marcelo odebrecht 150x150 Mundo político em polvorosa: delação de Odebrecht promete ser devastadora

Delação de Marcelo Odebrecht, dono da maior empreiteira do país, poderá comprometer centenas de políticos com o esquema da Lava Jato

As gravações feitas pelo ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, que já derrubaram dois ministros do governo interino (Romero Jucá e Fabiano Silveira), vão parecer fichinha perto do que poderão representar os próximos depoimentos que estão sendo agendados para serem colhidos no âmbito da Operação Lava Jato.

O mais bombástico deles deverá ser o de Marcelo Odebrecht, dono da maior empreiteira do país.

Tomando por base a documentação apreendida pela Polícia Federal (PF) em apenas uma de suas batidas realizadas na sede da empresa, estima-se que  passe de 300 o número de políticos envolvidos em negócios supostamente escusos com a empreiteira.

São filiados aos mais diversos partidos, incluindo os três maiores, PMDB, PT e PSDB.

Além dessa listagem política, que está deixando muita gente de cabelo em pé, há ainda a possibilidade de também serem citados no depoimento do empreiteiro, os nomes de ao menos 50 executivos de empresas públicas e privadas.

Outro depoimento muito aguardado para os próximos dias, e não menos inquietante, será o do ex-operador financeiro do PMDB, e filho de Sérgio, Expedito Machado, que teria informações capazes de implodir o PMDB, e arrastar junto para o centro dessa implosão, o próprio governo provisório do peemedebista Michel Temer.