Navalhada do dia

Um estudo divulgado mundialmente mostra que de cada dez habitantes do planeta, seis não tem um sistema acesso adequado ao saneamento. Isto quer dizer que mais de quatro bilhões de pessoas estão sujeitas a vários tipos de doenças.

Metade delas sofre de diarreia por causa da contaminação das águas e do meio ambiente. Cinco mil crianças morrem por dia por causa dessa doença, ou um milhão e meio por ano. Há países que chegaram a cem por cento de saneamento como o Canadá, Bélgica e Dinamarca.

O Brasil se encontra na posição de número setenta e nove, e isto não quer dizer que contam com medidas sanitárias mais eficientes como o tratamento do esgoto. Outras doenças são provocadas porque o esgoto é jogado diretamente em rios, lagoas e no mar.

Muitas praias brasileiras deixaram de receber turistas temerosos de contaminação. Coletar e tratar esgoto ainda não é prioridade para governos. Não dão voto.

Ninguém vê os tubos enterrados e por isso políticos preferem gastar o dinheiro do contribuinte com obras mais vistosas como pontes, viadutos e monumentos.

Loteadores, empreiteiros e construtores fingem que não tem nada com isso quando ganham muito dinheiro com prédios e condomínios de alto luxo. Como pressionar os governantes para que invistam em saneamento básico?

Se você tiver a fórmula, escreva no R7, no Blog do Barbeiro, que sou eu.

+ Conheça o livro Manual de Jornalismo para Rádio, TV e Novas Mídias

Veja mais:

+ R7 BANDA LARGA: provedor grátis!
+ Curta o R7 no Facebook

+ Siga o R7 no Twitter

+ Veja os destaques do dia

+ Todos os blogs do R7