31
julho
06h00

Sua carreira está estagnada?

Os primeiros sinais de crise profissional aparecem quando se percebe que não há mais desafios naquilo que faz ou não encontra chances de crescer. Aí vem aquele desejo de mudar de área e até de carreira, mas o caminho não é tão simples assim.  É preciso encarar as várias curvas que encontrará pela frente, que passam por dar vários passos pra trás e retomar à estaca zero.

Preste atenção

1
Fique preparado para trocar de área ou até de carreira.
2
Lembre-se que mesmo com anos de experiência uma nova carreira é um recomeço e você um novato.
3
Nada de ficar com medo. Enfrente a mudança com otimismo e aprenda com os mais experientes.

R7 Emprego troca 235x300 Sua carreira está estagnada?Isso mesmo. Apesar de toda a experiência de anos e anos de estrada, na nova área ou na nova carreira, você é considerado um novato. Nesse momento, você estará disputando espaço com quem já construiu uma trajetória, de erros e acertos, na atividade. Por isso, pense bem se você está disposto a começar tudo de novo, bem debaixo.

Se a sua decisão for pela mudança, não mostre que caiu ali de paraquedas. Aproveite os pontos positivos da sua carreira que podem ser interessantes em aplicar na nova área. Vá aos poucos aprendendo tudo que puder com quem estiver ao seu lado, faça cursos, arregace as mangas. Seja objetivo e não fique comparando o cenário que está vivendo com o passado.

Na hora de optar pela mudança de rota, é importante seguir em frente sem remoer as coisas. O caminho é árido mesmo. Força e coragem. Se a escolha não for acertada, lembre-se de você acabou ampliando o seu escopo de atuação e seu currículo ficará ainda mais rico. Afinal, toda e qualquer experiência é sempre válida, principalmente quando suas habilidades comportamentais forem avaliadas. A diferença é saber usar todo esse aprendizado a seu favor, em qualquer circunstância.

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
29
julho
06h00

Seja proativo e conquiste seu chefe!

Uma das características valorizadas pelas empresas é a pro atividade. Ninguém gosta de funcionário preguiçoso ou descansado demais. Mostrar iniciativa, vontade de crescer, disposição para fazer o que aparece pela frente, encarar desafios e se antecipar a situações imprevisíveis são atitudes aplaudidas pelos chefes.

Preste atenção

1
Ser pro ativo ajuda na carreira profissional.
2
Não seja exagerado. Tudo que é demais traz transtornos futuros.
3
Pense, analise, tome decisões e dê sugestões. Mostre interesse e ajude seus subordinados.

R7 Empresa Junior 210x300 Seja proativo e conquiste seu chefe!Agora, quando ser proativo demais pode ser ruim? Como tudo na vida, o excesso nunca é legal. Você não pode atropelar as pessoas só porque quer mostrar serviço. Do mesmo jeito que não dá pra passar por cima do chefe pra aparecer na empresa. Há regras que precisam ser respeitadas. Tenha cuidado pra não parecer que você é um puxa-saco ou bajulador.

Tenha iniciativa, faça e aconteça. Só evite agir de forma impensada. Não haja de imediato, sempre pondere as situações.

Nunca espere que as pessoas tomem as decisões por você, mas também não tome decisões pelas pessoas. Pior ainda é ficar mandando nas pessoas que não são seus subordinados para mostrar que você está ligado a tudo o que acontece em sua volta.

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
27
julho
06h00

Muito cuidado com a rádio peão

Apesar de ser quase impossível ficar alheio à fofoca no ambiente de trabalho, fuja dela. Nunca se sabe, você pode se ver envolvido na história e o que você disser será distorcido, comprometendo sua imagem ao chefe. Mas isso não quer dizer que você deve ficar alheio ao que acontece ao seu redor. Ficar isolado sem qualquer tipo de contato com as pessoas é ruim, até mesmo porque em alguns casos há informações que não chegam pelos canais tradicionais da empresa.

