Navalhada do dia – Sexta-feira negra

100984688 Navalhada do dia   Sexta feira negra

Aparentemente a Sexta-Feira Negra poderia estar ligada à magia negra ou a bruxaria.

Nada disso.

O pior dia para a bolsa de Valores de Bolsa de Nova York era a sexta-feira.

Por isso era chamada de Black Friday.

O comércio americano começou a promover grande liquidações na sexta feira.

O marketing criou a Black Friday.

Essa promoção foi importada pelo comércio brasileiro há quatro anos.

E manteve o nome inglês.

Contudo o Procon alerta que alguns espertos não baixam os preços coisa nenhuma.

É preciso comparar antes de comprar.

E porque Black Friday e não Sexta-Feira Negra?

Lembra daquele deputado que queria proibir palavras estrangeiras na mídia????

Mande o seu comentário  no nosso what´s app 943 128 782 ou no Blog do Barbeiro, que sou eu.

Navalhada do dia – No bolso da família

escola rural tablets HG Navalhada do dia   No bolso da família

Para evitar prejuízo com indenizações as escolas particulares contratam seguro.

Seguro contra bullying.

As escolas temerosas fazem seguro de responsabilidade civil relacionadas ao bulying.

Obviamente elas vão repassar o custo para as mensalidades.

Só neste ano ocorreram em São Paulo uma agressão a cada dois dias.

Muitas delas são filmadas em celulares e postadas nas redes sociais como troféu da luta.

Se o conflito ocorrer no horário de aula a escola vai ser responsabilizada.

E se for uma escola pública também.

Com isso as escolas vão ter que contratar também seguranças para ficar no pátio e no corredor?

Mande o seu comentário ´para o nosso what´s app´942 128 782 ou escreva no Blog do Barbeiro, que sou eu.

Música composta pelo maestro Edmundo Villani-Côrtes para Heródoto Barbeiro

Corinthians

Novo livro sobre o Corinthians será lançado em dezembro:

corinthians Corinthians

NAVALHADA DO DIA

FÉRIAS DELICIOSAS

No Brasil todo trabalhador contratado tem direito a 30 dias de férias pagas.

Mais um terço do salário.

Fora os feriados também pagos.

Juizes, desembargadores, ministros, promotores e procuradores tem direito a 60 dias de férias pagas.

Em alguns países os trabalhadores tem também trinta dias, mas contando também os feriados.

Nos Estados Unidos só os parlamentares tem direito a férias de 30 dias pagos.

Lá, poucas empresas dão uma semana de férias pagas.

Elas são negociadas caso a caso entre o patrão e o empregado.

Na sua opinião a legislação americana é retrógrada e ultrapassada?

Mande um comentário para o nosso what´s app 942 128 782 ou no Blog do Barbeiro, que sou eu.

O valor de cada um

A população brasileira é responsável pelos cofres do Estado. É verdade que a carga tributária não é dividida de acordo com a riqueza. Para uns ela pesa mais que para outros e isso já foi exaustivamente explicado . Enquanto a reforma tributária não vem, é preciso refletir sobre como é gasto uma parte do que se arrecada. Há em vigor no país uma lei que garante que qualquer cidadão saiba quando ganha um funcionário do Estado. Os concursados, os contratados por indicação política, os temporários como os eleitos. A Lei da Transparência vale para todos os poderes da República e é um avanço, ainda que alguns entendam que há uma violação na intimidade de uma pessoa porque o seu salário é divulgado nos sites na internet. Alegam que a exposição pode coloca-los em situação de risco, como o de sofrer um sequestro.

Há alguns salários que servem com balizadores do topo ou teto como a mídia gosta de divulgar. Assim um juiz não pode ganhar mais que um ministro do supremo tribunal federal. Um professor universitário não pode ganhar mais do que um reitor. Por sua vez este, se for de uma universidade federal, não pode ganhar mais do que o presidente da república. Se for de universidade estadual não pode ultrapassar o governador. O vereador não pode ganhar mais do que um deputado estadual. O salário deste deve ficar abaixo do deputado federal. É uma confusão imensa. O contribuinte, que paga o salário de todos, ou não tem acesso ou não consegue entender qual é a lógica dos salários. Se é que tem alguma.

Parece que quanto maior a responsabilidade do funcionário do Estado, maior deve ser a remuneração. Então um ascensorista, ou motorista, ou manobrista de um prédio público qualquer não pode ganhar mais do que um escrevente da justiça, ou professor de nível médio? Há inúmeros casos de servidores que são melhor remunerados que essas categorias. Portanto o  princípio da responsabilidade nem sempre vale. Nem o argumento que com melhores salários o funcionário fica mais resistente à corrupção. Como se o guarda de trânsito pegasse uma propina do motorista porque ganha pouco. Além dos salários foram criados inúmero penduricalhos para aumentar o soldo. Uma barafunda que vai do tempo de casa aos auxílios mais exóticos, como o auxílio palito pago até recentemente em assembleia legislativa. É uma forma de escamotear do contribuinte o que ele paga para uma determinada função. Tudo isso consolida uma pseudo vergonha do valor dos salários. Este sistema montado ao longo da história republicana só esqueceu de se pautar também pela meritocracia.

Heródoto Barbeiro é âncora do Jornal da Record News e editor do Blog do Barbeiro no R7.com

 

Convidada Daniela Castro – diretora executiva da ONG Atletas pelo Brasil

DANIELA CASTRO DIRETORA EXECUTIVA DA ONG ATLETAS PELO BRASIL 2 1024x768 Convidada Daniela Castro   diretora executiva da ONG Atletas pelo Brasil

Sivá Machado, deputado do PT por Brasília, fala dos escândalos da Petrobrás

SIBÁ MACHADO DEPUTADO PT POR BRASÍLIA FALA DOS ESCÂNDALOS DA PETROBRAS 1024x768 Sivá Machado, deputado do PT por Brasília, fala dos escândalos da Petrobrás

Advogado Rafael Estephan Maluf fala sobre lavagem de dinheiro

RAFAEL ESTEPHAN MALUF ADVOGADO FALA SOBRE LAVAGEM DE DINHEIRO 3 1024x768 Advogado Rafael Estephan Maluf fala sobre lavagem de dinheiro

Participação do Fernando Deluqui no musical do JRNews

Fernando Deluqui 11 1024x768 Participação do Fernando Deluqui no musical do JRNews