Alberto Pinto Coelho 150x150 Descartado por Aécio, Alberto Pinto Coelho está fora da briga pela PBH

Alberto Pinto Coelho já iria trocar o PP pelo PSDB para disputar a PBH

Após ser descartado pelo senador Aécio Neves (PSDB) para ser o candidato do grupo tucano na eleição deste ano para a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), o ex-governador Alberto Pinto Coelho (PP) decidiu retirar oficialmente o seu nome da disputa.

A decisão dele ocorreu um dia depois do encontro que Aécio e o prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda (PSB), tiveram para tratar da sucessão na capital mineira.

Considerado, até então, como o candidato preferencial de Aécio para a disputa, Pinto Coelho teria sofrido restrições da parte de Lacerda.

O senador optou por abrir mão do nome do ex-governador de forma a assegurar a aliança do seu partido com o PSB.

Em nota divulgada no começo da noite desta terça-feira (15) Pinto Coelho afirma que "em nome da construção da unidade e do consenso para a disputa pela prefeitura de Belo Horizonte irei, a partir deste momento, trabalhar não mais como pré-candidato, mas atuando, como sempre fiz, para o entendimento e o fortalecimento de uma única candidatura do grupo de partidos aliados que compõem a base do Executivo Municipal".

Ele não diz, mas esta foi a segunda vez que seu nome foi preterido por Aécio numa disputa eleitoral.

Anteriormente, na eleição de 2014 para o governo de Minas, quando todos esperavam que o senador fosse abraçar a sua candidatura para a reeleição, o tucano monocraticamente sacou da manga o nome de Pimenta da Veiga, que apresentou-se como uma espécie de estranho no ninho para o eleitorado mineiro. E deu no que deu.