Publicado em 25/01/2010 às 08:19

As enchentes têm culpados – e não é a natureza

enchente blog As enchentes têm culpados   e não é a natureza

Em 2006, o então governador Geraldo Alckmin anunciou o final das enchentes no Rio Tietê. Semana passada, o Tietê - e o Pinheiros, Aricanduva, Tamanduateí e Pirajussara - transbordaram.

Sim, nunca houve janeiro tão chuvoso. Mas não, Ana Lídia e Ana Maria, 8 e 14 anos, não precisavam ter morrido soterradas no barro na quinta-feira passada. Nem a mãe delas, Analice, 36 anos.

Nem elas, nem ninguém. São quantos mortos até agora? 50, só em São Paulo? A cada dia morrem mais alguns. A culpa é da natureza?

Não, a responsabilidade é dos nossos governantes. O que acontece é que a prefeitura e o estado de São Paulo não cumpriram o plano antienchentes da bacia do Tamanduateí, feito em 1998.

Ele previa a construção de 37 piscinões. Só 41% destes estão funcionando, segundo o próprio Daee (Departamento de Águas e Energia Elétrica).

Um dos autores deste plano, o engenheiro Aluísio Canholi, disse à Folha que “os pontos de alagamento principais da marginal Tietê têm diques de proteção, tanques e bombas. Provavelmente estes sistemas não estão funcionando a contento.”

Muitas outras medidas podem ser tomadas para melhorar essa situação. Muita coisa pode se criar. Mas a gente podia começar pelo menos fazendo o que já foi proposto em 1998. Foi falta de dinheiro?

Não. Prefeitura e Estado gastaram bastante dinheiro em outras coisas, nestes doze anos. Na minha opinião, menos importantes.

Como a ponte estaiada sobre o Pinheiros, por exemplo.

Ou zilhões em publicidade, cantando as muitas virtudes dos nossos governantes. Quem governou São Paulo neste período? O estado, sempre o PSDB: Mário Covas, Geraldo Alckmin, José Serra.

A cidade: Celso Pitta, Marta Suplicy, Serra e Gilberto Kassab.

kassab jardimromano As enchentes têm culpados   e não é a natureza

Kassab ouve reclamação dos moradores - Foto por Fernando Pereira/Secom

Em 2009, o programa de infraestrutura hídrica e combate a enchentes do Estado teve orçamento de R$ 252 milhões. Pela proposta protocolada pelo governo de José Serra na Assembleia Legislativa no dia 30 de setembro, o investimento nesse setor deve ficar em R$ 200 milhões em 2010.

São R$ 52 milhões a menos. Você acha que precisamos diminuir ou aumentar a verba para enfrentar as enchentes?

Só lembrando: este ano tem eleição.

Veja mais fotos dos estragos em São Paulo

Veja mais:

+ SP cria auxílio-moradia para afetados pelas chuvas

+ A incompetência criminal de Kassab e a sua

+ Todos os blogueiros do R7

Ir para o Topo