Preste atenção

1
Atenção não faça fofocas e nem participe ativamente delas.
2
Observe, ouça e guarde as informações para referência futura.
3
Interagir com colegas e departamentos é excelente, mas aprenda a ouvir e não comentar fofocando a respeito.

R7 Fofoca 300x199 Muito cuidado com a rádio peão Só evite fazer comentários, estimulando o boato. Ouça e fique calado. Guarde as informações que teve só pra você e faça suas reflexões. Quando estiver no cafezinho, não fuja das pessoas que comentarem coisas sobre a empresa. Apenas fique atento pra não emitir opinião. É importante saber a diferença entre ouvir e falar. Não se deve ficar isolado das pessoas e focar apenas no trabalho.

Interagir com os colegas de trabalho é imprescindível, da mesma forma que circular por áreas também. Não tem nada de errado em ficar por dentro do acontece na empresa, mesmo porque às vezes os sinais de fumaça de que haverá cortes ou algum tipo de fusão nem sempre vêm do chefe. O que não dá é pra entrar no jogo perigoso da fofoca. A melhor estratégia é saber ouvir.

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
24
julho
06h00

Buscando novo emprego?

Confira alguns aspectos que é preciso ficar atento: 

Preste atenção

1
Atenção com o seu lado emocional, finanças e planejamento.
2
Procure ficar tranquilo e evite gastos desnecessários.
3
Atualize seu CV, acione seus contatos e converse mais com amigos e pessoas experientes.

R7 Emprego nova proposta 300x225 Buscando novo emprego?Tenha controle emocional: nessa etapa é preciso calma para lidar com a ansiedade, o nervosismo e a insegurança. Quanto mais tranquilo você estiver, maiores são as chances de encontrar uma nova oportunidade

Cuide das suas finanças: vale a pena definir prioridades. Evite gastos desnecessários e não extrapole de forma alguma o orçamento. Se perder o controle, vai ser mais difícil contornar as dívidas – o que afetará seu lado emocional

Planeje-se: é fundamental traçar uma estratégia para todos os momentos de transição. Atualize seu currículo, acione e mantenha viva sua rede de contatos e prepare-se para as entrevistas de emprego.

Não perca o foco!

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
22
julho
06h00

Como lidar com a falta desmotivação no trabalho

Se você sente um enorme cansaço com a rotina do dia a dia, perdeu o interesse no próprio trabalho, procura o isolamento social, se vê sobrecarregado por tarefas simples e vive triste, muito cuidado. Você pode estar com um alto nível de estresse e ainda não percebeu.

Preste atenção

1
Procure identificar o que está ocorrendo com você para ficar desanimado.
2
Faça uma auto avaliação e descubra porque está angustiado no trabalho.
3
Converse com seu chefe, explore a possibilidade de mudar de área e voltar a ter novos desafios.

R7 Nome sujo 300x219 Como lidar com a falta desmotivação no trabalhoAlgumas vezes, esses sintomas vêm acompanhados por um sentimento de incapacidade, desmotivação e insatisfação. Se tudo isso estiver acontecendo com você, procure um profissional para lhe ajudar. É preciso fazer uma auto avaliação e descobrir quais os motivos que o levaram a tamanha angústia.

Talvez seja o caso de mudar de área ou até de emprego. Fique atento e não se deixe engolir. Você pode achar que o problema é você quando na verdade pode ter a ver com o tipo de trabalho que você faz ou excesso de atividades. Já parou para pensar no que realmente te aflige?

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
20
julho
06h00

Você é fio desencapado?

Quem tem personalidade difícil nem sempre reconhece que pode arruinar sua carreira por ser mais esquentado. Quem gosta de comprar uma briga ou vive soltando veneno, precisa aprender a ter autocontrole. Mesmo que o chefe não se incomode, vale ficar esperto se esse tipo de comportamento não está deixando os colegas irritados ao ponto de se afastarem.

