Manicure é esfaqueada pelo primo durante briga generalizada em festa de família

Facada perfurou o pulmão da jovem, que ficou cinco dias no Hospital Geral do Estado 

Clécia da Silva Carneiro foi esfaqueada no ombro durante uma briga generalizada
Clécia da Silva Carneiro foi esfaqueada no ombro durante uma briga generalizada Reprodução/ Record TV Itapoan

Uma jovem de 23 anos foi esfaqueada pelo primo durante uma festa de família, no bairro de São Marcos, em Salvador.

A manicure Clecia da Silva Carneiro foi esfaqueada no ombro durante uma briga generalizada em um aniversário, na Vila Nova Pituaçu. De acordo com a vítima, o suspeito estava embriagado.

Leia mais notícias no R7 BA

Experimente grátis toda a programação da Record no R7 Play

A facada perfurou o pulmão da jovem, que ficou cinco dias no Hospital Geral do Estado e precisou fazer uma cirurgia. 

Mesmo tomando remédios fortes, a manicure contou que ainda sente muitas dores e não consegue dormir.

— Tô até sem conseguir respirar direto. Pra dormir tem que ser sentada, porque quando deita sente falta de ar.

Clécia e a irmã, Carla Carneiro, estavam bebendo, quando houve uma discussão por causa de lacres de latas de cerveja. Carla contou que o homem estava juntado os lacres e se descontrolou depois que os objetos desapareceram. O rapaz afirmou que ela teria roubado e tentou agredi-la com uma faca, de acordo com a vítima. Mas, ela se afastou e seu irmão segurou o homem, dando início a uma confusão generalizada. 

Carla desferiu um soco contra o agressor, que caiu no chão. A mulher do suspeito também participou da confusão e disse que foi agredida por familiares.  

Após a briga, o suspeito foi para casa, mas voltou para o local da festa e tentou agredir o pai da vítima, a própria mãe e outras pessoas que estavam no local.

Clécia a irmã registraram o caso na delegacia e uma audiência foi marcada para 12 de maio deste ano.

A mulher do acusado de agredir Clécia afirmou que o marido agiu em legítima defesa, pois ela foi agredida por parentes do marido. Ela contou que esteve na delegacia, contou sua versão e também prestou queixa contra os irmãos da vítima.