educacao marcos santos usp Estados gastam mais com a Previdência do que com Educação e Saúde

Um país que direciona mais recursos para aposentadorias que para educação está olhando para o futuro ou preso ao passado? (Foto: Marcos Santos/USP Imagens)

Em meio a retomada do debate da reforma previdenciária, uma dúvida comum é se Estados e Municípios também estariam contemplados pela emenda constitucional.

Sim, Estados e Municípios estão contemplados, mas está prevista a possibilidade de em até 180 dias da data da publicação da emenda, os entes instituírem regras específicas, desde que comprovem que com uma reforma própria seria possível atingir o equilíbrio financeiro e atuarial. Aquele que não fizer sua reforma dentro deste prazo terá de obedecer às mesmas regras aplicáveis aos servidores federais.

E como anda a saúde das previdências estaduais?

Para responder esta pergunta o Economia em 5 Minutos pesquisou dados do Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, São Paulo e Alagoas. Os cinco Estados que mais comprometeram suas receitas com dívidas e, portanto, tem uma pior situação fiscal.

Comparamos quanto cada Tesouro Estadual teve de desembolsar em 2016 para cobrir o rombo da previdência dos servidores públicos estaduais, com as despesas por função em Educação e Saúde.

Dos cinco Estados, três gastaram mais para cobrir o rombo previdenciário do que individualmente em saúde e educação. O destaque negativo fica com o Rio que produziu um rombo superior a soma das despesas em educação e saúde.

Um país que direciona mais recursos para o pagamento de aposentadorias e pensões que para educação e saúde está olhando para o futuro ou preso ao passado? Precisamos ou não reformar o sistema previdenciário para ao menos estabilizar seu déficit? Os números falam por si.

Dados do levantamento.

Ano 2016

Rio de Janeiro

Déficit Previdência R$ 12,39 bi

Despesa com Saúde R$ 6,6 bi

Despesa com Educação R$ 5,4 bi
Rio Grande do Sul

Déficit Previdência R$ 10,15 bi

Despesa com Saúde R$ 6,64 bi

Despesa com Educação R$ 8,69 bi

 

Mina Gerais

Déficit Previdência R$ 14,81 bi

Despesa com Saúde R$ 8,47 bi

Despesa com Educação R$ 9,27 bi

 

Alagoas

Déficit Previdência R$ 1,027 bi

Despesa com Saúde R$ 1,084 bi

Despesa com Educação R$ 1,17 bi

 

São Paulo

Déficit Previdência R$ 16,94 bi

Despesa com Saúde R$ 21,37 bi

Despesa com Educação R$ 28,45 bi

 

Fonte: Tesouro Nacional e Orçamentos Estaduais.