22
outubro
06h00

Errar é normal?

Ninguém gosta de errar, muito menos o chefe aceita que o subordinado cometa erros. Quando o deslize é frequente, você pode ser visto como incapaz. Mas situações como essas fazem parte do nosso dia a dia. O importante é encarar os problemas de frente e driblar as frustrações. Ninguém é bom o tempo inteiro. Por isso, procure aprender com os erros e fracassos.

Preste atenção

1
Fique atento aos erros cometidos.
2
Errou? Tente corrigir ou falar com seu chefe a respeito.
3
Não invente desculpas para o seu erro. Assuma e tente encontrar uma solução adequada.

R7 Emprego troca 235x300 Errar é normal? Pense em como agir para evitar que novos fracassos aconteçam. Todo mundo tem uma segunda chance. Por isso, errou? Examine todas as possibilidades de consertar a situação e evitar a falha. Assuma o erro e não fique inventando mentiras. A transparência gera confiança e seu chefe sempre vai acreditar em você.

Quando questionado pelo chefe, diga que ele tem razão e que você v ai procurar não cometer o mesmo erro novamente. Além disso, seja proativo. Na hora que estourar a bomba, em vez de sair buscando desculpas ou culpados já encontre uma solução. Ao mostrar possíveis saídas, você demonstra comprometimento com o trabalho e pro atividade.

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
20
outubro
06h00

Começar de novo…..

Todo mundo começa a detectar sinais de crise profissional quando percebe que não há mais desafios naquilo que faz ou não encontra chances de crescer. Aí vem aquele desejo de mudar de área e até de carreira, mas o caminho não é tão simples assim.  É preciso encarar as várias curvas que encontrará pela frente, que passam por dar vários passos pra trás e retomar à estaca zero.

Preste atenção

1
Recomeçar não é fácil como se pensa.
2
Pra quem recomeça a experiência passada é quase anulada.
3
Se não conseguir se dar bem com o novo emprego, lembre-se, pelo menos adquiriu uma experiência diferenciada.

R7 Emprego pedir transferencia 300x300 Começar de novo.....Isso mesmo. Apesar de toda a experiência de anos e anos de estrada, na nova área ou na nova carreira, você é considerado um novato. Nesse momento, você estará disputando espaço com quem já construiu uma trajetória, de erros e acertos, na atividade. Por isso, pense bem se você está disposto a começar tudo de novo, bem debaixo.

Se a sua decisão for pela mudança, não mostre que caiu ali de paraquedas. Aproveite os pontos positivos da sua carreira que podem ser interessantes em aplicar na nova área. Vá aos poucos aprendendo tudo que puder com quem estiver ao seu lado, faça cursos, arregace as mangas. Seja objetivo e não fique comparando o cenário que está vivendo com o passado.

Na hora de optar pela mudança de rota, é importante seguir em frente sem remoer as coisas. O caminho é árido mesmo. Força e coragem. Se a escolha não for acertada, lembre-se de você acabou ampliando o seu escopo de atuação e seu currículo ficará ainda mais rico. Afinal, toda e qualquer experiência é sempre válida, principalmente quando suas habilidades comportamentais forem avaliadas. A diferença é saber usar todo esse aprendizado a seu favor, em qualquer circunstância.

 

Dicas bacanas sobre carreira e  planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
17
outubro
06h00

Os principais erros ao mudar de emprego

No desespero de se livrar do chefe, muita gente acaba cometendo alguns erros fatais ao trocar de emprego. Confira abaixo algumas situações corriqueiras que devem ser evitadas:

Preste atenção

1
Não saia da empresa só porque quer se ver livre do seu chefe.
2
Não aceite qualquer proposta de emprego só levando em consideração a diferença de salário.
3
Informe-se bem sobre a empresa em que vai trabalhar antes de aceitar a proposta de emprego.

R7 Erro do executivo 300x199 Os principais erros ao mudar de emprego1)      Aceitar a primeira proposta que aparece – Nem sempre o primeiro convite de emprego é o melhor. Você deve avaliar o cargo, atividades que serão desenvolvidas e o salário oferecido. Muitas vezes, você não se encaixa no perfil da vaga e acaba ficando frustrado;

2)      Considerar apenas o salário – Não caia na armadilha do salário. Escolher um emprego só porque vão te pagar mais pode ser uma grande cilada. Tem gente que acaba se dando conta que a pressão é muito maior ou a decisão foi um equívoco. Analise a proposta em todos os seus aspectos;

3)      Não conhecer a cultura da nova empresa – É fundamental saber se os valores da empresa se encaixam com os seus. Procure obter mais informações do recrutador ou tente conversar com alguém que já tenha trabalhado na empresa ou ainda trabalhe lá.

 

Dicas bacanas sobre carreira e  planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
15
outubro
06h00

Prepare-se para a maratona do fim de ano

O fim de ano já está aí. É natural que o nível de tensão das pessoas aumente, afinal a sobrecarga de trabalho ainda é maior diante ocasionado pelo corre-corre nas empresas. Para evitar que o estresse prejudique sua saúde nesses últimos dias, é importante ter disciplina redobrada nas atividades diárias.

Preste atenção

1
Analise suas responsabilidades e se organize.
2
Deixe conversas pra depois, fique focado nas tarefas normais e nas extras.
3
Prepare-se para a maratona de trabalhos extras que acontecem próximo do fim de ano.

R7 Ansiedade 300x199 Prepare se para a maratona do fim de anoAnote todas as tarefas extras que aparecerem e evite se perder nas conversas dos colegas nos últimos dias do ano.  Foco e concentração são palavras-chaves se você não quiser passar mais horas no escritório ou tiver que trabalhar aos finais de semana pra finalizar suas atividades. Não esqueça que este é um momento de enorme cansaço e a maioria quer mais é desacelerar.

Nesta época, ficamos mais sensíveis e irritados, parece que a qualquer hora a válvula de escape vai explodir. Antes que você passe as festas de final de ano no hospital ou sinta que a ansiedade, o nervosismo e a dificuldade de dormir tomem conta de você, controle-se. Faça exercícios físicos e encontre uma maneira de relaxar fora do trabalho.

Não fique esgotado, nem estrague seu final de ano. Não consegue ir à academia? Ande na rua, caminhe no parque, vá ao cinema, brinque com seus filhos. Encontre uma forma de extravasar. Além disso, organize-se e termine tudo que estiver pendente com calma. Lembre-se que sua saúde está acima de tudo. Cuide-se!

 

Dicas bacanas sobre carreira e planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
13
outubro
06h00

Acerte no visual e garanta uma boa imagem profissional

Além da roupa e maquiagem, alguns cuidados com a imagem são importantes como os cabelos que merecem atenção especial. Por isso, nada de ir trabalhar com cabelo sujo e despenteado para não dar ideia de que você é displicente. Todo cuidado é pouco com sua aparência.

Preste atenção

1
Se não se importa com sua imagem, comece a se importar.
2
Dê atenção especial aos cabelos, unhas, caspa e perfumes.
3
Use colônias suaves, roupas bem higienizadas e passadas, mantenha cabelos limpos curtos ou longos e capriche na sua aparência.

R7 Trabalhar doente 200x300 Acerte no visual e garanta uma boa imagem profissional Já viu como alguém quando tem cabelo oleoso passa a impressão de ser uma pessoa suja? Antes que seu chefe fique má impressionado com o aspecto de mal lavado do seu cabelo, escolha um xampu adequado para cabelos oleosos. Lave-o frequentemente e mantenha o cabelo com visual limpo. Quem costuma pintar os cabelos, fazer reflexos ou mechas deve estar de olho no momento de retocar a raiz. Quando não for possível ir ao salão, mantenha-o sempre arrumado.

O controle da oleosidade também deve ser uma preocupação dos homens, sobretudo para aqueles que sofrem com o problema da caspa. Nesse caso, a solução é procurar um dermatologista que indicará um tratamento adequado, evitando assim constrangimentos. Não existe coisa pior do que estar com alguém com caspa no paletó, né?

Se o cabelo estiver muito bagunçado, a dica é prender os fios. Mas lembre-se, esse recurso só deve ser usado apenas quando não der tempo de arrumar o cabelo e não quando em meio à correria, você não conseguiu lavar suas madeixas. Usar o cabelo preso para camuflar a sujeira é falta de higiene. Rabo de cavalo só com cabelo limpo.

Também é preciso ter cuidado redobrado na hora de usar grampos, elásticos e as famosas “piranhas” de cabelo. Os grampos devem ficar escondidos e os elásticos não podem chamar a atenção. Prendedores, “tique-taque” e “piranhas” não podem ser muito coloridos e é bom evitar em ambientes mais formais.

Agora, mãos à obra!

 

Dicas bacanas sobre carreira e  planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
10
outubro
06h00

Quando o chefe joga a culpa em você dos erros dele

Algumas pessoas reclamam que o chefe não assume a responsabilidade de nada e ainda quer jogar a culpa no funcionário. Comportamentos como esse são comuns em chefes inseguros que jamais vão querer sua imagem manchada. O resultado é desastroso.  Chefe precisa defender a equipe e bancar erros.

Preste atenção

1
Atenção: chefe que não assume responsabilidades não é um bom líder.
2
O funcionário deve ser chamado pelo líder para conversar e esclarecer os erros cometidos.
3
Tenha paciência! Contorne as situações.

R7 Inveja e Ciumes 200x300 Quando o chefe joga a culpa em você dos erros dele Culpar os outros, não admitir erros ou fracassos não são atitudes de um bom líder. O que fazer? O ideal é ter argumentos que não permitam que o chefe jogue a culpa ou responsabilidade em você. Se isso não for possível, procure ter paciência e ver se dá pra contornar a situação. Busque soluções para consertar o problema, evitando assim que o chefe concentre-se em se justificar e apontar culpados.

E o mais importante, não assuma os erros do chefe. Ele precisa entender que como líder é responsável pelos erros da área, mesmo que a culpa seja da equipe. Quando algo dá errado, ele deve chamar o funcionário e tentar que novas falhas não aconteçam. Agora, se você é sempre o bode expiatório, tente por um ponto final na situação.

Se ficar insustentável, talvez seja a hora de dar um cartão vermelho no chefe.

 

Dicas bacanas sobre carreira e  planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
8
outubro
06h00

O que fazer quando nada muda na carreira?

Os primeiros sinais de crise profissional aparecem quando se percebe que não há mais desafios naquilo que se faz ou não encontra chances de crescer. Aí vem aquele desejo de mudar de área e até de carreira, mas o caminho não é tão simples assim.  É preciso encarar as várias curvas que encontrará pela frente, que passam por dar vários passos pra trás e retomar à estaca zero.

Preste atenção

1
Analise sua carreira para verificar se está estagnado.
2
Não se desanime. Ser resolver trocar de carreira o caminho será árduo mesmo!
3
Estude, se atualize e absorva tudo que puder da nova área.

R7 O que ser padrao ou empregado 225x300 O que fazer quando nada muda na carreira?Isso mesmo. Apesar de toda a experiência de anos e anos de estrada, na nova área ou na nova carreira, você é considerado um novato. Nesse momento, você estará disputando espaço com quem já construiu uma trajetória, de erros e acertos, na atividade. Por isso, pense bem se você está disposto a começar tudo de novo, bem debaixo.

Se a sua decisão for pela mudança, não mostre que caiu ali de paraquedas. Aproveite os pontos positivos da sua carreira que podem ser interessantes em aplicar na nova área. Vá aos poucos aprendendo tudo que puder com quem estiver ao seu lado, faça cursos, arregace as mangas. Seja objetivo e não fique comparando o cenário que está vivendo com o passado.

Na hora de optar pela mudança de rota, é importante seguir em frente sem remoer as coisas. O caminho é árido mesmo. Força e coragem. Se a escolha não for acertada, lembre-se de você acabou ampliando o seu escopo de atuação e seu currículo ficará ainda mais rico. Afinal, toda e qualquer experiência é sempre válida, principalmente quando suas habilidades comportamentais forem avaliadas. A diferença é saber usar todo esse aprendizado a seu favor, em qualquer circunstância.

 

Dicas bacanas sobre carreira e  planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
6
outubro
06h00

Atitudes que as empresas valorizam nos estagiários

Cada vez mais, as empresas estão de olho em jovens talentos. Mas participar de um programa de estágio exige dedicação do aluno. As organizações buscam candidatos antenados com o mercado, ágeis, proativos e bem preparados.  Confira algumas atitudes que são valorizadas e podem destaca-lo em um processo seletivo:

Preste atenção

1
Dedique-se na faculdade e logo estará estagiando numa boa empresa.
2
Fique atento. Dedicação, proatividade são itens importantes na conquista do estágio.
3
Mostre interesse e participe de atividades extracurriculares.

R7 Emprego ok1 300x217 Atitudes que as empresas valorizam nos estagiários

1.       Comprometimento – quem tem um bom desempenho na faculdade mostra que é dedicado e possui ótimo aprendizado.  Para a empresa, esse é um sinal de que o estudante replicará esse comportamento para dentro da companhia;

2.       Mostrar-se atualizado -  é importante destacar seu conhecimento pelo que acontece em sua volta, seja de política, economia ou atualidades. Quanto mais antenado, mais novidades você levará para dentro do ambiente de trabalho;

3.        Ser proativo – usar o aprendizado que tem na faculdade em benefício da empresa. Durante a conversa com o entrevistador, aproveite para dar sugestões sobre algo que contribua para os negócios. Esse tipo de postura é sempre bem avaliada e mostra seu conhecimento pela companhia;

4.        Participar de atividades extracurriculares – atuar com pesquisas, monitoria, idiomas e palestras deixam claro que você é candidato que está sempre em busca de se desenvolver.

 

Dicas bacanas sobre carreira e  planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
3
outubro
06h00

Trabalhar com a família pode ser uma cilada

Em muitos casos, a pessoa acaba aproveitando que o pai ou algum parente possui um negócio e resolve seguir carreira nos negócios da família. Até aí, nada contra. Mas pense bem se é isso que realmente você quer. Trabalhar com a família tem consequências positivas e negativas. Entre as positivas: você conhece as idiossincrasias de quem está ao redor, os pontos fortes e fracos, acaba concentrando os ganhos financeiros dentro da mesma célula familiar.

Preste atenção

1
Trabalhar em família não é fácil.
2
Tome cuidado com os conflitos. Separe hierarquia familiar do negócio.
3
Procure estabelecer o negócio familiar como uma empresa profissional.

R7 Homem ou mulher lider 300x200 Trabalhar com a família pode ser uma ciladaOu seja, em vez de contratar gente de fora, contrata pessoas da família, ganhando o mesmo salário. A sucessão fica assegurada e o negócio passa de pai para filho, considerando, é claro, que não exista conflitos familiares. Já os pontos negativos, podemos citar o conflito entre as pessoas, uma vez que a hierarquia familiar não se aplica a hierarquia do negócio. O pai é a pessoa que tem a última palavra e pode não ser a melhor para os negócios.

Além disso, na maioria das vezes, os familiares não têm a competência necessária para desempenhar as funções. São contratadas pelo laço familiar e não pela capacidade, o que compromete o futuro do negócio. Se ocorrer uma discussão durante o trabalho, certamente vai afetar a relação com a família - e aí você terá problema tanto trabalho quanto em casa.

Pare e reflita: será que vale a pena trabalhar com a família?

 

Dicas bacanas sobre carreira e  planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
1
outubro
06h00

Nada de ficar choramingando! Avance na carreia

Ter pensamentos negativos sobre sua vida e ficar choramingando só vão levá-lo a ter mais dificuldades para encontrar um emprego legal ou ser promovido. Já parou para pensar quantas vezes ficou reclamando por ficar anos e anos na mesma função dentro da empresa ou que nunca te chamam pra uma entrevista de emprego?

Preste atenção

1
Reclamar, choramingar e ter atitudes negativas só destroem a autoestima.
2
Pare e analise o seu comportamento derrotista.
3
Não seja negativo, pense positivo para ter sucesso.

R7 Chorar na frente do chefe 200x300 Nada de ficar choramingando! Avance na carreiaEsse tipo de postura apenas vai contribuir para que sua carreira fique estagnada. Ter atitudes negativas em relação a si próprio acabam destruindo ainda mais sua autoestima e o empurrando pra baixo. Pior, te impedem de olhar para o que está realmente emperrando sua ascensão. Por isso, nada de ficar reclamando o tempo inteiro e se colocar na postura de vítima, ao achar que nada vai acontecer.

Você se sente derrotado? Saiba que esse é um passo para que as coisas de fato não aconteçam. Lembre-se que enquanto você fica justificando a falta de oportunidades, deixa de descobrir quais as razões que o levam a não dar um salto no emprego ou encontrar algo melhor.

O mesmo acontece quando se está concorrendo a uma vaga e o que vem à cabeça são pensamentos negativos de que não vão te contratar, que tem muita gente melhor disputando aquele emprego e por aí vai. Sentimentos de derrota podem atrair o insucesso. Já pensou nisso? Então, nada de atitudes negativas. Acredite em si mesmo e passe a ver as coisas acontecerem pra você!

 

Dicas bacanas sobre carreira e  planejamento de vida em  http://www.facebook.com/OMelhorVemDepoisOficial e no http://twitter.com/juliocardozo

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com