Temendo os protestos contra o governo do presidente Michel Temer (PMDB) e as reformas trabalhista e da Previdência, previstos para acontecer nesta sexta-feira (30), o governo do Distrito Federal decidiu fechar todos os acessos à Esplanada dos Ministérios, principal ponto de concentração dos manifestantes em Brasília.

O governo local quer evitar atos de vandalismos e, por isso, além de impedir o trânsito de veículos nas duas vias do Eixo Monumental Sul e Norte, que dão acesso aos ministérios, está cercando as proximidades com grades, erguendo barreiras e montando pontos estratégicos para revistar os manifestantes.

A medida vale a partir da 0h desta sexta. Além de Brasília há previsão de protestos em várias cidades do país. Convocadas pelas principais centrais sindicais, diversas categorias de trabalhadores prometeram aderir ao movimento e paralisar suas atividades ao longo do dia.