Preste atenção

1
No ambiente de trabalho tudo depende do autocontrole.
2
Aprenda a evitar confrontos no seu trabalho.
3
Lembre-se que o comportamento também entra na avaliação de futuras promoções.

R7 Meu chefe nao me ouve 199x300 Você é fio desencapado?Não quero dizer que as pessoas devam ser sempre boazinhas, mas no ambiente de trabalho o profissional não pode sair por aí falando o que bem entende. Ser político e evitar grandes confrontos são pontos importantes para a carreira. Ninguém suporta aquele cara chato, que vive apontando os erros alheios ou não segura a língua.

Em geral, pessoas difíceis ou complicadas são inseguras, escondendo por trás da carapaça dura o medo de serem vistas como incompetentes. Se você é pavio curto ou “exigente demais”, pare e reflita. Aprenda a ser mais flexível e menos temperamental. O aspecto comportamental é visto hoje pelas empresas como um fator fundamental na hora de promover alguém ou descartá-la. Fique atento!

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
17
julho
06h00

Levou uma bronca do chefe e desabou a chorar?

Tem gente que não segura a onda quando é repreendido pelo chefe ou recebe alguma crítica mais forte. Basta um tom de voz mais alto para a pessoa desabar e cair no choro. Mas até que ponto mostrar uma fragilidade na frente do chefe pode prejudicar a sua carreira? Apesar de acreditar que as pessoas não devam mascarar a sua personalidade, acho muito complicado o profissional se expor diante do chefe ou mesmo de um colega de trabalho. Mas não quero aqui dizer que quem é sensível precisa se tornar um ser humano mais duro.

Preste atenção

1
Até mesmo uma bronca tem que ser encarada com profissionalismo.
2
Analise a bronca e procure melhorar seu desempenho.
3
Discuta o assunto e sugira soluções. Procure separar suas emoções da realidade profissional.

R7 Chefe maluco 300x300 Levou uma bronca do chefe e desabou a chorar?Cada um tem um jeito, mas no ambiente de trabalho as regras são outras. Ali todo mundo tem que ser profissional. Aconteceu um problema que passou dos limites? Vá até a sala do chefe e converse numa boa. Se você ficar raiva ou magoado, respire fundo, vá ao banheiro, desabafe em casa ou com aquele amigo em quem você confia. Mas nunca se deixe expor frente ao chefe. Ele pode achar que você é fraco e não suporta pressão.

Para não causar uma má impressão ou comprometer seu desempenho, nada de chorar pelos quatro cantos da empresa. Mostre que é maduro para lidar com situações complicadas. Encare o problema de frente. Não estou dizendo pra suportar qualquer coisa de bico calado. Apenas sugiro que use da habilidade de colocar as cartas na mesa sem o apelo emocional. Abra o jogo, diga que você não concorda com aquele tipo de atitude e aponte saídas. Quem chora pode ser visto como um fraco e não é isso que você quer pra sua carreira!

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
15
julho
06h00

Mudanças no trabalho: vai encarar?

O ser humano, em geral, é resistente a mudanças. Mas na era da informação em que vivemos, onde tudo muda o tempo inteiro e muito rapidamente, é preciso ser flexível. Por isso, nada de comodismo. As empresas valorizam profissionais que não se contentam com as coisas do jeito que estão e querem mais.

Preste atenção

1
Seja flexível. Encare as mudanças como novos desafios.
2
O bom profissional sabe como lidar com mudanças.
3
Se não sabe, aprenda como reagir positivamente.

R7 Chefe reconhecimento1 300x199 Mudanças no trabalho: vai encarar?Engana-se quem acredita naquele famoso ditado “em time que vence não se mexe”. A ordem nas organizações é mexer, trazer ideias novas, pensar fora da caixa, ter um olhar diferente e agir com ousadia. Saber lidar com as mudanças, seja diante de tarefas novas, seja de atividades importas pelo chefe, é uma característica fundamental do bom profissional.

