A tensão entre governo e sindicalistas da CUT, Central Única dos Trabalhadores, aumentou depois que a presidente Dilma Rousseff determinou, na última sexta-feira, o corte de ponto dos funcionários públicos federais, em greve há um mês. Nesta segunda-feira, representante da executiva da Central - aliada histórica do PT - ameaçaram com greve geral caso as conversações com o governo não avancem. "Não é com retaliação, com ameaça de corte de ponto e de salário que o governo vai resolver o conflito. Infelizmente, vai aprofundar o conflito." - declara Pedro Armengol, Diretor Executivo da CUT.

"Já fizemos dezenas de reuniões desde março, e as conversas não evoluíram para uma contraproposta. Se essa situação perdurar, a CUT pode apoiar uma greve geral" - diz Armengol, que aguardava no sétimo andar do Ministério do Planejamento mais um encontro com Sérgio Mendonça, Secretário de Relações do Trabalho, encarregado das negociações, pelo lado do governo. A assessoria do Planejamento, no entanto, informou que Mendonça havia sido convocado para reunião de emergência na Casa Civil.

Os servidores de pelo menos 8 órgãos federais estão de braços cruzados. Eles pedem reposição salarial de 22%, entre outras reivindicações. O movimento vem desgastando a relação do governo Dilma com o setor - considerado importante base social da gestão petista. Dirigentes da CUT, que representa cerca de 40% da massa de trabalhadores sindicalizados, consideram a presidente "inflexível" e avaliam que houve "retrocesso" nas relações com o Planalto, desde a saída de Lula.

Líderes sindicais também reagem mal ao fato de Dilma associar a possível correção salarial dos servidores com o risco de fragilização da economia brasileira perante a crise mundial. "A discussão de reposição de perdas inflacionárias nos salários dos servidores públicos não levará o Brasil a nenhuma beira do abismo" - diz Armengol, citando expressão usada pela presidente.

[r7video http://noticias.r7.com/videos/funcionarios-publicos-federais-ameacam-greve-geral-por-aumentos-salariais/idmedia/4ffb68fcb61cd6e7f5f560f7.html]