- André Forastieri - http://noticias.r7.com/blogs/andre-forastieri -

O Brasil mata seus filhos

Postado por aforastieri em 26 de julho de 2017 às 19:20 em Sem categoria | Nenhum comentário

criancas lendo no lixo 750x410 O Brasil mata seus filhos [1]

Crianças lendo em um lixão em Olinda

Notícia: 40% dos brasileiros até 14 anos vivem em situação de pobreza. São 17 milhões de crianças e adolescentes. E 13,5% vivem em situação de pobreza extrema. São famílias que têm até um quarto do salário mínimo como renda per capita. O estudo da Fundação Abrinq analisa dados de 2015. Em 2017, pode apostar que o Brasil está mais pobre, mais injusto, mais cruel com esse milhões de brasileirinhos.
Não é de hoje que o Brasil trata com crueldade seus filhos. Todo ano é isso, todo ano será assim, um pouco mais, um pouco menos. Alimentar e educar nossos filhos deveria ser a prioridade zero do país, como é a dos pais. Acima de todas. Mas nunca foi, não é e não será tão cedo.
Temos um instrumento para isso, eficiente e elogiado internacionalmente, que é o Bolsa-Família. Que é muito pequeno. Precisava chegar a muito mais gente, ter um valor muito maior, e ser reajustado acima da inflação todo ano. E que não é obra de Lula, não só; sua origem está em programas lançados no governo Fernando Henrique. Então não vamos fazer disso mais uma partida no eterno e estéril Fla-Flu eleitoral.
Notícia no Valor Econômico: o ministro do planejamento, Dyogo Oliveira, informa que não haverá reajuste do Bolsa-Família no ano que vem, porque "não há espaço" no orçamento. A reportagem [2] informa isso lá no fim, depois de citar uma série de coisas para as quais há espaço no orçamento.

Não vamos botar isso na conta de Dyogo. Ele é uma peça da engrenagem, você é outra, eu também. Estamos apáticos, anestesiados. Distraídos com a fofoca, a engenhoca, o cotidiano. Encapsulados por uma bolha de consenso criminoso. Nossa elite escravocrata convenceu nossa classe média apavorada que o problema são os pobres. Essa gente escura, supérflua, cheia de filhos.

Vamos então lembrar que o Bolsa-Família é o que o Brasil tem de mais moderno. Um começo de Renda Básica Universal, a melhor maneira de enfrentar o fim do emprego que nos impõe o avanço da tecnologia. De quebra, tem impacto direto na educação, na saúde, na violência. Negros, mulheres, idosos, deficientes e, claro, jovens.

Não reajustar o Bolsa-Família, neste ambiente de recessão sem fim, é condenar esses milhões de jovens miseráveis a uma vida ainda mais injusta, mais dolorida, mais frágil. Em muitos casos, à morte, por desnutrição, doença, falta de abrigo, remédio, esgoto, esperança.
O Brasil mata seus filhos. Que dramático, que patético.  Aceitamos calados, carneiros. Não adianta a gente botar a culpa no político do momento, na mídia, na corrupção, na nossa História. O sangue desses inocentes está nas minhas, nas suas mãos. E não sai. Não sai.

http://r7.com/dvTE

  [3]
  [4]


Artigo impresso de André Forastieri: http://noticias.r7.com/blogs/andre-forastieri

Endereço do artigo: http://noticias.r7.com/blogs/andre-forastieri/2017/07/26/o-massacre-dos-inocentes/

Endereços neste artigo:

[1] Imagem: http://noticias.r7.com/blogs/andre-forastieri/files/2017/07/criancas-lendo-no-lixo-750x410.jpg

[2] reportagem: http://www.valor.com.br/brasil/5052054/governo-prepara-plano-de-demissao-voluntaria-para-servidor-federal?origem=G1&utm_source=g1.globo.com&utm_medium=referral&utm_campaign=materia

[3]  : http://noticias.r7.com/blogs/andre-forastieri http://noticias.r7.com/blogs/andre-forastieri/2017/07/26/o-massacre-dos-inocentes//emailpopup

[4]  : http://noticias.r7.com/blogs/andre-forastieri http://noticias.r7.com/blogs/andre-forastieri/2017/07/26/o-massacre-dos-inocentes//print