Funcionários que não lidam bem com mudanças são vistos como reativos.  Claro que mudanças sempre geram insegurança. No entanto, estamos sempre encarando desafios novos no dia a dia, com situações diferentes no cotidiano. Assim, vale a pena aprender a pode reagir de formas variadas, sem ter medo de errar. Não enxergue mudanças como algo negativo que vai tirá-lo da zona de conforto. Isso não existe mais.

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
13
julho
06h00

Trocar de emprego em tempos de crise

O cenário de incertezas não é propício para mudar de rota ou trocar de emprego. Pé no chão é fundamental nessa hora. Mas isso não significa o fim do mundo para quem está insatisfeito com o trabalho. O melhor caminho é buscar uma nova oportunidade estando empregado. Assim, corre-se menos risco de ficar sem renda ao tentar algo novo.

Preste atenção

1
Não se precipite em mudar de emprego sem ter algo em vista.
2
Analise o seu CV e o que deseja para sua carreira profissional.
3
Planeje seu futuro com calma e converse com pessoas experientes.

R7 Emprego ok 300x217 Trocar de emprego em tempos de crise Pensa bem o que deseja para sua vida, coloque no papel quais são as ações que irá tomar e siga em frente. Fale com conhecidos, atualize seu currículo, reforce o networking e esteja atento às vagas nas redes sociais. Vá com calma, sem alvoroço e pressa.

Nada de aceitar a primeira proposta que aparecer. Pense e reflita: o que você realmente deseja para sua carreira? Se o chefe não reconhece seu trabalho, arrisque em um lugar em que possa mostrar seu talento. Se o problema for o estresse e a pressão extrema, o caminho pode ser encontrar uma atividade mais prazerosa, mesmo que seja preciso dar passos para trás.

Mas lembre-se de que qualquer decisão requer planejamento, principalmente em momentos adversos. Converse com alguém de confiança que possa ajudá-lo a pensar nos próximos passos.

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
10
julho
06h00

Não desanime, aprenda a ficar motivado

As emoções podem ser benéficas ou perigosas para o desempenho profissional. Seja pela forte cobrança por resultados rápidos, seja em razão daquele projeto complicado que te deixa estressado, saiba que mandamos constantes mensagens de alerta para o cérebro. O coração dispara, a pressão arterial aumenta e aí o cérebro reage para poder enfrentar novos problemas.

Preste atenção

1
Cuidado com as emoções, elas podem ser benéficas ou prejudiciais à saúde.
2
Deixe os problemas do trabalho no trabalho e aproveite o resto do dia de forma diferente.
3
Faça exercício, durma bem e descontraia com amigos e família.

R7 Inveja 300x225 Não desanime, aprenda a ficar motivadoEm princípio, o estresse é bom por fazer com que os níveis de atenção cresçam. O estresse se torna perigoso no momento em que a pessoa acha que não consegue dar conta do trabalho e entra num estado de paralisia. A situação fica drástica se depois de grandes esforços para driblar um desafio, a pessoa não chega a lugar nenhum.

Três fatores são importantes: lazer, sono e exercício. O primeiro passo é parar de pensar nos problemas assim que o expediente terminar. O lazer ajuda nessa tarefa, pois faz com que o cérebro se ocupe com atividades prazerosas e se sinta recompensado. O sono faz com que o cérebro registre as atividades desenvolvidas durante o dia e crie estratégias para resolver novos problemas.

Para funcionar bem, o cérebro precisa priorizar as atividades e diminuir a complexidade dos problemas. Esse é o segredo do bom planejamento mental. Por isso, é importante dividir os grandes problemas em pequenos desafios, que podem ser resolvidos com mais facilidade, e traçar uma estratégia simples para solucioná-los.

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks