Onça pintada Herodoto 1024x682 Jornal de Taiaçupeba

SHOW DE TONY CARREIRO E BETINHO
Grande festa sertaneja na SAT. Dia 19 de agosto, sábado, às 21hs no Salão Juçara. Uma equipe de voluntários vai servir churrasquinho de frango, carne e linguiça, mandioca e quibe. A renda vai ser revertida para a reforma da biblioteca da SAT. Muita música, alegria, oportunidade de relacionamento com a comunidade. Surpresa especial à meia noite. Mais informações na secretaria da SAT, com a Rani no 47244248.Venha e traga a sua família, estacionamento no Centro Integrado de Sustentabilidade Um Fio de Esperança.

D E R APOIA CAMPANHA
Placas de aviso sobre compra de chácaras foram colocadas pelo DER na estrada que da acesso à Taiaçupeba foram colocadas pelo DER. O engenheiro Mauro atendeu a um pedido da SAT . A estrada é usada tanto por aqueles que vendem terrenos sem documentos como por pessoas de boa fé que compram.

PLANETA ESGOTADO
A partir desta quarta-feira a Humanidade está, mais uma vez, "em dívida" com o planeta. De acordo com cálculos da organização internacional de pesquisas ambientais Global Footprint Network, é neste 2 de agosto que nosso uso dos recursos da Terra e seus ecossistemas atinge o limite da sua capacidade de renovação. Ou, em uma conta inversa, isto significa que seria preciso ter 1,7 vezes o nosso planeta para sustentar o atual nível de produção e consumo médio da população global.

MOVIMENTO CONTRA O LIXÃO
Uma boa oportunidade exigir mudanças. Audiência Pública sobre o Orçamento Estadual, realizada no dia 04 deAgosto, sexta feira. Na Câmara Municipal de Mogi das Cruzes.Foi uma boa oportunidade para discutir e exigir os nossos direitos uma vez que dinheiro público é dinheiro do povo.

BOLSA ESTUDANTE
Estão abertas as inscrições para 1.362 novos bolsistas no Programa Escola da Família da Secretaria da Educação do Estado de SP. Podem participar matriculados em cursos de graduação e licenciatura das áreas da saúde, biológicas, humanas e exatas. O candidato deve estar matriculado em instituição de ensino conveniada. O prazo para cadastro segue até dia 14 de agosto no site: http://escoladafamilia.fde.sp.gov.br

PREMIO ESTUDANTE
Os alunos da rede estadual de ensino de São Paulo que têm gosto pela escrita podem se inscrever para participar do 3º Concurso de Redação da Defensoria Pública da União. Com o tema “Mais Direitos, Menos Grades!”, a premiação irá escolher o melhor texto sobre o sistema de cárcere no país. As inscrições seguem abertas até o dia 5 de setembro no site www.dpu.def.br/concursoderedacao

MEL DE ACÁCIA
Há uma década, Roberto Libera resolveu que não queria mais abrir áreas de pastagens na Fazenda Paraná, propriedade com 34 mil hectares no alto da Serra do Roncador, em Mato Grosso. Libera resolveu recuperar o solo já degradado, plantando acácias. Um efeito colateral, porém, mudou totalmente seu negócio. As acácias atraíram tantas abelhas que, em breve, Libera deverá se tornar o maior produtor de mel do Brasil. Sua expectativa é, em seis anos, faturar mais com a apicultura da Casa Roncador do que com o gado. "Nunca mais cortamos um pé de árvore. Nosso conceito de fazenda mudou. Hoje, queremos preservar o máximo possível e estimular a biodiversidade", diz ele. A Fazenda Paraná reflete uma tendência que vem se consolidando no agronegócio brasileiro: a da integração lavoura-pecuária-floresta.

AMIANTE E CÂNCER
Às vésperas do julgamento, no Supremo Tribunal Federal (STF), de seis ações sobre a proibição do uso do amianto no Brasil - ainda permitido por lei federal de 1995 que também está sendo questionada no Supremo -, sete empresas, das nove que atuam nesse mercado, já substituíram a fibra cancerígena ou estão prestes a substituir. Elas assinaram acordos com o Ministério Público do Trabalho e na Justiça. Apenas a Eternit, dona da única mina de amianto no Brasil, em Minaçu, Goiás, e a Precon, de Minas Gerais, mantêm o uso da fibra. A primeira já foi condenada a substituir o amianto na fabricação de telhas até setembro de 2018, mas recorreu da decisão.

SELVA DE PEDRA
Não é à toa que São Paulo é vista como uma selva de pedras. Considerando a malha da cidade, sem contar os bolsões de mata ao sul e ao norte da capital nem seus parques, o índice médio de cobertura verde no viário urbano é de só 11,7%. O dado foi revelado em uma pesquisa do Laboratório Senseable City, do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), que já calculou, com o auxílio do Google Street View, a cobertura verde de 23 cidades do mundo. Na lista, São Paulo, o único município brasileiro analisado, fica na terceira pior posição, só à frente de Quito, no Equador, (10,8%) e Paris, na França, (8,8%), a pior colocada.

* Heródoto Barbeiro – âncora do Jornal da Record News e professor emérito da ESPM.