Lula e Ahmadinejad Stuckert PR Lula sai ileso (ou quase) da visita de Ahmadinejad

Lula e Mahmoud Ahmadinejad

No malabarismo diplomático desta segunda feira infernal em Brasília, o presidente Lula saiu-se bem, salvo melhor juízo.

A temida manifestação pública de Lula durante a visita do presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, diante da delicadeza da situação, saiu bem melhor que o esperado. Afinal, o presidente leu um discurso sem meias palavras na defesa da liberdade de escolha – diante de um regime que persegue os homossexuais; repudiou a intolerância – perante um presidente que prega contra Israel e os judeus; condenou o terrorismo – ante uma nação acusada de legitimá-lo. Falou o que não só o Brasil, mas o mundo esperava ouvir.  Só uma ala da imprensa, notadamente a americana, não gostou.

Não foi pouco. Deixou claro em que medida apóia um programa nuclear iraniano: desde que respeite acordos internacionais. “Não-proliferação e desarmamento nuclear devem andar juntos. O Brasil sonha com um Oriente Médio livre de armas nucleares como ocorre em nossa querida América Latina”, afirmou Lula.

Respondendo a pergunta de um jornalista, saiu-se no limite da justiça: “o que nós temos defendido é que o Irã tenha o direito de desenvolver o enriquecimento de urânio, tanto quanto o Brasil está desenvolvendo. É simples”, concluiu com simplicidade.

Ao lembrar que recebeu há poucos dias tanto Shimon Peres, de Israel, quanto Mahmoud Abbas, da autoridade Palestina, o presidente Lula posou de mediador: “a busca de um entendimento, nesse e em outros temas regionais, exige a incorporação de novos interlocutores genuinamente interessados na paz”, declarou. E que novo interlocutor é esse? Nem precisa dizer.

Para quem considerou inexplicável a recepção a Ahmadinejad, Lula lembrou: “para dialogar, é necessário construir canais de confiança, com desprendimento e coragem”.

Lula arrematou anunciando para março de 2010 uma visita ao Irã. Isto é, esta história está apenas começando. Aí o incômodo americano vai aumentar.

*Clique sobre a foto de Christina Lemos para ler outros textos deste blog.

Leia mais:

+ Lula defende direito do Irã a programa nuclear+ Protesto contra visita de Ahmadinejad reúne 800 no Rio
+ Visita rende críticas a Lula, mas agrada os EUA
+ Diplomata diz que Brasil perde mais do que ganha com visita do presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad
+ Todos os blogueiros do R7