25
maio
06h00

Quando o chefe não vai com a sua cara, o que fazer?

Uma conhecida me falou outro dia que está de chefe novo e por não tê-la contratado, já está boicotando o seu trabalho. Essa é uma situação bem comum no mundo corporativo e o fato de não gostar de quem não selecionou é perverso mas, infelizmente, natural. Afinal, os chefes preferem recrutar a equipe com quem vai atuar.

Preste atenção

1
Não se precipite, mostre seu trabalho e será reconhecido.
2
Tenha paciência e conquiste a confiança do seu novo chefe.
3
Mostre seu potencial, interesse e dê ideias inteligentes.

R7 Medo Entrevista 300x300 Quando o chefe não vai com a sua cara, o que fazer?Fica realmente complicado, em um primeiro momento, lidar com a situação e as chances de permanecer na companhia tornam-se um tanto difíceis, além da ascensão para um posto maior ficar "assim assim" um tanto distante. Há como reverter a situação? Sim, mas saiba que é preciso muito empenho, paciência e a famosa resiliência. Quando entra um chefe novo é natural que ele leve pessoas da sua confiança. O que não quer dizer que se tenha de ficar desesperado.

O recomendável é ficar atento aos sinais e observar se suas atitudes estão dando resultado. Se perceber que nada mudou, mude a estratégia. Trazer o chefe para o seu lado, fazê-lo ver seu potencial e sempre estar disponível para desenvolver novas tarefas ajudam e muito. Agora, se todo esse esforço continuar sendo em vão, aí sim, pense na possibilidade de buscar um novo emprego. Esperar para ser queimado e descartado na primeira oportunidade, não é algo bacana.

Pare de sofrer e vire o jogo a seu favor como fez a minha amiguinha.

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
23
maio
06h00

Quem gosta de se encostar nos colegas precisa ficar alerta!

Se você já chega de manhã reclamando do trabalho, não vê a hora do expediente acabar, fica resmungando aos quatro quantos e sempre que dá encontra uma brecha pra se encostar no colega do lado, alerta! Nenhum chefe gosta de funcionário que tem esse tipo de postura. Se ele pede pra fazer alguma coisa além do seu trabalho, não hesite. Nada empurrar tudo que pode com a barriga.

Preste atenção

1
Não descarregue no seu colega as suas responsabilidades.
2
Se você é preguiçoso, cuidado, as empresas não gostam de funcionários que morcegam.
3
Preguiçosos acabam sendo demitidos.

R7 Empregado Preguicoso 300x199 Quem gosta de se encostar nos colegas precisa ficar alerta!Esse tem sido uma reclamação recorrente nas minhas conversas com leitores do blog de carreiras. Parece até que virou moda passar a bola e "morcegar" no trabalho.

Funcionário preguiçoso não tem vez nas empresas.  Saia da zona de conforto da qual está acostumado e nada de se esconder por trás daquele colega que sempre segura suas pontas. Uma hora você será descoberto e aí já era. Você até pode durar um pouco, mas vai chegar o momento em que a casa começa a ruir.

Um pouco de preguiça não tem grandes problemas, apesar de não ser recomendável. A questão é quando isso passa a ser uma atitude comum e recorrente no dia a dia. Por isso, muito cuidado se você é preguiçoso e não gosta de colocar a mão na massa. A má notícia que tenho pra gente assim é que seus dias estão contados. Ainda mais no cenário atual, em que as empresas estão cortando por conta da crise.

Ei, você aí? Acorda malandro!

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
20
maio
06h00

Cuide bem da sua reputação

Basta apenas uma mentirinha de nada pra sua vida virar um inferno. Não é porque você foi injustiçado pelo ex-chefe que dá pra inventar desculpas sobre sua demissão na hora de procurar um novo emprego. Também não justifica falar que fez inúmeros cursos para dar uma turbinada no currículo se não for verdade.

Preste atenção

1
Seja honesto nas suas entrevistas de emprego.
2
As redes sociais e internet ajudam a descobrir tudo sobre qualquer pessoa.
3
Identifique vagas onde o seu CV possa ser aproveitado.

R7 Demitido 200x300 Cuide bem da sua reputação  O Erivelton, grande figura da nossa confraria de vinhos, me perguntou se poderia omitir o verdadeiro motivo da sua demissão no último emprego para não causar má impressão na entrevista que ele faria na próxima semana. A conversa foi boa e ele saiu convencido sobre a maneira mais apropriada para tratar dessa coisa desagradável chamada "demissão" quando se "está em busca de novos desafios".

