Publicado em 16/11/2017 às 12h00

O que Suzane Richthofen, casal Nardoni e Elize Matsunaga fazem no presídio de Tremembé?

Por Renato Lombardi As penitenciárias de Tremembé — masculina e feminina — são diferenciadas. Não têm fugas. Os presos (a) não brigam. Não criam confusão. Todos obedecem rigorosamente as ordens de segurança e disciplina. Ali os detentos... Continue lendo

Publicado em 10/11/2017 às 10h10

Em 1990, a PM matou a inocente Adriana Caringi com um tiro na cabeça

Por Percival de Souza Um tiro só, longa distância. Certeiro, fatal. É o que se exige da performance profissional do sniper, o atirador de elite. O objetivo único é salvar a vida de alguém que esteja em perigosa situação de risco. Atingir o alvo... Continue lendo

Publicado em 07/11/2017 às 07h10

O delegado corintiano que complicava a vida de são-paulinos e palmeirenses

Por Renato Lombardi No começo da minha carreira de repórter policial eu ouvira falar da paixão de um delegado de polícia pelo Corinthians. Não fiquei muito surpreso porque qualquer corintiano é apaixonado ou fanático pelo Timão. Mas queria... Continue lendo

Publicado em 31/10/2017 às 07h15

O dia em que jantei com o pai de Maitê Proença, que matou a própria mulher com onze facadas

Por Percival de Souza Jantei com o assassino da mãe da atriz Maitê Proença. Calma, não se assuste. Eu não sabia, mas quando cheguei ao clube de Campinas onde estavam reunidas as principais autoridades da região, o lugar que me estava reservado... Continue lendo

Publicado em 26/10/2017 às 07h10

Sequestro de Patrícia Abravanel e revólver na cabeça de Silvio Santos causou comoção em 2001

Por Renato Lombardi Fernando Dutra Pinto tinha 22 anos quando sequestrou Patrícia Abravanel, de 24 anos, matou na sequência dois investigadores da Polícia Civil, feriu um outro policial e manteve o pai de Patrícia, o apresentador Silvio Santos, na... Continue lendo

Publicado em 24/10/2017 às 06h58

Os bastidores brutais dos assassinatos das pequenas Bia e Mel

Por Percival Souza Criança é uma página em branco a ser escrita. Com pureza e sem maldade, ela ainda não sabe que a inteligência humana tem limites. A estupidez, não. Bia e Mel eram duas dessas crianças. Meninas de três aninhos. Anjinhos.... Continue lendo

Publicado em 19/10/2017 às 06h58

Euclides da Cunha e os crimes impunes de Canudos

Por Percival de Souza Cento e vinte anos se passaram da destruição, pelo Exército, do arraial da Canudos (outubro de 1897), miserável aglomerado na caatinga da Bahia, no final do século 17, quando se considerou que a República recém-proclamada... Continue lendo

Publicado em 17/10/2017 às 06h55

Acontecia de tudo nos famosos plantões policiais do Doutor Gravatinha

Por Renato Lombardi A Praça da Sé, nos anos 60, era ponto de encontro de namorados, políticos, comerciantes, jogadores de futebol, garçons e até dos românticos batedores de carteiras, verdadeiros artistas. O que acontecia na praça era registrado... Continue lendo

Publicado em 11/10/2017 às 12h48

Português é demitido, mata o patrão, a esposa e ganha apelido curioso da polícia

Por Percival de Souza Cheguei pela manhã ao pequeno prédio no bairro dos Campos Elíseos, sede de uma famosa fábrica de tecidos, a Mitidieri. Numa das salas, dois homens mortos. Tiros. Lá dentro, ainda, o assassino — um senhor de idade,... Continue lendo

Publicado em 05/10/2017 às 06h59

Marcelinho, de 13 anos, assassinou seus pais policiais e se matou. Por quê?

Por Renato Lombardi A dúvida ainda persiste na cabeça dos familiares. Passados quatro anos e um mês, tios e primos não acreditam que um menino de 13 anos pôde matar os pais, que eram policiais militares — ele da Rota —, a avó materna que ele... Continue lendo

Percival de Souza

É um dos mais reconhecidos jornalistas investigativos da imprensa brasileira. Com mais de 50 anos de carreira, Percival ganhou quatro prêmios Esso de jornalismo, o principal do País, e um Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos. Estreou na profissão na Folha de S. Paulo, passou por Quatro Rodas, foi um dos fundadores do Jornal da Tarde e também teve passagem pelo Notícias Populares. É autor de 18 livros, entre eles “Autópsia do Medo”, “Narcoditadura”, “Eu, Cabo Anselmo”. Desde 2003, atua como comentarista de segurança da Record TV.

Renato Lombardi

Italiano radicado no Brasil desde os 7 anos de idade, Lombardi é um dos grandes repórteres policiais das últimas décadas. Foi ganhador dos prêmios Esso de reportagem, Prêmio Jornal O Estado de S. Paulo de jornalismo e Príncipe das Astúrias (Espanha). Formado em jornalismo pela USP, começou como repórter do Notícias Populares, foi repórter especial de O Globo e trabalhou por 27 anos em O Estado de S. Paulo, sempre cobrindo as áreas de Segurança e Justiça. Teve passagem pela TV Bandeirantes e pela TV Cultura. Desde 2009, atua como comentarista de segurança da Record TV.

Publicidade

Home de Blogs +