- André Forastieri - http://noticias.r7.com/blogs/andre-forastieri -

Dória instaura a censura prévia, Freixo enfrenta o tribunal do Facebook

Postado por aforastieri em 4 de maio de 2017 às 16:41 em Sem categoria | Nenhum comentário

91495216 fotorcreated Dória instaura a censura prévia, Freixo enfrenta o tribunal do Facebook [1]
Notícia de hoje de manhã no Facebook: ex-mulher acusa Marcelo Freixo de machismo. Comentários mil fazendo a caveira do político carioca. "Notícia" ou fake news, intriga da oposição? Dois cliques me levaram ao post de Priscilla Soares, publicado e depois apagado.
Uma busca com as palavras "Freixo" e "Machismo" levaram a resultados espantosos. Os sites jornalísticos simplesmente relataram o acontecido, inclusive os que se opõem politicamente a Freixo, como Veja. Mas são, somos, minoria.
A massa dos artigos que encontrei na busca eram de blogs e sites obscuros e comparavam Freixo a seu opositor na eleição para prefeito do Rio em 2016, Pedro Paulo Carvalho. O candidato do PMDB admitiu ter espancado a ex-mulher duas vezes. A primeira em 2008, quando deu dois socos no rosto da ex-mulher, na frente da filha de dois anos. A segunda em 2010, quando ela pediu a separação, após descobrir sinais de que ele a tinha traído.
O tom geral dos posts em blogs era "está vendo, o Freixo foi desmascarado, o esquerdista é hipócrita, falava do Pedro Paulo mas é machista".
Muitos posts desses geraram compartilhamentos no Facebook. Igualmente frequentes na rede social eram comentários de simpatizantes da "esquerda", de Freixo, feministas etc. lamentando o machismo de Freixo.
O que não vi em nenhum lugar: alguém questionando o depoimento de Priscilla Soares. O que ela disse pode ser verdade. Pode não ser. Como tudo na vida, e na internet, é diz que diz até que se apresentem provas. E é evidente que mesmo que se comprovem atitudes machistas de Freixo com a ex-mulher, comparar isso com um cara que espancou a esposa duas vezes é uma falsa equivalência e uma excrecência. Mas quem se importa com fatos? Queimemos a vítima do dia no tribunal do Facebook.
Enquanto isso, em São Paulo, o prefeito João Dória contratou um escritório de advocacia para mandar intimações extrajudiciais a usuários de redes sociais que publiquem críticas, postagens consideradas "ofensivas": injúria, difamação e incitação à violência. Notificações que podem ser usadas depois para embasarem processos contra os internautas.
A repórter do Buzzfeed, Tatiana Farah, relata que os honorários são pagos por Doria, não pela prefeitura. Segundo um dos advogados responsáveis, Guilherme Ruiz, o escritório não faz monitoramento das redes sociais, apenas recebe as informações que são repassadas por "simpatizantes do Doria".
Pode ser. Mas Dória tem uma equipe talentosa responsável pelo seu marketing digital, tanto pela monitoração das redes, como pela produção e disseminação de conteúdo, engajamento dos usuários, business intelligence e tudo mais. São jovens extremamente preparados, espalhados pelas diversas secretarias e trabalhando em conjunto. Pra quê? Para fazer propaganda pró-Dória. Imagino que também gastem algum tempo identificando citações negativas ao trabalho de Dória e das secretarias, até para contra-atacar.
É o que toda empresa faz para impactar a opinião pública, nos dias de hoje. Dória sabe que as pessoas se informam pelo diz-que-diz das redes sociais frequentemente compram gato por lebre. Está aí o sucesso de Donald Trump para comprovar que as fake news funcionam. O problema é quando o prefeito da maior cidade do Brasil, e candidato a presidente da república, passa a usar seus recursos, e quem sabe recursos públicos, para perseguir judicialmente seus críticos.
