1
julho
06h00

Busque motivação no que faz

É muito comum as pessoas se sentirem insatisfeitas com o trabalho. Mas será que dá pra ser feliz mesmo com os problemas e conflitos do dia a dia? Minha resposta é SIM. Isso mesmo, a felicidade no trabalho depende de como você encara sua rotina, lida com seus desejos e as suas frustrações. Para isso, listei algumas dicas que podem ajudá-lo a encontrar motivação no emprego e ser, de fato, feliz. Confira:

Preste atenção

1
Veja a sua rotina de forma diferente.
2
Aprenda a lidar com conflitos.
3
 Faça o que gosta e não trabalhe só por dinheiro.

R7 Emprego Novo Busque motivação no que faz1.       Goste do que faz – Este é o primeiro passo para ter uma vida feliz. Nem sempre você vai se sentir feliz, haverá dias em que as tarefas irão consumi-lo. Mas quando se gosta do que faz, os problemas parecem menores e, no fundo, você terá a certeza de que vale a pena encarar os desafios porque fez a escolha certa;

2.       Aprenda a lidar com conflitos – Os conflitos são inerentes e qualquer relação interpessoal. Por isso, é fundamental saber driblar problemas e não deixar levar o problema para o lado pessoal;

3.       Não escolha o emprego apenas pelo dinheiro – O maior erro que as pessoas cometem é escolher um trabalho analisando apenas o aspecto financeiro. Lógico que dinheiro é importante, mas não é tudo. Você pode se render à tentação e depois se ver frustrado, desanimado e sem energia. Faça-se a seguinte a pergunta: quanto você precisa ganhar para se sentir feliz?

4.       Saiba dizer NÃO - Dizer não é tirar o peso de acumular trabalho extra que você não consegue dar conta, impor limites e eliminar a enorme carga de estresse trazida pela sobrecarga de trabalho. Não tenha medo de dizer não ao chefe, mesmo que ele continue a pressionar ou questioná-lo sobre sua capacidade profissional. Lembre-se que é essencial colocar regras logo de início, antes que sua vida vire um tormento. Aprenda a resistir ao impulso de sempre dizer sim.

4    O trabalho fica no trabalho - Não torne como um hábito levar trabalho para casa. Se continuar seu dia de trabalho em casa, você não irá descansar como deveria e, certamente, abdicará de outros aspectos valiosos da vida pessoal. Será que é isso que você quer? É importante desligar-se do escritório, brincar com os filhos, praticar um esporte, caminhar, descontrair ou simplesmente não fazer nada.

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
29
junho
06h00

Chefe centralizador é um perigo!

Você faz de tudo para ganhar a confiança do chefe, mostra que é proativo e está sempre disposto a encarar novos desafios, mas não consegue que ele te dê atribuições desafiadoras? Antes de se sentir culpado e acreditar que não tem competência suficiente para desenvolver seu trabalho, faça uma pequena reflexão.

Preste atenção

1
Há chefes que gostam de ter profissionais que façam tudo.
2
Com chefe desconfiado, todo cuidado é pouco. Mostre seu trabalho e que pode ajudá-lo mais.
3
Conquiste a confiança do seu chefe e tire a impressão que quer ocupar o lugar dele.

R7 Poder 300x210 Chefe centralizador é um perigo!Há muitos chefes por aí que são extremamente centralizadores e têm dificuldade em delegar. Não será esse o caso? Se realmente você estiver fazendo tudo direitinho e perceber que seu chefe não confia na equipe, o problema pode estar com ele. Como lidar com um chefe assim?

Tente com jeitinho mostrar que você é um aliado, com quem ele pode contar. Chefes centralizadores, em geral, costumam ser inseguros e temem que a equipe não consiga fazer aquela atividade tão bem quanto ele. Por isso, deixe claro que está ali para aprender, que quer ajudá-lo a dividir o trabalho como forma de desafogá-lo do excesso de tarefas.

Procure também tirar a impressão de que você quer ou pode ser uma ameaça ao lugar dele. Chefes inseguros costumam ter na cabeça essa ideia infundada de que os subordinados podem sentar na sua cadeira. Então, fale que deseja ficar com a parte mais operacional, livrando-o de tarefas menos estratégicas e permitindo que ele se concentre naquilo que é necessário. Essas são táticas que vão ajudando a conquistar a confiança do chefe e aos poucos fazendo com que ele delegue mais.

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
27
junho
06h00

Trabalhar em outra cidade é opção para driblar a crise

Outro dia, uma conhecida me disse que um colega resolveu voltar para a cidade de origem após ser demitido. Sem tentar muito, acabou se recolocando rapidamente. Assim como ele, vi que algumas pessoas estão encarando uma mudança de lugar para tentar uma nova vida, já que o desemprego tem sido uma realidade.

Preste atenção

1
Mudar de cidade é uma das opções para se conseguir um novo emprego.
2
Antes de tudo consulte a família, principalmente se tiver filhos na escola.
3
Pense, analise, converse com pessoas que já passaram pela mesma situação.

R7 Emprego pedir transferencia 300x300 Trabalhar em outra cidade é opção para driblar a criseSerá que deixar toda uma trajetória pra trás pode dar certo? No início pode ser assustador, mas é preciso refletir. Consultar a família é fundamental antes de desbravar o desconhecido. Se você tem filhos, é preciso olhar se há bons colégios na cidade, se é possível que eles desenvolvam uma carreira no futuro na nova localidade ou mesmo se a esposa ou o marido conseguirá emprego.

Essas são questões que precisam ser avaliadas com atenção. O importante é enxergar o que for melhor para todos. No caso de uma pessoa sozinha, que não tem família, a decisão é menos complicada. Quando se perde o emprego num momento como esse, ficar parado é prejuízo. Arriscar algo diferente pode até significar abrir uma porta interessante.

Agora, para quem tem família, a insegurança é algo natural. Nem sempre os filhos e a mulher (ou marido) se adaptam à nova cultural da cidade para onde irão. Por isso, tenha em mente todos esses pontos citados acima na hora de avaliar uma proposta em outro lugar. Só não tenha medo de arriscar.

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
24
junho
06h00

Já pensou que você é quem cria barreiras para avançar na carreira?

Conheço um monte de gente que vive se lamentando da vida, só tem pensamentos negativos e fica choramingando o tempo todo. Já parou para pensar quantas vezes você fica reclamando por ficar anos e anos na mesma função dentro da empresa ou que nunca te chamam para uma entrevista de emprego?

Preste atenção

1
Pense positivo e não fique se lamentando e reclamando da vida.
2
Oportunidades existem, mas você tem que trabalhar no seu perfil.
3
Invista, se atualize, estude e acredite em si mesmo.

R7 Emprego troca 235x300 Já pensou que você é quem cria barreiras para avançar na carreira?Esse tipo de postura apenas vai contribuir para que sua carreira fique estagnada. Ter atitudes negativas em relação a si próprio acabam destruindo ainda mais sua autoestima e o empurrando pra baixo. Pior, te impedem de olhar para o que está realmente emperrando sua ascensão. Por isso, nada de ficar reclamando o tempo inteiro e se colocar na postura de vítima, ao achar que nada vai acontecer.

Você se sente derrotado? Saiba que esse é um passo para que as coisas de fato não aconteçam. Lembre-se que enquanto você fica justificando a falta de oportunidades, deixa de descobrir quais as razões que o levam a não dar um salto no emprego ou encontrar algo melhor.

O mesmo acontece quando se está concorrendo a uma vaga e o que vem à cabeça são pensamentos negativos de que não vão te contratar, que tem muita gente melhor disputando aquele emprego e por aí vai. Sentimento de derrota pode atrair o insucesso. Já pensou nisso? Então, nada de atitudes negativas. Acredite em si mesmo e passe a ver as coisas acontecerem pra você!

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
22
junho
06h00

Dominar o estresse é essencial para sobreviver no mercado

As emoções podem ser benéficas ou perigosas para o desempenho profissional. Seja pela forte cobrança por resultados rápidos, seja em razão daquele projeto complicado que te deixa estressado, saiba que mandamos constantes mensagens de alerta para o cérebro. O coração dispara, a pressão arterial aumenta e aí o cérebro reage para poder enfrentar novos problemas.

Preste atenção

1
Estresse também requer cuidado.
2
Laser, dormir bem e exercícios ajudam no controle do estresse.
3
Divida grandes problemas em pequenos desafios.

R7 Ansiedade 300x199 Dominar o estresse é essencial para sobreviver no mercadoEm princípio, o estresse é bom por fazer com que os níveis de atenção cresçam. O estresse se torna perigoso no momento em que a pessoa acha que não consegue dar conta do trabalho e entra num estado de paralisia. A situação fica drástica se depois de grandes esforços para driblar um desafio, a pessoa não chega a lugar nenhum.

Três fatores são importantes: lazer, sono e exercício. O primeiro passo é parar de pensar nos problemas assim que o expediente terminar. O lazer ajuda nessa tarefa, pois faz com que o cérebro se ocupe com atividades prazerosas e se sinta recompensado. O sono faz com que o cérebro registre as atividades desenvolvidas durante o dia e crie estratégias para resolver novos problemas.

Para funcionar bem, o cérebro precisa priorizar as atividades e diminuir a complexidade dos problemas. Esse é o segredo do bom planejamento mental. Por isso, é importante dividir os grandes problemas em pequenos desafios, que podem ser resolvidos com mais facilidade, e traçar uma estratégia simples para solucioná-los.

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
20
junho
06h00

Tenha um sono tranquilo e renda melhor no emprego

Se você vive irritado, acorda cansado, não consegue se concentrar e a memória não anda lá essas coisas, fique esperto. Pode ser que você esteja com algum tipo de interferência no sono. Profissionais que levam uma rotina estressante e trabalham sob grande pressão têm dificuldade, muitas vezes, em manter um sono tranquilo. Este é o seu caso? Então, vale a pena procurar ajuda médica para evitar que o problema atrapalhe sua produtividade no trabalho e até sua vida pessoal.

Preste atenção

1
Dormir bem ajuda a evitar problemas no trabalho.
2
Analise que hábitos estão ajudando a não dormir bem.
3
Cuidado. Estresse e noites mal dormidas andam juntas e só tendem a piorar.

R7 Problema pessoal 223x300 Tenha um sono tranquilo e renda melhor no emprego Tenho uma amiga que sempre acorda cansada e com sono. Esse é um sintoma que atrapalha e muito a produtividade...além de ser um risco para seu emprego. Procure descobrir que hábitos podem estar contribuindo para interromper o sono durante a noite. Será que está ingerindo grandes quantidades de bebida alcoólica? Ou o cafezinho da tarde o deixa alerta mais tempo que o necessário? Além disso, tente fazer atividades físicas para relaxar e combater o estresse. Agora, se nada disso adiantar, aí a solução é descobrir com o médico como ter uma boa noite de sono.

Há casos de pessoas que sofrem de bruxismo à noite e costumam ranger os dentes por não conseguir se desligar do estresse durante o trabalho, acarretando em um sono intranquilo. Noites mal dormidas são um grande vilão e podem deixar a pessoa sob um nível de estresse ainda pior. Cuide de você e tenha uma vida mais feliz! Sem perder o emprego, é claro!

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
17
junho
06h00

A competição no trabalho só vai se acirrar…

Um aluno da pós-graduação comentou dia desses que sua rotina está ainda mais insana por conta do momento que vivemos. As demissões que as empresas promovem deixam os quadros de funcionários enxutos, mas a pressão por resultado só aumenta. Como sobreviver a essa selva de tijolos?

Preste atenção

1
Cuidado com os colegas de trabalho, seja discreto.
2
Selecione bem os profissionais que estão ao seu redor até para considerar bons colegas.
3
Não espere sentado possíveis soluções. Converse com o seu chefe.

R7 Puxa saco privilegiando 300x200 A competição no trabalho só vai se acirrar...Não tem jeito, é aí que você vai descobrir como muitos mostrarão que fazem qualquer coisa e prejudicar o colega vai levá-lo à sua permanência. Sim, muitos aprenderão que é cada um por si. O importante é prestar o máximo de atenção ao seu trabalho, fazer tudo bem feito e mostrar o quanto você é capaz.

Se não te deixam trabalhar direito, dê um jeito de driblar esse problema. Mesmo que para isso seja necessário dar um chega pra lá em seus colegas. Não tenha receio de enfrentar e se impor. Você precisa se defender antes que seu trabalho fique comprometido.

E não esqueça, colegas que adoram prejudicar os outros não têm um futuro muito longo. Agora, se o desespero bater à sua porta, fale diretamente com o chefe e não permita que quem está te atrapalhando siga agindo de má fé. Você não pode ficar quieto e esperar que venha uma solução mágica pra resolver tudo. Não é assim que as coisas funcionam no mundo corporativo

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
15
junho
06h03

Você tem medo de mudanças?

O ser humano, em geral, é resistente a mudanças. Mas na era da informação em que vivemos, onde tudo muda o tempo inteiro e muito rapidamente, é preciso ser flexível. Com a economia em crise então, mudanças serão frequentes nos ambientes de trabalho. Por isso, nada de comodismo. As empresas valorizam profissionais que não se contentam com as coisas do jeito que estão e querem mais.

