Priscilla Mendes e Fernanda Muylaer, especialmente para este blog


Os vinte pontos que Dilma Rousseff abriu à frente de José Serra podem ter baqueado os tucanos, mas o discurso oficial é de volta por cima. Há quem fale em milagre. Há quem compare com o pleito de 2006, quando Lula contrariou as expectativas e acabou disputando o segundo turno com Alckmin.

O deputado federal José Aníbal (PSDB-SP) disse a este blog que está havendo um “exaltacionismo” na campanha de Dilma. “É um clímax permanente, que mistura a todo momento realidade com ficção”. Para o deputado, a petista não tem peso próprio. " Ela continua sendo a indicação de Lula. Se um dia o presidente disser que não gosta mais de Dilma, isso vai se refletir nas pesquisas e ela vai perder pontos. A associação do eleitor é com o Lula, e não com uma causa”, declara.  O problema é que a hipótese de Aníbal – a de Lula um dia vir a descredenciar Dilma – não existe nem na ficção.

O deputado acredita que os 38 dias que faltam até o primeiro turno são tempo suficiente para se tentar a reversão da desvantagem: "Há todo um tempo pela frente para investirmos, não só para mudar essa tendência, como todo o quadro eleitoral".

Milagre - Já a vice-presidente do PSDB do Mato Grosso do Sul, Marisa Serrano, admite que o resultado da pesquisa  é preocupante, e chega a considerar que um “milagre” pode ocorrer para salvar José Serra. “Continuo acreditando na luta, na união de todos os militantes. Essa é a hora de lutar pela virada. É possível fazer milagres”.

Dentro do PT, a coisa muda. O deputado federal José Eduardo Cardozo (PT-SP), integrante da cúpula da campanha de Dilma, se diz feliz com a vantagem da petista, mas alerta que o ritmo da campanha não pode cair. "É preciso deixar claro que esse ainda é um tempo de campanha, e não de diminuição do ritmo de campanha. Vamos continuar lutando, no mesmo ritmo, com a mesma força, sem subir no salto alto porque eleição nunca se ganha antes da hora e a hora é a hora da urna", afirma Cardozo.

Veja mais:

+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

+ Fique ligado nas Eleições 2010