Às vésperas de assistir à aprovação de mudanças drásticas nas normas de proteção ambiental, com as últimas votações do Código Florestal no Congresso, a presidente Dilma Rousseff promete, para a Rio+20, "compromisso sério com a preservação" e diz que o Brasil vai propor um "novo paradigma".

Dilma tomou a iniciativa de mencionar a conferência, que acontece em junho, no Rio, durante pronunciamento de abertura, no café da manhã com jornalistas, nesta sexta, no Planalto. Para ambientalistas, o Brasil vai enfrentar constrangimentos ao sediar a Rio+20 após a sanção do Código, que pode ocorrer meses antes da conferência, uma vez que consideram as mudanças um grave retrocesso para a legislação brasileira.

Referindo-se à questão climática e aos compromissos firmados pelo Brasil em Copenhagen, Dilma prometeu: "Na Rio+20, vamos aproveitar para construir um novo paradigma. Vou colocar toda força para não deixar que essa discussão desapareça do cenário. O Brasil vai mostrar que é possível crescer e manter um compromisso forte com a preservação."