distrito federal

Alguns planos de saúde precisam usar óculos

cachorro de oculos t1 300x110 Alguns planos de saúde precisam usar óculosMais um plano de saúde é condenado a restituir um segurado por se negar a cobrir procedimento cirúrgico. Dessa vez, o usuário tentava fazer um procedimento para a correção de 3 graus de miopia. E, acreditem vocês, o plano se recusou a pagar a cirurgia, alegando que se tratava de um problema “exclusivamente estético”.

Como é que é? Afinal, quem precisa de óculos nessa história?

Eu tenho menos de 0,3 graus e já fico incomodado ao dirigir ou usar o computador por longos períodos. Imagine esse cidadão!

É brincadeira, viu! Ou melhor... uma tremenda falta de respeito!

Tanto, que o Tribunal de Justiça do DF e Territórios, determinou que o consumidor seja ressarcido na totalidade pelas gastos que teve. A seguradora de saúde se defendeu, argumentando que o procedimento adotado não constaria na lista da Agência Nacional de Saúde - ANS. Porém, no entendimento da justiça, o plano não demonstrou a existência de expressa previsão contratual que excluísse de cobertura a cirurgia corretiva de miopia, ou ao menos que a limitasse.

A desculpa, claro, não convenceu ninguém! Muito menos ao juiz que analisou o caso.

Ponto para o TJDFT!

Olho no olho é mais emocionante!

foto 1 1 300x225 Olho no olho é mais emocionante!O dia 21 de Abril de 2014 vai ficar marcado na minha memória e no meu coração, como um dos mais importantes da minha carreira. Pela primeira vez, desde que foi criado, o DF no Ar saiu do estúdio e foi apresentado do lado do povo! Um estúdio avançado, montado na Esplanada dos Ministérios, possibilitou esse encontro inesquecível entre a TV e o telespectador. Entre uma reportagem e outra, gritos me chamavam a atenção do lado de fora da redação. Eram telespectadores querendo uma foto, mandando beijos e abraços! Me senti ainda mais próximo dos meus queridos amigos!

A você, que acompanha o DF no Ar todos os dias, o meu muito obrigado! A você, que foi ao Complexo Cultural da República, o meu carinho! A família Record, o meu respeito e agradecimento por todo o esforço feito, para que esse momento acontecesse!

No aniversário da nossa Brasília, eu ganhei o maior presente!

Uma das entrevistas mais emocionantes da minha vida

MIGUEL ESTRELA 300x300 Uma das entrevistas mais emocionantes da minha vida

"Ainda acordo para fazer a mamadeira, dar banho! É como se estivesse ao meu lado"

Ao logo dos meus quase 16 anos de jornalismo, já vi e vivi muitas experiências inesquecíveis. Poucas, porém, mexeram tanto comigo, como a entrevista que fiz com Gabrielle Estrela. A mãe do bebê Miguel, morto pouco antes de completar dois anos de vida, aceitou conversar comigo, duas semanas depois do crime que chocou o DF.

Impressionante a força que essa jovem parece ter e, mais impressionante ainda, o relato que ela faz dos últimos momentos que teve ao lado do seu anjo, como descrevia o filho.

“Ainda acordo no meio da noite, para fazer a mamadeira, lembro de trocar a fraldinha, dar banho! É como se ele estivesse aqui”, desabafa, ao lado das fotos com o pequenino.

Também tenho um Miguel em minha vida e já morro de saudades desde o momento em que saio de casa para trabalhar. Mas, ao contrário dessa mãe, sei que ao fim do dia poderei abraçar e beijar o meu anjinho!

Tudo o que essa mãe deseja é JUSTIÇA!

Entenda o caso

Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com