1 Vox: Pimentel abre 19 pontos sobre tucano e eleição pode ser decidida no 1º turno
O ex-ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior no governo Dilma Rousseff, Fernando Pimentel (PT), lidera com folga a disputa pelo governo de Minas Gerais com 38% das intenções de voto, contra 19% registrados pelo seu principal adversário, o ex-ministro das Comunicações no governo Fernando Henrique Cardoso, Pimenta da Veiga (PSDB). É o que aponta a mais recente pesquisa Vox Brasil / PRB divulgada nesta terça-feira (9) por este Blog e pela Rede Record Minas.

De acordo com o levantamento, faltando 27 dias para a eleição, a dianteira aberta pelo petista chega a 19 pontos sobre o tucano, cujo partido governa o estado há 12 anos. O PT nunca governou Minas Gerais.

O ex-prefeito de Juiz de Fora, Tarcísio Delgado (PSB), mantém a terceira colocação na corrida estadual, com 3% das intenções, enquanto os outros três candidatos, Eduardo Ferreira (PSDC), professor Túlio Lopes (PCB) e Fidélis Alcântara (PSOL), somados juntos tem 3%. Cleide Donária (PCO) não pontuou.

ELEICOES ESPONTANEA1 Vox: Pimentel abre 19 pontos sobre tucano e eleição pode ser decidida no 1º turno

A pesquisa informa que 24% dos entrevistados não souberam responder ou não sabem ainda em quem irão votar. Já o percentual dos que declararam que não irão votar em nenhum deles e os que pretendem votar em branco ou anular o voto é de 13%.

Pimentel lidera também na pesquisa espontânea, aquela em que o entrevistador pergunta em quem o eleitor votaria, caso a eleição fosse hoje. O candidato do PT aparece com 18%, o dobro do seu adversário do PSDB, que tem 9%. Tarcísio Delgado foi mencionado por 1%, e todos os demais por 3%. A parcela dos que não responderam ou não souberam atingiu 61% enquanto 9% declararam preferir votar em branco ou anular o voto.

Em um eventual segundo turno entre Pimentel e Pimenta, o petista também está 21 pontos percentuais na frente do tucano: 44% contra 23%. Indecisos são 21% enquanto a parcela dos que declararam fazer a opção por votar nulo ou em branco é de 12%.

Dos entrevistados, 59% disseram já estar decidido em quem votar. Outros 41% ainda tem duvida quanto a escolha de algum nome.

O Vox Brasil ouviu 2.400 eleitores em 127 municípios mineiros, entre sábado (6) e segunda-feira (8). A pesquisa tem margem de erro de 02 pontos porcentuais para mais ou para menos, em um intervalo de confiança de 95%. O levantamento encomendado pelo PRB/MG foi registrado junto à Justiça Eleitoral sob o número BR-00569/2014 e sob o número MG-00079/2014 em 4 /9/2014.

Senado

Na corrida para o Senado, o ex-governador Antonio Anastasia (PSDB), que deixou o cargo em abril para disputar a eleição, aparece como franco favorito: tem 41% das intenções de voto, contra 14% do empresário Josué Alencar (PMDB) que vem em segundo lugar. Em terceiro aparece Edilson Nascimento (PT do B) com 2%. Margarida Vieira (PSB), Tarcísio (PSDC) e Geraldo Batata (PSTU), têm 1% cada, e Pablo Lima (PCB) e Graça (PCO) não pontuaram. Os que mencionaram brancos e nulos foram 13%, e não sabe ou não respondeu 26%.Top of Form

Presidente da República

A pesquisa ouviu também os eleitores sobre a disputa presidencial. A candidata à reeleição, Dilma Rousseff (PT) lidera com 33% das preferências. Em seguida aparecem empatados tecnicamente o senador e ex-governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), com 25%, e a ex-senadora Marina Silva (PSB), com 23%.

O candidato Pastor Everaldo foi citado por 1%. Os demais candidatos Eduardo Jorge (PV), Luciana Genro (PSOL), Ze Maria (PSTU), Eymael (PSDC), Levy Fidelix (PRTB), Ruy Costa Pimenta (PCO) e Mauro Iasi (PCB) não pontuaram. Indecisos somaram 10%, brancos ou nulos e nenhum deles alcançaram 6%.

O Vox Brasil quis saber também como o eleitor votaria num eventual segundo turno para presidente. Considerando uma disputa entre Dilma e Aécio, a petista seria reeleita com 44% contra 39% do tucano. Declararam que não votariam em nenhum dos dois 11% dos entrevistados. Outros 6% disseram não saber em quem irão votar ou não responderam.

A simulação da disputa entre Dilma e Marina aponta para empate técnico. Ambas aparecem com 42% das intenções de voto. Os que disseram estar indecisos somaram 6% e os que não votariam em nenhuma das duas ou anulariam seus votos atingiram 10%.

Avaliação de governo

O instituto quis saber a opinião dos entrevistados sobre o desempenho do governo mineiro. Para 4% a atual administração estadual e ótima. Outros 31% a consideram boa e 45% regular. Consideram o desempenho ruim 8% e 9% péssimo.

Convidados a avaliar o governo da presidente Dilma, 8% o consideraram ótimo. Outros 28% disseram achar bom, 48% regular, 12% ruim e 13% péssimo. 1% não soube ou não respondeu.