distrito federal

Rádios da PM não funcionam e policiais usam celulares em ocorrências

FullSizeRender Rádios da PM não funcionam e policiais usam celulares em ocorrências

A denúncia foi feita por militares de diferentes batalhões da PM. Via whatsapp, eles relataram que o problema vem se repetindo já há um bom tempo e em várias regiões do Distrito Federal. Entre as áreas sem comunicação estão Asa Sul, Sudoeste, Lago Sul, Itapoã, Paranoá e parte de Águas Claras. Em uma das mensagens recebidas pelo aplicativo, um policial explica como o efetivo está se virando para não deixar de atender ocorrências. Acompanhe parte da conversa:

POLICIAL: “Lago sul está entrando no ar e recebendo chamados por telefone particular. As viaturas não estão conseguindo falar com a central e nem pedir apoio pelo rádio. Em Águas Claras também é assim em quase toda área. Muitas vezes o radio não funciona nem dentro do próprio batalhão.”

BLOG DO GIULIANNO: “E como vocês estão se virando?”

POLICIAL: “Telefone particular, Giulianno! O ‘polícia’ tem que usar o telefone próprio para pedir apoio, se inteirar de ocorrências. O ‘polícia’ entra no ar (começa a trabalhar) ligando no 190 do seu celular particular.”

Segundo outro militar, os rádios comunicadores ficam a maior parte do tempo buscando sinal. Ele fez uma foto e um vídeo que comprovam a denúncia. Repare na tela do equipamento! Ele procura a frequência do batalhão, mas não encontra nada. (Clique no link para assistir ao vídeo IMG_9462)

A resposta da Polícia Militar

Em nota, o comando da Polícia Militar reconheceu que foram identificados problemas na rede de comunicação das unidades citadas e que estes problemas têm trazido alguns transtornos para o bom funcionamento do serviço. A PM explicou também que o serviço atualmente é terceirizado e o responsável pelo contrato já notificou a empresa para que sejam feitos os reparos necessários.

A boa notícia é que o sistema de comunicação, que hoje é analógico, será substituído pelo digital.O que deve acabar com a falta de sinal. Mas a nota não dá um prazo para que isso ocorra.

Até lá, a PM informou que vai continuar usando celulares como suporte na comunicação com as viaturas e policiais nas ruas.

http://r7.com/fehn

Policiais Militares fazem parto no meio da rua!

Nunca paro de me emocionar com cenas como essa! Realmente, incríveis! O vídeo que recebi de um dos grupos de Whatsapp que participo mostra o exato momento em que homens do Grupo Tático Operacional (GTOP 44), do 24º Batalhão da PMDF, fazem um parto no meio da rua. Foi no Varjão, região administrativa do DF.

Desesperado, o pai do bebê saiu à procura de ajuda, enquanto a mamãe estava em trabalho de parto. É isso mesmo! O bebê estava nascendo.

A equipe liderada pelo tenente De Luca foi até o local. Com a ajuda dos soldados Murilo Marques e Marcos Paulo, um saudável meninão veio ao mundo!

parto11 168x300 Policiais Militares fazem parto no meio da rua!

Policiais ajudaram a grávida, que passou mal no meio da rua

Essa não foi a primeira vez (nem será a última) que esses guerreiros ajudam a trazer uma vida ao mundo! O nosso DF no Ar já mostrou, ao menos, outros três casos nos últimos meses. Em um deles, o papai disse que correu até o Posto Comunitário de Segurança, depois de assistir a uma reportagem na Record, mostrando que os PMs recebem treinamento básico para agir nesse tipo de situação.

Parabéns aos homens do 24º Batalhão e ao GTOP 44

parto 225x300 Policiais Militares fazem parto no meio da rua!

Policiais com o recém-nascido

 

http://r7.com/vW_S

Cuidado para não negociar uma dívida e ganhar outra!

Atenção motorista! Se, por acaso, você for ao Centro de Convenções Ulysses Guimarães durante o fim de semana, para participar do Refis, promovido pela Secretaria de Fazenda, não deixe o carro em qualquer lugar!

O Detran-DF vai manter equipes monitorando toda a área. Quem for flagrado estacionando em locais proibidos, como nas margens das pistas ou nos canteiros do Eixo Monumental, será multado e ainda poderá ter o carro guinchado para o depósito do órgão.

A dica é utilizar os estacionamentos do Ginásio Nilson Nelson, do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, e do Parque da Cidade.

Manda quem pode, obedece quem tem juízo! Ou então, você pode ir negociar uma dívida e sair de lá com outra... E a pé!!!

http://r7.com/a6ze