O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, recebeu o senador Aécio Neves (PSDB-MG) em audiência em seu gabinete, na manhã desta quinta-feira (14) em Brasília.

Oficialmente, segundo a agenda divulgada pela assessoria de comunicação do STF, o assunto que motivou a reunião entre os dois foi a ação cautelar (AC) 4327.

Aécio figura como réu na AC 4327 juntamente com a sua irmã, Andréa Neves, e o primo deles, Frederico Pacheco de Medeiros. Os três são investigados por terem supostamente pedido propinas de R$ 2 milhões à JBS, do empresário Joesley Batista.

Suspeita de corrupção e de formação de organização criminosa, Andréa foi presa preventivamente no dia 18 de maio pela Polícia Federal (PF) e ficou detida pouco mais de um mês no Complexo Penitenciário Estevão Pinto, em Belo Horizonte.

No dia 22 de junho, por decisão do STF, ela teve o seu pedido de prisão preventiva convertido em prisão domiciliar, com monitoramento por tornozeleira eletrônica.

O caso ainda não tem data para ser julgado pelo STF.