Hoje, é cada vez mais fácil pegar uma pessoa na mentira. Com o Google e as redes sociais, é moleza descobrir tudo – ou quase tudo – sobre a vida de um candidato. O que você deve fazer pra valorizar as competências e ter uma chance no mercado?

A grande sacada do currículo é escrever de maneira mais precisa possível suas qualidades profissionais, seus pontos fortes e o valor que você proporcionou às empresas para as quais serviu com afinco e dedicação. Deixe os pontos fracos, que todos nós temos, pra comentar no momento da entrevista se lhe for perguntado (nada de ficar animadinho e sair contando coisas que não foram perguntadas!).

As suas qualidades são importantes e podem ser desejadas. Dificuldades podem existir na hora de encontrar um lugar onde você possa usar o seu talento. Talvez você não tenha as qualificações para aquele emprego bacana que está querendo.

Então, você tem duas coisas a fazer, reconhecer e tentar suprir essa deficiência ou adquirir as competências necessárias. Não adianta inventar qualificações que você não tem, nem se candidatar a uma vaga para a qual não está preparado. Isso vai fazer muito mal a sua imagem.

Quer saber o que aconteceu com o revigorado Erivelton? Está todo prosa com o emprego novo que rolou depois da entrevista.

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
18
maio
06h00

Seja mais confiante no seu potencial

A falta de confiança em si próprio não é defeito, é característica. Tem gente que é mais ousada, tem gente que é mais ou menos ousada e tem gente que não se sente tão confiante. Isso é uma questão de autoestima. Cada um precisa descobrir aquilo que o motiva, que dá confiança. A falta de autoestima não acontece porque a pessoa é incapaz.

Preste atenção

1
Não se ache incapaz. Trabalhe com confiança.
2
Descubra suas habilidades e seja melhor no que faz.
3
Não desista dos seus objetivos. Aproveite todas as oportunidades.

R7 Emprego primeiro 300x199 Seja mais confiante no seu potencialToda pessoa é dotada de uma habilidade. Pode ser que você ainda não tenha descoberto qual é a sua. Por isso, antes de tudo é necessário acreditar em você mesmo. Todo dia quando acordar, olhe para o espelho e diga que você é capaz, que você é o melhor naquilo que faz. Esse é um exercício que vai ajudá-lo a ganhar mais confiança.

Pense que você é realmente bom. Pode parecer papo de consultor, mas não é. Tenha certeza de que as pessoas chegaram lá porque nunca desistiram de seus sonhos e sempre acreditaram no seu potencial. Procure encontrar seu ponto forte. Ninguém é incapaz e não esqueça que um dia você vai chegar lá. Só não pode é desistir. Então, nada de ficar deprimido. Quem quer alcançar o sucesso precisa batalhar pelo que quer. A vida é cheia de oportunidades, por isso lute.

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
16
maio
06h00

Como tem gente sem noção no emprego!

Tem muita gente que acha que pode sair fazendo críticas não construtivas e aí acaba sendo rude. Pior ainda é quando o chefe, em situações de pressão, sai agredindo todos da equipe. Há ainda aqueles sempre prontos para emitir um comentário ácido sobre os outros ou dar pitaco não solicitado.

Preste atenção

1
Cuidado com críticas não construtivas.
2
Mesmo criticando não é legal ser rude e agressivo.
3
Suas insatisfações e grossuras não devem ser descontadas em outros profissionais.

R7 Lavar roupa suja 300x199 Como tem gente sem noção no emprego!Lidar com gente assim não é nada fácil. Não leve desaforo pra casa, mas procure manter a calma. Não altere o tom de voz pra não perder a razão. Deixe que ele por si próprio sinta-se mal por suas ações. Agora, se você é quem quer ajudar um colega, mas acaba exagerando na forma como faz suas críticas ou observações a respeito dele, pense duas vezes antes falar alguma coisa. Críticas normalmente não são bem-vindas, as pessoas tendem a ficar na defensiva e rejeitar de pronto.

