5
fevereiro
06h00

Conquiste a tão desejada vaga de trainee

As empresas continuam a caça aos trainees. Porta de entrada no mercado de trabalho, os programas oferecidos para atrair talentos em início de carreira oferecem perspectivas de rápida ascensão e remuneração atrativa. Mas como se destacar diante da disputa acirrada entre os candidatos?

Preste atenção

1
Trainee também precisa ter cuidado ao se candidatar.
2
Pesquise a empresa e analise a vaga escolhida.
3
Leia jornais, revistas e fique bem informado para se sair bem na entrevista.

R7 Homem ou Mulher 268x300 Conquiste a tão desejada vaga de traineePara sair à frente de seus concorrentes, confira abaixo algumas dicas:

1. Escolha a vagas que tem a ver com você - nada de sair atirando para todos os lados. Lembre-se que as companhias procuram jovens que se identificam com sua cultura e valores. Se você tem um estilo arrojado, gosta de desafios, assume riscos e não se intimida com ambiente de forte pressão, não pode buscar empresas pouco competitivas.

2. Descubra tudo sobre a empresa – pesquise sobre a companhia, o mercado em que ela atua, sua estratégia de atuação, faturamento e crescimento, seus concorrentes. Mostre que você sabe bastante coisa sobre ela na hora da entrevista.

3. Mostre que é uma pessoa antenada – quanto mais você estiver informado sobre o que acontece no mundo, melhor será seu desempenho ao conversar com o recrutador.

4. Destaque suas habilidades interpessoais - perfil empreendedor, liderança e iniciativa, gosto por inovação e trabalho em equipe são as características mais valorizadas pela empresa nos candidatos.

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
3
fevereiro
06h00

Só vence na vida quem tem espírito inovador

Criar, ousar, inventar, explorar, imaginar, ser pioneiro. Estas palavras descrevem o que você faz? Se não descrevem, está na hora de acordar para uma dura realidade: talvez você tenha se tornado dispensável para a sua empresa ou transformado seu negócio irrelevante para o mercado. Só sobreviverão aqueles que melhor se prepararem para enfrentar as turbulências e não os que dão resultado nos momentos de calmaria.

Preste atenção

1
Prepare-se para enfrentar o sobe e desce do mercado.
2
Seja criativo. Considere os desafios. Enxergue além dos concorrentes.
3
Inove, surpreenda e não resista às mudanças.

R7 Trabalhando no que gosta 199x300 Só vence na vida quem tem espírito inovadorAja, reaja, inove, tome uma atitude, seja diferente de seu concorrente. Faça o que ele não está fazendo, saia na frente e se antecipe às suas ações. Diante da velocidade com que a informação circula na era digital, não esqueça de que a concorrência pode estar lançando um produto tão bom ou melhor do que o seu. Costumo dizer que apenas os visionários conseguem enxergar muito além do que está sob seus olhos.

É aqui que nasce o inovador. Aquele que encontra oportunidades onde ninguém é capaz de chegar. Surpreende a todos com suas descobertas, com suas conquistas. São verdadeiros arqueólogos de grandes achados, um típico “Indiana Jones” dos negócios – curiosos, corajosos e determinados. Não é à toa que a Apple sempre foi considerada uma usina de inovação. E mesma ela já enfrenta uma forte concorrência que se acirrou após a morte do seu criador Steve Jobs – responsável pelas ideias brilhantes que transformaram nossos hábitos de consumo.

Se você resiste a mudanças e tem dificuldade em inovar, aqui vai um recado: os covardes nunca tentam, os fracassados nunca conseguem e os vencedores nunca desistem.

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
1
fevereiro
06h00

Barreiras que impedem avançar na carreira

Ter pensamentos negativos sobre sua vida e ficar choramingando só vão levá-lo a ter mais dificuldades para encontrar um emprego legal ou ser promovido. Já parou para pensar quantas vezes ficou reclamando por ficar anos e anos na mesma função dentro da empresa ou que nunca te chamam pra ume entrevista de emprego?

Preste atenção

1
Quebre o ciclo de reclamações e seja arrojado.
2
Não tenha atitudes negativas e analise o que o impede de progredir.
3
Seja positivo, enfrente os desafios com coragem e vença barreiras.

R7 Erro do executivo 300x199 Barreiras que impedem avançar na carreiraEsse tipo de postura apenas vai contribuir para que sua carreira fique estagnada. Ter atitudes negativas em relação a si próprio acabam destruindo ainda mais sua autoestima e o empurrando pra baixo. Pior, te impedem de olhar para o que está realmente emperrando sua ascensão. Por isso, nada de ficar reclamando o tempo inteiro e se colocar na postura de vítima, ao achar que nada vai acontecer.

Você se sente derrotado? Saiba que esse é um passo para que as coisas de fato não aconteçam. Lembre-se que enquanto você fica justificando a falta de oportunidades, deixa de descobrir quais as razões que o levam a não dar um salto no emprego ou encontrar algo melhor.

O mesmo acontece quando se está concorrendo a uma vaga e o que vem à cabeça são pensamentos negativos de que não vão te contratar, que tem muita gente melhor disputando aquele emprego e por aí vai. Sentimento de derrota pode atrair o insucesso. Já pensou nisso? Então, nada de atitudes negativas. Acredite em si mesmo e passe a ver as coisas acontecerem pra você!

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
29
janeiro
06h00

Você é vítima de assédio moral na empresa?

Tudo começa com uma brincadeirinha de mau gosto e vai crescendo, crescendo, crescendo até se transformar em algo mais desconfortável. A pressão por resultados e a cobrança para se ter um melhor desempenho acabam levando muitos chefes a ofender seus subordinados. Prática que considero abominável, mas que tem aumentado no Brasil. Só nos últimos quatro anos, os casos de assédio moral triplicaram na justiça brasileira.

Preste atenção

1
Cuidado com as brincadeiras que aceita ou aquelas que faz no trabalho.
2
Assédio moral é coisa grave e a empresa poderá responder na justiça pelo prejuízo moral causado.
3
Antes de chegar ao extremo, procure conversar a respeito com o seu chefe ou o RH da empresa.

R7 Inveja e Ciumes 200x300 Você é vítima de assédio moral na empresa?Mas o que de fato configura em assédio? Críticas de mau gosto, humilhações na frente de colegas de trabalho, xingamentos, atribuir erros que não existem ao funcionário e forçar a demissão são alguns dos exemplos mais comuns. Se você acredita ser vítima de assédio moral, não adianta sair por aí ameaçando a empresa. É preciso ter provas de que o assédio acontece pra não ser prejudicado. Guarde e-mails ou grave conversas. Testemunhas também ajudam bastante, mas lembre-se que nem todo mundo quer correr o risco de perder o emprego.

Antes de chegar a uma decisão ao extremo como essa de colocar a empresa na justiça, tenta dar alertas ao chefe. Mostre que você está insatisfeito com a situação. Nada melhor do que entrar num acordo, porque algumas empresas, mesmo que ilegalmente, costumam checar a “ficha” do candidato e se descobrir que ele já moveu processo, pode não contratá-lo. Pode ser uma atitude perversa, mas não se enganem. As empresas checam a vida da pessoa antes de admiti-la e você é quem pode sair perdendo.

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
27
janeiro
08h00

Quer ganhar um aumento?

Se você acha que ter conhecimento técnico é suficiente para conquistar o aumento tão desejo, está enganado. As empresas olham em primeiro lugar a conduta dos profissionais. É o que aponta pesquisa da empresa de recrutamento Robert Half. Para 43% dos entrevistados no levantamento, quem possui capacidade de trabalhar em equipe é bastante valorizado.

Preste atenção

1
Procure participar ativamente da sua equipe de trabalho.
2
Aplique seus conhecimentos para melhorar os resultados da empresa.
3
Dê tempo para a empresa adquirir confiança em você e no seu trabalho.

R7 Plano B1 300x300 Quer ganhar um aumento? Em segundo lugar, com 36% das respostas, vem as competências técnicas. Mas vale destacar que é preciso aplicar esse conhecimento na conquista de resultados. Sem resultados, a recompensa fica bem distante de ser alcançada. Ou seja, aqueles que conseguem usar tudo o que aprendeu nas experiências anteriores em conjunto com o que viu na sala de aula saem na frente.

Vontade de aprender e lealdade também são pré-requisito na hora que o empregador vai avaliar quem merece ser reconhecido. O recado está dado para quem costuma pular de galho e galho. A conhecida geração Y, daqueles que estão no início da carreira, precisa ficar atenta. Mudar muito de emprego pode ser um verdadeiro tiro no pé!

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
22
janeiro
06h00

Como saber se é hora de pedir demissão

Você acha que não é valorizado? Detesta o ambiente da empresa e se sente desmotivado? Odeia o chefe? Acha o trabalho chato? Se você respondeu sim a todas essas perguntas, talvez esteja na hora de questionar se está na hora de pedir demissão. Claro que abrir mão de um emprego costuma ser algo bastante complicado, mas quando não há perspectivas de que surja uma melhor oportunidade do ponto de vista financeiro ou profissional, vale a pena pensar.

Preste atenção

1
Pare. Pense. Analise a sua situação
2
Poucos chefes sabem exercer realmente a função de líder.
3
Chefes, em geral, gostam de subordinados que dão soluções para os problemas que surgem.

R7 Emprego pedir transferencia 300x300 Como saber se é hora de pedir demissãoFicar num lugar apenas porque gosta do que faz ou porque não apareceu outra proposta mais interessante pode ser um erro fatal. O importante é avaliar se o atual emprego está sendo positivo para o crescimento profissional. Pondere se o trabalho tem contribuído para um maior aprendizado que permita dar saltos na carreira. Nada de comodismo. Sair da zona de conforto vai fazer toda a diferença se você deseja ter sucesso.

Por isso, o autoconhecimento é fundamental. Cada um de possui valores que devem ser respeitados. Se para você o importante é ser feliz e ter qualidade de vida, o trabalho precisa ser motivo de satisfação. Mas se você é ambicioso e não se incomoda em trabalhar 14 horas por dia, inclusive nos finais de semana, o emprego ideal é aquele que te traga desafios constantes.

A partir daquilo que deseja para sua vida profissional, analise se sua situação o incomoda realmente. Se sim, veja se é possível mudar de área ou até de atividade onde está. Considere a chance de ter uma nova perspectiva pessoal dentro da companhia. Se nada disso for possível, aí sim é o momento de buscar um novo emprego. Mas lembre-se, antes de tomar uma decisão radical aproveite que está empregado para conseguir algo melhor.

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
20
janeiro
06h00

Não seja um problema para o chefe e sim a solução

As pessoas precisam aprender que chefe não é amigo do subordinado. Chefe é amigo dele próprio. Por isso mesmo, não quer que o subordinado leve problemas. Na visão de alguns chefes – maus chefes, diga-se de passagem - o problema do subordinado é um problema que o próprio subordinado tem de resolver. Na verdade, quando o problema está relacionado ao trabalho cabe ao chefe solucionar.

Preste atenção

1
Chefes não gostam de subordinados que só levam problemas.
2
Poucos chefes sabem exercer realmente a função de líder.
3
Chefes, em geral, gostam de subordinados que dão soluções para os problemas que surgem.

R7 Assedio moral 300x200 Não seja um problema para o chefe e sim a soluçãoAssim, deixe o chefe resolver o problema para o qual ele é remunerado e, provavelmente, é capaz de fazer. Agora, chefe bem preparado e que tenha boa-fé é muito raro. Poucos são aqueles que sabem exercer bem a função de liderança. O que mais se encontra por aí são chefes despreparados, inseguros, autoritários, com má fé.

Quando um funcionário tem problema pessoal, falta porque o filho está doente ou vive reclamando do salário, esteja certo de que ele virou um problema para o chefe. E, certamente, não o terá mais como seu chefe por dois motivos: ou ele vai se livrar do subordinado na primeira oportunidade ou o jovem é quem vai se livrar dele o mais rapidamente possível. E você, é problema ou solução para o seu chefe?

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
18
janeiro
06h00

O vestibular está chegando. Você já sabe que profissão vai seguir?

Não é tão fácil assim decidir a profissão que se pretende seguir. A indecisão é natural quando o jovem está perto de prestar vestibular e há uma pressão da família, principalmente na hora da escolha. Muitos pais só olham para a carreira que dá mais dinheiro e nem sempre é aquilo que filho deseja.

Preste atenção

1
Resolver que carreira profissional seguir não é fácil.
2
A profissão não depende só do dinheiro que possa render.
3
Converse com profissionais de diversas funções para decidir sua carreira futura.

R7 Escolher o caminho 300x188 O vestibular está chegando. Você já sabe que profissão vai seguir?Por isso, procure descobrir o que lhe dá satisfação. Não se escolhe uma profissão pensando na grana ou porque algum parente se deu bem nessa ou naquela profissão, muito menos por ser uma carreira que está na moda. É preciso ter foco no que você realmente quer. Pense bem no que te espera no futuro.

Faça as seguintes perguntas: Você gosta de “ralar” e de estudar? Você gosta de ficar presa em uma sala trabalhando sozinha? Ou você gosta de trabalhar com bastante gente ao lado? Essas são indagações que vão te levar ao lugar certo.

Ainda não deu pra escolher? Bem, aí talvez o melhor a fazer é um teste de aptidão profissional para identificar a profissão compatível com o seu perfil. Existem sites bacanas que podem ajuda, alguns até gratuitos como esse: www.maquinadeprofissoes.com.br.

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
15
janeiro
06h00

Saiba lidar com o mau humor do chefe

Não existe nada pior do que chegar ao trabalho e dar de cara com o chefe mal-humorado. É um Deus nos acuda quando ele acorda irritado. Ninguém escapa, dá bronca no primeiro que aparece, sai gritando com todo mundo e nunca se mostra satisfeito com a equipe. Antes que esse tipo de comportamento prejudique sua saúde, aprenda a lidar com os pequenos “ pitis” dele.

Preste atenção

1
Preste atenção no humor do seu chefe para não conversar em hora indevida
2
Fale com a secretária se precisar conversar com o chefe que está mal-humorado.
3
Não provoque o seu chefe e só prometa o que puder cumprir.

R7 Chefe autoritario 300x300 Saiba lidar com o mau humor do chefeComo? Em primeiro lugar, evite o confronto. Quando ele te chamar na sala, vá preparado. Respire fundo e conte dez vezes para não bater de frente. Se tiver um problema sério para resolver com ele, postergue o máximo que der até que essa crise de mau humor vá embora. Lembre-se de que é importante conhecer os sinais que indiquem que uma tempestade está se avizinhando. Isso vai ajudá-lo a antever os tão conhecidos ataques de histeria.

Por isso, mantenha um canal direto com a secretária. Ela é a pessoa mais próxima do seu chefe e saberá melhor do que ninguém como está o clima naquele momento.  Além disso, não leve os embates para o lado pessoal, a menos que o mau humor esteja relacionado a você. Se os puxões de orelha estiverem relacionados a problemas como seu baixo desempenho ou porque você não vem dando conta dos projetos, espere a poeira abaixar e tenha uma conversa franca com ele.

Não deixe que o mau humor se transforme em ações vingativas. Se a situação entre você e seu chefe estiver de mal a pior, documente tudo o que acontecer e se alguém questionar, você terá argumentos para justificar. Por fim, faça de tudo para não provocar a ira do chefe e nunca prometa o que não pode cumprir para fazê-lo mais feliz por alguns dias. Não esqueça que se você não cumprir, vai tirá-lo ainda mais do sério.

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
13
janeiro
06h00

Nada de desânimo nesse início de ano

O período de recesso entre Natal e Ano Novo acabou. Agora é a vez de encarar a realidade mais uma vez. Isso é um tormento pra você? Então, está na hora de parar e pensar: por que é tão difícil? Será que você está insatisfeito com o que faz e a inércia não lhe permite sair da zona de conforto? Ou será que já virou hábito reclamar do trabalho?

Preste atenção

1
Não adquira o hábito de só reclamar.
2
Analise se está insatisfeito. Converse com a liderança.
3
Enfrente a realidade, saia da zona de conforto.

R7 Trabalho levar problema para casa 300x224 Nada de desânimo nesse início de anoEssas são questões que você precisa se perguntar urgentemente. É natural que o cansaço ou estresse o deixem sem vontade de ir trabalhar de vez em quando. Isso mesmo, de vez em quando. Agora, se a falta de motivação é recorrente, sinal amarelo! Alguma coisa está errada. Os sinais são bem claros, quem gosta do que faz acorda com toda disposição para mais uma semana. Se esse não é o seu caso, está na hora de procurar algo que te motive, que te faça feliz.

O problema é salário? Fale com seu chefe e tente um aumento. Não recebeu a promoção que tanto deseja? Ressalte os resultados que alcançou para ter a chance de ser premiado. Apesar do desaquecimento da economia, o mercado ainda traz oportunidades. Mexa-se, pare de reclamar. De nada adianta ficar resmungando. É pura perda de tempo. Lute, vá em busca de sua felicidade.

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks