Montagem segurança motos1 Dica do Garagem: segurança dos motociclistas

Kit básico para proteger motociclistas tem luvas, botas, calça e capacete

A Dica do Garagem desta semana é um pouquinho diferente da usual e será direcionada não aos motoristas de carros, mas aos milhares de motociclistas de todo o País.

A reportagem conversou com Wellington da Silva Santos, especialista em segurança da Laquila, maior importadora e distribuidora de produtos para motociclistas do País, e pediu algumas dicas sobre os principais itens de segurança que todo mundo que gosta de andar sobre duas rodas deve ter.

Confira abaixo a relação de equipamentos e o tempo certo para a troca de cada um.

* Jaqueta: A jaqueta é fundamental no uso diário, pois, em caso de uma queda, ela irá te proteger das queimaduras que são ocasionadas com a abrasão ao solo, além de suas proteções ajudarem a diminuir os ferimentos. Por isso a escolha de um equipamento de qualidade é fundamental. Não existe um tempo determinado para a troca desse equipamento, mas, geralmente o sinal da perda de qualidade do produto  é a diminuição da coloração original.

* Luva: Qual o primeiro membro de nosso corpo a tocar o solo em caso de queda? No reflexo da queda, as mãos são as primeiras a raspar no chão no intuito de se proteger! Por isso a luva é indispensável no dia a dia. Uma luva de qualidade reduz em até 95% os ferimentos por queimadura na palma das mãos, além de proteger contra os insetos e objetos que possam “voar” durante a pilotagem e atingir as mesmas. O tempo de troca também depende do uso e o sinal da perda de qualidade é similar ao apresentado nas jaquetas.

* Calça especial: Calça com proteção é indicada, pois, no caso de queda, tanto suas proteções internas quanto o tecido especial de sua confecção ajudam a proteger o motociclista. Também não há uma regra para definir o tempo de troca desse item em especial.

* Bota: Um calçado adequado é de suma importância para evitar lesões. A bota para motociclista, além de ter um couro mais resistente, contém proteções nas áreas essências, como tornozelos, calcanhar e dedos. Geralmente em um acidente a fratura ou queimadura nos pés é bastante comum. O ideal é trocar de par quando o tecido da bota começa a aparentar muito desgaste.

* Capacete: É o equipamento mais importante para o motociclistas, além de ser exigido por lei. Hoje a maior causa de mortes em acidente de trânsito envolvendo motocicletas é por lesões na cabeça. Por isso, a escolha de um capacete de qualidade é muito importante. Por serem considerados bem duráveis, há muito tempo o Inmetro exige que seja colocado na etiqueta interna do capacete, onde aparece data do lote de fabricação e tamanho, na última linha em negrito a expressão “ESTE PRODUTO É UM BEM DURÁVEL”, justamente para não haver outra intepretação.

Salve essa dica logo2 Dica do Garagem: segurança dos motociclistas