Preste atenção

1
Seja flexível às mudanças. Atualize-se.
2
Pense grande, sugira inovações.
3
Encare as mudanças como desafios a serem superados.

R7 Mudar 300x206 Você tem medo de mudanças? Engana-se quem acredita naquele famoso ditado “em time que vence não se mexe”. A ordem nas organizações é mexer, trazer ideias novas, pensar fora da caixa, ter um olhar diferente e agir com ousadia. Saber lidar com as mudanças, seja diante de tarefas novas, seja de atividades importas pelo chefe, é uma característica fundamental do bom profissional.

Funcionários que não lidam bem com mudanças são vistos como reativos. Claro que mudanças sempre geram insegurança. No entanto, estamos sempre encarando desafios novos no dia a dia, com situações diferentes no cotidiano. Assim, vale a pena aprender a pode reagir de formas variadas, sem ter medo de errar. Não enxergue mudanças como algo negativo que vai tirá-lo da zona de conforto. Isso não existe mais!

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
13
junho
06h00

Vai pedir demissão porque a promoção não aconteceu?

Você estava esperando dar aquele salto na carreira, assumir um cargo mais alto, mas com crise econômica e política seus planos foram por água abaixo. Será que vale a pena continuar na empresa ou o melhor é arriscar? É bom avaliar bem o cenário antes de cometer uma besteira. Hoje, pesquisas mostram que o tempo de recolocação de quem perde o emprego é de, no mínimo, seis meses.

Preste atenção

1
Não seja precipitado. Analise bem a situação do mercado antes de pedir demissão.
2
Muitos profissionais estão há um ano ou mais sem emprego.
3
Procure ser melhor, mais atualizado e ficar pronto para quando a crise passar.

R7 Emprego primeiro duvidas 300x225 Vai pedir demissão porque a promoção não aconteceu? Conheço gente que está sem nada faz dois anos e sem perspectiva de conseguir um novo emprego. Então, pare e pense: será mesmo o momento de insistir na promoção ou jogar tudo para o alto? É importante ainda fazer uma autocrítica antes de sair por aí chutando o balde. Nós costumamos adotar uma postura de vítimas quando algo não sai do jeito que gostaríamos. Por isso, ao receber a notícia de que a promoção não saiu, reflita um pouco.

Aproveite o cenário adverso como um aprendizado para olhar e perceber se você de fato se esforçou o suficiente, se chegava a se antecipar às situações críticas, de sufoco, e costumava propor ideias novas. Vale a pena tentar entender quais foram as barreiras que o deixaram na geladeira e procurar melhorar seus pontos fracos.

Lembre-se de continuar batalhando e seguir na briga. Busque se aprimorar para na hora certa dar o passo certo. Procure se fortalecer e se preparar para quando a crise passar você estar pronto para arriscar — seja onde está, seja em outro lugar!

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
10
junho
06h00

Cenário de crise é uma panela de pressão no trabalho

Acostume-se a viver em um ambiente ainda mais hostil diante da crise. As oportunidades são menores e a quantidade de pessoas disponíveis no mercado maior. E o resultado, já sabemos: pressão, pressão e pressão! Você será cobrado o tempo inteiro a fazer mais, se virar nos 30.

Preste atenção

1
Atualmente não há profissional trabalhando sem ser pressionado.
2
Excesso de trabalho pode causar estresse. Fale com seu chefe a respeito.
3
Fique esperto, analise o volume do seu trabalho e cuide da sua saúde.

R7 Chefe Deus 199x300 Cenário de crise é uma panela de pressão no trabalho E o que fazer quando o corpo não aguenta? Não é fácil se acostumar a uma rotina que implica em chegar cedo e sair tarde todos os dias, levar trabalho para casa nos finais de semana e repensar suas férias. Estresse, cansaço e desmotivação serão uma constante. Há saída?

Empurrar para debaixo do tapete não vai resolver. Muito pelo contrário. Busque uma solução. Fale com o chefe e mostre os impactos que esse excesso de trabalho estão acarretando em seu desempenho. Negocie o prazo para cumprir tarefas, reveja as atividades que consomem tempo e não são tão urgentes, estabeleça prioridades.

O que você não pode é trabalhar no limite e ficar doente, porque a sua saúde é o mais importante. Além disso, se você é quem acaba tendo que se afastar porque não suportou a carga de estresse, a empresa logo dará uma solução para o problema, o substituindo. Seja inteligente.

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks