O candidato tucano, José Serra, conhecido notívago, desta vez teve uma razão política para passar a noite em claro. O ex-governador esteve reunido com a cúpula do DEM durante boa parte da madrugada para tentar resolver a crise em torno da escolha do vice para sua chapa. O presidente dos democratas, deputado Rodrigo Maia (RJ) e o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, deixaram a residência de Serra, em São Paulo, por volta das seis horas da manhã. “Segundo o ajudante de ordens do ex-governador, eles estavam com a cara boa...”, diz um dos integrantes do DEM.

Os Democratas abriram há pouco a covenção nacional, com mais de uma hora e meia de atraso, e devem suspendê-la dentro de instantes, com a proposta de reabri-la à uma e meia da tarde. “Haverá nova rodada de negociações agora, lá em São Paulo”, declara outro democrata, “deve ser para a escolha do nome”, completa, revelando a expectativa do partido, diante da perspectiva de emplacar um representante para a vaga.

Veja mais:

+ Veja as princiapis notícias do dia
+ Todos os blogs do R7