O perigo é enorme. Porque a lei brasileira, quando se trata de liberdade de expressão, é ambígua, pra dizer o mínimo. O que é injúria, difamação, atentado à honra etc. depende da cabeça de cada juiz. Recentemente fui condenado numa ação do gênero, e o texto do juiz afirmava que causei prejuízo não pelo que escrevi, mas pelo que o réu, eu, "deu a entender". O processo está em recurso.
E há o perigo de simplesmente se instalar uma censura prévia. Que, na prática, é o que está acontecendo.
Segundo o próprio Ruiz, o primeiro passo do escritório é notificar o dono do perfil na rede social e pedir a retirada do post. "A maioria retira o post com a mensagem ofensiva", disse Ruiz à Tatiana, para quem contou que já obteve na Justiça a quebra de sigilo de autores de uma postagem. Ora, quem quer ser processado por Dória, milionário e prefeito de São Paulo? Qualquer pessoa racional vai preferir deletar o post do que correr o risco.
Como tenho meus momentos de irracionalidade, ao ler a matéria no Buzzfeed, imediatamente postei a seguinte frase no Twitter e Facebook: "Se você acha Dória é um cretino autoritário, compartihe essa mensagem, por favor. Aviso que serás notificado!". Junto ia o link da matéria de Tatiana. [2]
Dória na verdade não tem nada de cretino, é bem esperto. Mas sua atitude nesse caso é não só de um cretino, mas de cretino autoritário que coloca seu marketing pessoal acima da liberdade dos cidadãos. Critique o que quiser Lula, Dilma Temer etc., nenhum deles teve uma atitude parecida com a de Dória.
Freixo deve ter ouvido muitas vezes "vai pra Cuba". Mas nesse caso do post da ex-mulher não notificou ninguém, não botou advogado atrás de quem o comparou com Pedro Paulo. Simplesmente postou um vídeo no próprio Facebook, entre o civilizado e o clichê explícito. Muito ao gosto do seu eleitor, dizendo que na sociedade patriarcal todo homem é machista etc. O caso serve de alerta para quem está todo santo dia nas redes sociais comentando o escândalo do dia: Facebook tem muitas utilidades, e uma delas não é acessar informação confiável.
Quem se porta como um Castro ou um Maduro é João Dória, que posa de sorridente liberal mão-na-massa, mas vem explicitando sua vocação truculenta. Talvez de olho em 2018, para conquistar o eleitor de Jair Bolsonaro?
Até o momento meu post provocando Dória tem 1100 Retweets e 934 Likes. Que alegria a companhia de tantos outros animais tão irracionais quanto eu. Como Dória está pagando do seu bolso o escritório de advocacia, espero dar um belo prejuízo para ele. Bater tem que ser sempre onde mais dói, no caso no ego e no bolso. Aguardamos todos as notificações e aviso que não retiro, nem modifico...

http://r7.com/qT75

  [3]
  [4]


Artigo impresso de André Forastieri: http://noticias.r7.com/blogs/andre-forastieri

Endereço do artigo: http://noticias.r7.com/blogs/andre-forastieri/2017/05/04/doria-instaura-a-censura-previa-freixo-enfrenta-o-tribunal-do-facebook/

Endereços neste artigo:

[1] Imagem: http://noticias.r7.com/blogs/andre-forastieri/files/2017/05/91495216_fotorcreated.jpg

[2] matéria de Tatiana. : https://www.buzzfeed.com/tatianafarah/advogados-de-doria-estao-notificando-criticos-do-prefeito?utm_term=.axjYww2Gb#.knQ3zzV7g

[3]  : http://noticias.r7.com/blogs/andre-forastieri http://noticias.r7.com/blogs/andre-forastieri/2017/05/04/doria-instaura-a-censura-previa-freixo-enfrenta-o-tribunal-do-facebook//emailpopup

[4]  : http://noticias.r7.com/blogs/andre-forastieri http://noticias.r7.com/blogs/andre-forastieri/2017/05/04/doria-instaura-a-censura-previa-freixo-enfrenta-o-tribunal-do-facebook//print