O candidato José Serra, em entrevista à tv na noite desta quarta, anunciou que já designou a principal tarefa de seu vice: “ele vai ficar viajando pelo Brasil inteiro, vendo como é que funcionam os serviços governamentais”, informou o tucano. “Vamos ter pela primeira vez um vice que vai ficar trabalhando, ajudando o presidente a governar melhor”, completou.

Foi a segunda vez, na noite desta quarta, que Serra foi cobrado quanto ao desempenho de Índio da Costa. Ao Jornal Nacional, o candidato reforçou que seu vice é capaz, ressaltando várias vezes que o deputado relatou o projeto que resultou na Lei da Ficha Limpa. Mas concluiu reforçando que tem “boa saúde”, ao descartar uma eventual substituição na Presidência da República.

Na tv, Serra enfrentou perguntas sobre temas considerados “embaraçosos” para o tucano, como os pedágios de São Paulo, alianças com ex-mensaleiros, como Roberto Jefferson, e o desempenho do governo FHC. O tucano não fugiu às perguntas. No caso das alianças, deu resposta muito semelhante à de Dilma Rousseff, ao explicar que aliados são bem vindos, desde que apóiem seu plano de governo.

Mais uma vez, Serra evitou ataques a Lula, deixando claro que seu adversário não é o presidente. E até reconheceu avanços: “o governo Lula fez coisas positivas, outras, deixou de fazer. A discussão não é o Lula, é o que fazer daqui para frente”, declarou.

Veja mais:

+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

+ Fique ligado nas Eleições 2010