Publicado em 12/12/2016 às 18:44

João Gordo: uma vida tosca, uma história de amor

livro joao gordo viva la vida tosca darkside books post João Gordo: uma vida tosca, uma história de amor

André Barcinski é um grande contador de causos, e João Gordo tem muito causo bom pra contar. Mas Viva La Vida Tosca é a história de João, contada de uma maneira que João Gordo jamais seria capaz de contar. O livro é todo em primeira pessoa, e Barcinski captura a voz de João. Estão lá a língua ferina, o olho clínico, a explosão iminente. Mas vai além.

É de cair o queixo a trajetória de João, das quebradas da Zona Norte paulistana aos palcos do mundo afora, da celebridade na TV à reinvenção como pai de família vegano e responsável. Tudo isso sem nunca abandonar o espírito de enfrentamento, que está lá, página após página. João Gordo não amansou. Só controlou a tendência à autosabotagem. É um punk véio, mas segue punk.

E punk é o livro, agressivo, desrespeitoso. Inclusive como objeto. Como de costume nas edições da Darkside, o acabamento e o projeto gráfico são primorosos. Viva La Vida Tosca é editado como um fanzine, com zilhões de fotos. A capa é sensacional, foto de Rui Mendes, outra lenda do rock paulistano.

Com toda a bagaceira das 318 páginas, Viva La Vida Tosca é uma história de... amor. Do amor que o pai de João não consegue expressar. Da paixão do gordinho adolescente pelo rock, seu passaporte para outro mundo. Do flerte perigoso com a autodestruição, que só supera graças ao amor exigente da fã que virou sua mulher, e finalmente sobre o amor incondicional que João finalmente encontra, em seus filhos. Para rir, para chorar, para cair o queixo: Viva La Vida Tosca toca o terror - e nos toca o coração.

Recomendo muito - compre o seu já!

http://r7.com/Ua4R

Ir para o Topo