R7.com

E-mail @R7
R7 E-mail
Usuário @R7.com
Senha
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Pinterest
  • Instagram
  • You Tube
  • RSS
  • Youops
Publicado em 18/01/2013 às 11:41

Malária: melhor que Django Livre, dirigido por um brasileiro, e você pode assistir já

Django Livre desce como uísque em saloon: queimando. Seu pior defeito é a duração. Prova de Morte deveria ser um curta. Kill Bill um filme e não dois. Django ganharia muito com cortes impiedosos. Quentin Tarantino seria um grande diretor de curtas. Exaltado por todos os lados, ninguém lhe diz não.

Edson Oda pensou originalmente no filme Malária em junho de 2012. Queria participar de um projeto ligado ao filme de Tarantino. Era um concurso para criar um curta, ilustração ou animação inspirado pelas primeiras imagens divulgadas do filme, o Django Unchained Emerging Artist Contest. O vencedor seria escolhido por Tarantino. O prêmio: conhecer o diretor pessoalmente, na San Diego Comic Con.

Faltou tempo e braço pra cumprir o prazo. Seis meses depois, Malária está pronto. Combina várias técnicas para contar o encontro entre um pistoleiro e a Morte. É gibi? Desenho? Filme? Origami? É faroeste. Em criatividade - que no final é o que importa, ou deveria ser - bate Django fácil.

Se você duvida, assista agora.

Malaria from Edson Oda on Vimeo.

Ah: Edson venceu a competição, com outro trabalho: The Writer. E conheceu Tarantino. Veja o curta, e o encontro entre os dois, aqui.

Ir para o Topo