Como perceber o que o futuro reserva para minha empresa???

Toda vez que um gestor tenta antever o futuro depara-se com a insegurança quanto a sua opinião: Será que não estou sendo muito conservador na minha projeção? Ou será que, ao contrário, estou sendo otimista demais?

Na verdade, estas são perguntas que ajudam muito pouco, mas que complicam consideravelmente o exercício de tentar prever o futuro. No meio acadêmico este conceito é chamado como a "construção de cenários"

De forma simplista, construir cenários é prever algumas situações para o futuro a partir de um conjunto de variáveis como a política econômica, o comportamento do consumidor, a evolução dos concorrentes, entre outros.

bola de cristal 150x150 Como perceber o que o futuro reserva para minha empresa???O processo de construção de cenários envolve três fases distintas. Primeiro se analisa o futuro com extremo otimismo. Depois, no sentido reverso, com extremo pessimismo. Por fim, deve-se ponderar uma terceira tendência chamada de provável. É a partir dela que as principais decisões estratégicas de uma empresa devem ser tomadas.

A questão fundamental no campo da geração de cenários é que poucos gestores chamam para si esta responsabilidade.

E dentre os motivos para isso pode estar a crença de que as pessoas da empresa não são capazes de fazer uma análise coerente e assertiva. Esse é um erro grave! Basta apenas ponderar um pouco para concluir que são as pessoas que atuam no dia-a-dia que possuem maior conhecimento sobre o mercado onde a empresa atua.

Uma ajuda externa será sempre bem-vinda porque pode contribuir com um ponto de vista alternativo. Entretanto, há uma diferença considerável entre "contribuir" e  "ser o único responsável" por um trabalho.

Por isso, a dica de hoje é para que os gestores não apenas conheçam a ferramenta de construção de cenários, como a apliquem em suas empresas.
Luciano Salamacha