Não seja azedo, nem jogue suas insatisfações em cima de quem não tem nada a ver com seus problemas. Tome uma atitude e mude rápido. Sua vida e seu trabalho vão ficar muito melhores. Não seja grosso e entenda que as pessoas têm limitações, assim como você mesmo. Não seja arrogante. Lembre-se que quem quer ajudar, jamais pode ter uma atitude contraditória.

Na dúvida, fique calado. Às vezes, bom mesmo é não emitir comentários e impedir que sua opinião seja má interpretada ou destrua a autoestima do colega. Da mesma forma que não se deve fazer piadinhas de mal gosto. Todo cuidado é pouco.

Isso que a Mariana - moça esperta lá dos rincões gaúchos - relata ocorre constantemente. Nesse momento é que deve prevalecer a minha, a sua, a nossa inteligência emocional tão valorizada no mercado de trabalho.

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
13
maio
06h06

Um show de horror!

Foi com essa expressão que o meu colega Fernando descreveu a experiência de recrutamento de uma candidata para substituir a assistente que havia pedido demissão. Dois pontos importantes chamaram a atenção do Fernando:

Preste atenção

1
Verifique bem o seu currículo antes de enviar para as empresas.
2
Cuidado com o seu vocabulário nas entrevistas.
3
Não abandone a boa leitura, pratique redação e fale corretamente.

R7 Medo de tirar ferias e perder o emprego1 199x300 Um show de horror! 1. Descuido com os currículos

A maioria dos CVs não preenchia os requisitos mínimos requeridos para a vaga e claramente especificados na oferta de emprego. Muitos traziam fotos do perfil no Facebook, com gente mostrando a língua, dedos abertos entre os olhos, vestidas com roupas de praia e por aí vai. Sem contar os inúmeros erros de ortografia e gramática.

2. Má postura nas entrevistas

Durante a seleção ao vivo, boa parte das candidatas abusava de gírias: "beleza", "tipo assim", "rola maneiro", "tô a fim de descolar uma grana", "sussa"... Além disso, minissaia, decote ousado, maquiagem exagerara faziam parte do pacote.

Enfim, um show de aberrações! Ao ouvir o meu colega, de cara me perguntei: como é possível dar emprego a pessoas com esse perfil? A verdade é que estamos vivenciando um empobrecimento cultural generalizado. As pessoas não leem mais, falam o dialeto das redes sociais, não raciocinam e nem querem pensar.

Para elas, basta dar uma "googada" e a resposta aparece instantaneamente. Tudo ali, a apenas um clique. Onde iremos chegar com tudo isso.

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

 

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
11
maio
06h00

Pessoas com pavio curto precisam dominar o temperamento

Quem tem personalidade difícil nem sempre reconhece que pode arruinar sua carreira por ser mais esquentado. Quem gosta de comprar uma briga ou vive soltando veneno, precisa aprender a ter autocontrole. Mesmo que o chefe não se incomode, vale ficar esperto se esse tipo de comportamento não está deixando os colegas irritados ao ponto de se afastar.

Preste atenção

1
Muito cuidado com o seu comportamento e gênio.
2
Seja politicamente correto e evite confrontos.
3
Cuide do seu temperamento difícil e seja mais flexível.

R7 Atraso 199x300 Pessoas com pavio curto precisam dominar o temperamento   Não quero dizer que as pessoas devam ser sempre boazinhas, mas no ambiente de trabalho o profissional não pode sair por aí falando o que bem entende. Ser político e evitar grandes confrontos são pontos importantes para a carreira. Ninguém suporta aquele cara chato, que vive apontando os erros alheios ou não segura a língua.

Em geral, pessoas difíceis ou complicadas são inseguras, escondendo por trás da carapaça dura o medo de serem vistas como incompetentes. Se você é pavio curto ou “exigente demais”, pare e reflita. Aprenda a ser mais flexível e menos temperamental. O aspecto comportamental é visto hoje pelas empresas como um fator fundamental na hora de promover alguém ou descartá-la. Fique atento!

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
9
maio
06h00

Aprenda a lidar com gente do mal

Não há dúvida de que tá cheio de gente mau caráter nas empresas. Como tem chefe que estimula a competição desenfreada, sem se importar de que forma essa “disputa” acontece, é preciso aprender a lidar com isso. Se você não se incomoda em ser competitivo, mas preza pela integridade, não aceite o jogo sujo.

