comunidades [Rato Molhado e favelas próximas] estão também dentro do projeto, mas teremos que fazer isso lá num segundo momento.

Beltrame, no entanto, não confirmou que o Complexo da Maré, zona norte, será o próximo alvo da pacificação.

— Com as ações já desenvolvidas, fica muito fácil para as pessoas identificarem onde serão as próximas. Eu acho que, por eliminação, na medida que a gente vai ocupando, é fácil [sobre a Maré ser a próxima a receber uma UPP]. Eles não estão excluídos, mas a gente tem que trabalhar com responsabilidade.

Limpeza das comunidades

Um dia após as forças de segurança ocuparem o Complexo de Manguinhos e a favela do Jacarezinho, na zona norte do Rio de Janeiro, moradores da região já começam a sentir a diferença da ausência do poder paralelo. Serviços públicos, como limpeza e troca de pontos de luz, voltaram a fazer parte da rotina das favelas nesta segunda-feira (15).

Na favela de Manguinhos, vários garis e máquinas da Comlurb (Companhia de Limpeza Urbana) trabalhavam para retirar toneladas de lixo das ruas. Os agentes da prefeitura sabem que vão ter muito trabalho. A quantidade de lixo na comunidade é muito grande. Máquinas pequenas vão até pontos onde os caminhões não chegam para retirar os resíduos.

Durante a madrugada e a manhã desta segunda-feira o clima foi de tranquilidade nas comunidades ocupadas. Moradores saíram para o trabalho e lojas abriram normalmente, apesar do feriado pelo Dia do Comércio.

Veja outros fatos que acontecem nesta terça



 

 


Shopping