R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

30 de Agosto de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias

Icone de Agenda do Dia Agenda do Dia

publicado em 23/01/2013 às 07h23: atualizado em: 23/01/2013 às 07h23

Secretaria de Saúde promove ações de prevenção à hanseníase em BH

Dia mundial de combate à doença é comemorado em 27 de janeiro

Do R7 MG
  • Texto: 
  • Aumentar a fonte da matéria
  • Aumentar a fonte da matéria

Para alertar a população sobre a importância do diagnóstico precoce da hanseníase e o combate ao preconceito, a Secretaria Municipal de Saúde (SMSA) decidiu ampliar a comemoração do Dia Mundial de Combate à Hanseníase, que será celebrado domingo (27), para toda a semana. Durante este período, as Equipes de Saúde da Família (ESF) irão entregar informativos para os usuários dos centros de saúde. A SMSA ainda colocou faixas em pontos estratégicos da cidade, a fim de chamar atenção dos moradores da capital. Existem hoje 193 pacientes em tratamento de hanseníase em Belo Horizonte, sendo que 93 são residentes da capital.

A hanseníase é uma doença infectocontagiosa causada por uma bactéria que afeta a pele e os nervos periféricos. A doença é caracterizada por mancha na pele com perda de sensibilidade. Todas as pessoas de convívio prolongado com o paciente diagnosticado devem procurar o serviço de saúde para serem investigadas.

Números em BH

No início de março de 2012, o Ministério da Saúde (MS) divulgou o Índice de Desenvolvimento do SUS (IDSUS), que faz uma aferição contextualizada do desempenho do Sistema Único de Saúde (SUS) de todos os municípios. A capital mineira apresentou o melhor desempenho entre as cidades com população superior a 2 milhões de habitantes. Um dos fatores responsáveis pela boa classificação foi o indicador de proporção de cura de novos casos de hanseníase, com a pontuação de 8,85.

Com o percentual de 78,9% de cura contra 75,3% do ano anterior, o programa de controle da hanseníase aposta no diagnóstico precoce e na investigação de contatos para atingir um tratamento eficaz dos pacientes. A curto prazo a meta é atingir no mínimo 90% de cura. Atualmente, o percentual de cura da capital está em 86,21%.



 

 


Shopping