porquinho 10 dicas para ensinar as crianças o valor do dinheiro

No dia das crianças segue um roteiro de como usar o dinheiro

 

No dia das crianças, o Economia em 5 Minutos traz uma série de dicas valiosas para os pais ensinarem os conceitos básicos de educação financeira aos filhos. Em tempos de endividamento e inadimplência é fundamental debatermos o tema com a futura geração, para não torná-los adultos endividados, vivendo acima das possibilidades por desejo de status e que não avaliam corretamente as oportunidades. Incentive os pequenos desde agora.

1. Associe o hábito de lidar com o dinheiro a algo saudável e natural. Chega de tornar este tema algo proibido ou visto como complicado para crianças.

2. Comece a ensinar que é preciso ganhar primeiro, antes de pensar em gastar. Pode parecer óbvio, mas não é. É importante passar este ensinamento à criança. Não basta apenas querer algo, antes de tudo precisamos ter o dinheiro para comprar.

3. Estipule uma mesada de acordo com a realidade da família e que não prejudique o orçamento familiar.

4. Incentive a criança a poupar desde cedo, mostrando que dessa forma ela conseguirá ter mais dinheiro no futuro.

5. Ensine a criança a negociar e pesquisar preços desde cedo. Mostre como é possível um mesmo produto ter preços distintos, dependendo da loja.

6. É fundamental ensinar a criança que para ganhar dinheiro é preciso ser útil a sociedade, ou seja, desde cedo é importante aprender que seja trabalhando para alguém ou abrindo um negócio se gera valor à sociedade. E mais, que isso exige dedicação nos estudos e acúmulo de conhecimentos.

7. Se possível, monte desde de já uma pequena carteira de investimentos para a criança e invista pequenas quantias regularmente. O que hoje parece pouco, no futuro fará uma grande diferença para seu filho iniciar a vida adulta.

8. Tolere os eventuais erros e má gestão do dinheiro por parte da criança e seguir orientando. Nesta fase a criança deve aprender que podemos errar e aprender com isso.

9. Utilize filmes e livros para estimular a inteligência financeira, como a fábula A Cigarra e a Formiga, João e o Pé de Feijão, José do Egito, o Filho Pródigo. Tem também os jogos de tabuleiro como o Banco Imobiliário, que ensina a importância de investir com estratégia.

10. Por último, é importante lembrar que não tem sentido tentar ensinar algo aos filhos que você mesmo não pratica. As crianças se espelham nos pais e tendem a imitar o que são e o que fazem, por isso tenha em mente que o exemplo em educação financeira precisa começar em você.