Mais um fórum de Minas Gerais foi alvo de um atentado a tiros. O novo ataque ocorreu na madrugada desta segunda-feira (3) contra o Fórum de Passa Quatro e foi o segundo que acontece  no estado em menos de uma semana.

No dia 27 de março um ato com as mesmas características  foi praticado contra o Fórum de São Lourenço. Os dois fóruns alvos dos atentados estão localizados na região sul do estado.

A Associação dos Magistrados Mineiros (Amagis) divulgou nota nesta segunda-feira (3/4) repudiando esse novo ataque, que não deixou feridos.

De acordo com a entidade, assim como no ato anterior, o autor do atentado deixou um bilhete vinculando-o a uma facção criminosa, qyue supostamente seria o PCC.

A Amagis informou que acionou as Polícias Militares e Civil e o Centro de Segurança Institucional (Cesi) do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), para  garantir a segurança dos juízes e servidores que atuam na Comarca e dos frequentadores do fórum.

"Defendemos apuração e punição exemplares. Os magistrados mineiros continuarão a fazer justiça com independência e altivez e não se intimidarão com chantagens ou ameaças", diz a nota assinada pleo presidente da associação dos magistrados e desembargador Maurício Soares.