Depois de alguma demora: o primeiro post do ano. Passei a virada do ano no Guarujá com amigos e lá fiquei até o dia 5. Agora, de volta a São Paulo, quase não paro. Tenho muitas coisas para resolver antes de viajar.

Ontem tranquei a faculdade, tomei vacina para febre amarela (tenho planos de fazer mochilão para a Tailândia depois de passar o ano em Israel)... E ainda tenho muito mais coisas a fazer, como por exemplo, começar a planejar mala, fazer procuração.

Às vezes um ano não parece tanta coisa assim, mas, em outros momentos, parece muito. É tempo demais para fazer uma mala pra ir, para deixar tudo aqui, indo, sem poder acompanhar o ritmo. A ideia de ir assusta, não posso negar. A cada dia que passa fica mais real. Em 2012 ainda era distante, o evento importante era a virada do ano. E agora? Agora não, agora só me resta a ideia de partir em 45 dias. O próximo momento é o embarque, é a saída do Brasil para só voltar em 2014.

Meu momento é de tranquilidade, mas têm horas que bate a ansiedade, o desespero de ter muito a fazer. Mas eles passam rápido, afinal, obviamente vou resolver tudo antes de ir.

Hoje começo minhas aulas da auto escola, as práticas, no caso. Estou um pouco nervosa, tanto por não saber nada sobre direção, quanto por não ter certeza se dará tempo de tirar minha carta. A partir do dia em que você se cadastra no DETRAN, você tem um ano para tirar a carte, caso contrário, você deverá refazer todo o processo. E a preguiça onde fica? Pois é, TEM que dar tempo, se não acho que não tiro carta tão cedo.

Enfim, demorei, mas voltei para ficar muito, afinal, serão longas férias até o dia do embarque. Quero aproveitar esse tempo para escrever muito, afinal, esse ano o aprendizado sobre jornalismo fica por minha conta, e parar de aprender eu não quero de modo algum.

Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com