FAÍSCA NO LEILÃO DA LAVA JATO

O Faísca foi ao leilão dos bens aprendidos na Operação Lava Jato no Rio de Janeiro.

Ele queria comprar a modesta mansão que pertenceu ao ex-governador Sérgio Cabral.

Lance mínimo, 8 milhões de reais.

Mas a justiça não permitiu o leilão, por isso o Faísca ficou esperando por outros mimos.

Não se interessou por um apartamento na praia no valor de 5 milhões de reais.

Ficou apenas com um relógio modesto que não chega nem aos pés daquele dado para o ex-Ministro Jacques Wagner.

Na sua opinião bloquear os bens dos condenados por corrupção é uma forma de punição??

Entre neste debate através do meu facebook, twitter @hbarbeiro, Instagram bherodoto, ou no R7.