Preste atenção

1
Ter concorrência é bom, mas sem jogo sujo.
2
Se imponha, mas nunca bate de frente com o mau caráter.
3
Aprenda a lidar com profissionais de mau caráter.

R7 Assedio moral 300x200 Aprenda a lidar com gente do mal Busque sempre alternativas para fugir desse ambiente, como mudar de área ou trabalhar longe do mau caráter. Não tem como? Ignore suas ações e se imponha na medida do possível, mas nunca bata de frente. Caso você tenha abertura, tente de alguma forma fazer com que a liderança da empresa saiba do problema.

Se na sua empresa tiver um canal direto com o RH que permita fazer reclamações anônimas, não hesite. Agora, se não tiver jeito mesmo o melhor caminho é procurar outro emprego. Ética é uma característica supervaliosa e quem a preza, não deve jamais sucumbir

Não esqueça que o mundo é cheio de gente do mal e aprender a lidar com essas pessoas é uma arte. Não desista!

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
6
maio
06h00

Ser verdadeiro no trabalho, pode?

Com o passar do tempo, é natural que você conte um pouco mais sobre o lado pessoal no trabalho. Tem chefe que tenta entender como é sua equipe para lidar com ela. Em todas as situações, o mais aconselhável é você se resguardar o máximo que puder sobre sua vida. Nunca se sabe qual a finalidade das pessoas em saber mais sobre você.

Preste atenção

1
Participe das rodas de conversas dos colegas, mas seja discreto quanto à sua vida particular.
2
Não critique as lideranças.
3
Assuntos pessoais dão boas fofocas no ambiente de trabalho.

R7 Puxa saco privilegiando 300x200 Ser verdadeiro no trabalho, pode?Tenha uma postura profissional em quaisquer circunstâncias e cuidado com o que você fala. Não diga nada que seja polêmico ou desagradável. Evite fazer críticas muitos duras sobre seu chefe com os colegas, muito menos revele coisas pessoais para quem você tem intimidade. Lembre-se que no ambiente de trabalho ninguém é amigo de ninguém. No happy hour com colegas, seja discreto. Mais discreto ainda seja naquele churrasco de final de semana ou fim de ano com o pessoal do escritório.

Seus problemas pessoais ou brigas em casa devem ficar apenas com você. Há pessoas no trabalho que adoram fazer fofoca sobre os colegas ou querem puxar o tapete usando informações sobre você para o lado negativo. Por isso, seja reservado.  Não exponha seu lado frágil e deixe sempre uma dúvida pairando no ar sobre sua vida. As pessoas adoram ter o controle sobre o outro e quem você realmente é só interessa para quem não usará essas informações contra você.

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
4
maio
06h00

Está difícil encarar a competição no trabalho?

R7 Plano B21 238x300 Está difícil encarar a competição no trabalho?

Preste atenção

1
Converse com muita educação com o seu colega mau caráter.
2
Faça o seu trabalho bem feito e não dê motivo para ser mal falado.
3
Se nada der certo, fale diretamente com o seu chefe.

A competição no ambiente de trabalho está ficando cada dia mais complicada, aliada à falta de caráter de certas pessoas. Muita gente acha que prejudicar os colegas vai levá-lo a subir mais rápido. Como resolver o seu problema? O chefe atento deve perceber a situação e dar um jeito. 

Se o chefe não estiver nem aí ou não se tocar sobre o que acontece, vejo duas providências que você pode tomar. A primeira é ter uma conversa franca com os seus colegas, fazendo ver que eles estão te prejudicando e prejudicando o patrão também. Seria uma conversa educada, mas com firmeza. 

A segunda providência é prestar o máximo de atenção ao seu trabalho, fazer tudo bem feito e mostrar o quanto você é capaz. Eles não te deixam trabalhar? Dê um jeito de driblar esse problema, mesmo que para isso seja necessário dar um chega pra lá em algum de seus colegas. Não tenha receio de enfrentar e se impor. Você precisa se defender Celeste, antes que seu trabalho fique comprometido. 

E lembre-se, colegas que adoram prejudicar os outros não têm um futuro muito legal. Um último conselho, se o desespero bater à sua porta, você deve falar diretamente com o chefe e "entregar" quem está te atrapalhando a vida de forma injusta. Você não pode é ficar quieta e esperar que venha uma solução mágica pra resolver tudo. Não é assim que as coisas funcionam no mundo corporativo.

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks