O que fazer quando o profissional “velho” é idoso também?

Atualmente se tem tido a oportunidade de conviver com pessoas de idade avançada que são excelentes profissionais, portanto a questão não é se o profissional "velho" é idoso ou não.

idoso ou velho 300x221 O que fazer quando o profissional velho é idoso também?Parece até que a idade só aumentou sua capacidade e competência. Esses bons velhinhos, literalmente odeiam quando alguém tenta fazer alguma diferenciação na empresa por causa da idade que apresentam. Pelo contrário, eles exigem a consideração e o respeito que é dispensada a todas as pessoas na empresa, esperando o tratamento que merecem como profissionais que são e sem nenhum tipo de distinção.

Entretanto, existe sempre aquele tipo de pessoa que gosta de negociar a sua permanência na empresa em função de alguma necessidade pessoal. Observe que a moeda de troca utilizada para garantir um emprego é um momento difícil que se está vivendo. Desta forma, quando a pessoa é jovem, se agarra em questões como "Eu preciso de ajuda! Tenho filhos pequenos para criar" ou então: "Por favor, eu tenho um caso sério de doença na família".

Já quando esse funcionário tem certa idade e não é profissional, ele busca um argumento diferente como "Na minha idade, eu não tenho muitas alternativas de trabalho. Eu preciso da sua ajuda".

Como alguns gestores ainda têm a mania de assumir para si problemas que não são seus, o que acaba acontecendo é que o coração prevalece sobre a razão. Logo, a dica de hoje é simples e direta: um profissional de verdade não tenta se prevalecer da sua idade para conseguir se manter na empresa. Ele sabe que é a sua competência que deve ser levada em conta.

Lembre-se: não é uma questão de se ter experiência, é uma questão de ser profissional o tempo todo, independente da idade que se tem.