Visão digital

Marcos Pereira Perfil R7 Visão digitalUm grupo de cientistas da Universidade Stanford, na Califórnia, conseguiu um resultado inesperado e promete devolver a visão a pessoas com deficiência por degeneração muscular através de um microchip. O estudo mostra que a função do microchip é de substituir o papel dessas células perdidas e impulsionar estímulos elétricos para que a retina volte a receber informação visual, isto é, para que o paciente volte a enxergar.

Quando soube deste fato, achei interessante saber como a ciência está progredindo a favor da humanidade e principalmente da qualidade de vida. A inovação já teve total sucesso em testes com animais e deve ser testada em seres humanos no ano que vem. O que me preocupa é o exagero de instituições e alguns projetos em desvendar as condições do corpo humano a qualquer custo. Qual seria o limite aceitável para o desenvolvimento da ciência?

Essa resposta talvez nunca saberemos. Penso que, enquanto trazer resultados como novas opções de tratamento de saúde e até a cura de doenças, estaremos caminhando no rumo certo. Imaginem se a tecnologia desses chips funcionarem em humanos como aconteceu com animais? Seria o fim da deficiência visual e o começo de uma trajetória mais refinada de pesquisa, mesmo assim é preciso muito zelo para que os experimentos não ultrapassem os limites da ética e nem o respeito à vida. Um consenso se faz necessário a cada nova descoberta.

O repensar da educação

Marcos Pereira Perfil R7 O repensar da educaçãoO sistema educacional em nosso país vive um completo caos a cada dia. No Pará, professores estão em greve por conta de salários atrasados e demissões. Na região amazônica, alunos desistem de estudar por causa da precariedade das escolas. Em Brasília, cerca de 24 mil crianças esperam por vagas em creches. A crise não para só no ensino básico, as universidades federais começaram o ano com um corte de 30% no orçamento e redução de benefícios aos bolsistas.

A falta de recursos e má gestão afetam a educação de várias formas. Um serviço essencial e prioritário não deveria ser tratado com descaso, e é o que está acontecendo. Alunos e pais, professores e instituições de ensino sofrem com pouca infraestrutura, corte de verbas e a falta de assistência em geral. No entanto, já sabemos que a qualidade de ensino não está ligada apenas em munir-se de livros e uniformes como acontece.

A visão que temos está completamente distorcida. Espera-se que as dificuldades da educação do Brasil se resolvam sozinhas assim como tantos outros problemas sociais, mas esquecemos da importância do engajamento de toda a sociedade.

A evolução só se faz com um bom nível educacional. Não se trata apenas das questões disciplinares como português, matemática, geografia ou história, mas sim do desenvolvimento do pensamento crítico. O problema é que muito se discute e pouco se faz. Mais ação e mais atitude no repensar do ensino público são uma necessidade.

Acesse: www.marcospereira.com e www.facebook.com/marcospereira1010

Veja mais:
+ R7 BANDA LARGA: provedor grátis!
+ Curta o R7 no Facebook

+ Siga o R7 no Twitter

+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

A ilusão do Photoshop

Marcos Pereira Perfil R7 A ilusão do PhotoshopHá 25 anos foi lançada uma ferramenta indispensável nos tempos de hoje: o Photoshop. Sonho para uns e pesadelo para outros. O programa, que deveria ser usado para retocar imperfeições em fotos e estabilizar cores, já foi motivo de muitas lágrimas e gozações entre celebridades. Ao mesmo tempo, é a razão de sorrisos e satisfação de muitos usuários, principalmente de profissionais de vídeo e fotografia.

Ainda hoje, muitas propagandas e capas de revista fazem uso abusivo do programa e extrapolam com a realidade em nome de padrões de beleza. Acredito que esta data não só deve ser lembrada, mas também deve ser utilizada como um alerta para que o uso do editor de imagens destaque a beleza do ser humano ou dos cenários sem estimular a construção ou até uma manipulação do que se é visto.

Seja no computador ou no celular, toda pessoa que gosta de fotografia tem um aplicativo similar sendo usado. Acredito que muitos cenários e fotografias possam ficar ainda mais belos em nossa memória, desde que sejam aprimorados com responsabilidade. De todo modo, o Photoshop revolucionou os softwares de tratamento de imagens e, acima de tudo, se transformou em uma obra visionária da criatividade humana.

Acesse: www.marcospereira.com e www.facebook.com/marcospereira1010

Veja mais:
+ R7 BANDA LARGA: provedor grátis!
+ Curta o R7 no Facebook

+ Siga o R7 no Twitter

+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Planeta Vermelho

Marcos Pereira Perfil R7 Planeta VermelhoImaginem só poder viajar e conhecer outro planeta? Como seria uma estadia em Marte? Um projeto holandês chamado Mars One (Marte Um) está selecionando pessoas de todo o mundo para habitar o planeta vermelho. O mais surpreende é que a passagem é apenas de ida!

Uma professora de Rondônia é a única brasileira selecionada entre os 100 finalistas que, em sua maioria, são cientistas e acadêmicos. No final do processo, serão escolhidos 12 casais que separados em equipes iniciam a viagem sem volta em 2018. Enquanto isso, serão preparados e treinados isoladamente por simuladores.

É claro que será um imenso salto conseguir sobreviver em outro planeta. Mas, até hoje, todos os experimentos científicos em Marte tiveram resultados negativos. Não estamos preparados para aguentar uma pressão atmosférica totalmente diferente da nossa, sem contar os gases desconhecidos que serão inalados. Especialistas dizem que as pessoas começarão a morrer a partir do 68° dia.

A cada dois anos, os outros voluntários serão enviados na jornada pelo Sistema Solar, viagem que deve demorar em torno de sete meses até o destino final. Ao todo, 200 mil pessoas se inscreveram para formar uma colônia humana e construir assentamentos no planeta vizinho. Então pergunto: com milhões de pessoas passando fome em todo o mundo, gastar bilhões de dólares com esse projeto é o melhor que temos a fazer? Pra pensar.

Acesse: www.marcospereira.com e www.facebook.com/marcospereira1010

Veja mais:
+ R7 BANDA LARGA: provedor grátis!
+ Curta o R7 no Facebook

+ Siga o R7 no Twitter

+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Os limites do álcool

Marcos Pereira Perfil R7 Os limites do álcoolQuando se fala sobre o consumo de bebidas alcoólicas muitas vezes não se percebe a diferença entre os limites de beber moderadamente e o alcoolismo. Um estudo feito pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) mostra que 41,3% dos jovens começam a beber antes mesmo de chegar aos bares com os amigos.

O perfil traçado na pesquisa define que homens, solteiros, com 18 a 25 anos são os que mais assumem um comportamento de risco, como dirigir embriagados. Um hábito já conhecido pela maioria deles, o que chamam de "esquenta", ao contrário do que se pensa, não é sinônimo de economia. Os jovens se reúnem para beber antes de chegar ao local da festa e, depois, bebem ainda mais.

Muitos disseram que bebem por conta da timidez, para reduzir a ansiedade ou para economizar, mas não existem argumentos para tamanha irresponsabilidade. O excesso de álcool não é só prejudicial à saúde, como também aumenta a vulnerabilidade do ser humano. Os adeptos perdem o foco de concentração e a percepção de perigo criando situações embaraçosas que poderiam ser evitadas.

Não respeitar os limites do próprio corpo, além de não suportar as tentações que nos cercam, são motivos que levam ao fracasso absoluto. Atitudes impulsivas devem ser evitadas ao máximo para evitar arrependimentos. O cenário atual requer maturidade suficiente para uma mudança de mentalidade tanto dos jovens como das famílias, que devem orientá-los a seguir o melhor caminho: o autocontrole.

Acesse: www.marcospereira.com e www.facebook.com/marcospereira1010

Veja mais:
+ R7 BANDA LARGA: provedor grátis!
+ Curta o R7 no Facebook

+ Siga o R7 no Twitter

+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Mudanças necessárias

Marcos Pereira Perfil R7 Mudanças necessáriasO Ministério do Trabalho informou que vai estabelecer alguns critérios para combater empregos informais no Brasil. Hoje, mais de 50 milhões de pessoas estão contratadas com carteira assinada, entretanto ainda existem 14 milhões em situação irregular que são impedidos de obter direitos e proteções trabalhistas essenciais.

As novas metas devem intensificar a fiscalização. O valor das multas será maior aos empregadores que fugirem das regras gerais e combater a sonegação. Hoje, cerca de 88 bilhões de reais por ano são perdidos. O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) é um dos exemplos de sonegação. É um direito básico do trabalhador que muitas vezes não é cumprido.

A crise acontece não apenas no Brasil, e sim, no mundo. A contratação informal estimula a precariedade, a desestruturação do mercado de trabalho e enfraquece o desempenho econômico do país. Muitos especialistas da área acreditam que a redução da carga tributária e dos altos gastos públicos podem ser eficazes e o início de uma solução.

Repensar as leis trabalhistas e previdenciárias e planejar métodos de contenção da burocracia em nosso país também podem ser consideradas alternativas possíveis para os tempos atuais. Acredito que o primeiro passo já foi dado pelo governo. Assim, o momento agora é de acompanhar o desempenho das mudanças já firmadas.

Acesse: www.marcospereira.com e www.facebook.com/marcospereira1010

Veja mais:
+ R7 BANDA LARGA: provedor grátis!
+ Curta o R7 no Facebook

+ Siga o R7 no Twitter

+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Água sem sal

Marcos Pereira Perfil R7 Água sem salUltimamente, fala-se tanto sobre a crise hídrica e poucas alternativas são expostas. Na contramão do senso comum, ouvi dizer que empresários de Bertioga, no litoral de São Paulo, investiram em um projeto para retirar o sal da água do mar e torná-la uma fonte potável. O processo de dessalinização é milenar, mas acredito que seja eficaz no curto prazo que temos frente às mudanças climáticas e a falta de chuvas.

A tecnologia usada pela empresa não insere nenhum produto, apenas retira o sal e impurezas. Ainda permite que 63 tipos de minerais, importantes para a saúde do corpo humano, permaneçam no resultado final. Um aval elaborado por bioquímicos brasileiros reconheceu que a água tratada não possui efeito tóxico e pode ser consumida normalmente. A produção e distribuição já foram liberadas.

Para que a população possa comprar e experimentar o líquido, uma avaliação do procedimento usado ainda deve elaborado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para determinar se o produto final pode ou não ser comercializado em todo o país. Países como Alemanha e França estão na fila dos futuros compradores.

A água é um elemento fundamental para manter o equilíbrio e vida de todas as espécies do planeta. Sinto-me esperançoso por saber que existam empreendedores sem medo de arriscar em planejamentos tão grandiosos. Mesmo assim temos de preservar. Devemos manter as atitudes que reduzam o desperdício de água, estabelecer metas de racionamentos, além de planejar soluções eficientes para reverter o quadro crítico de escassez. Sem água, não restará mais nada.

Acesse: www.marcospereira.com e www.facebook.com/marcospereira1010

Veja mais:
+ R7 BANDA LARGA: provedor grátis!
+ Curta o R7 no Facebook

+ Siga o R7 no Twitter

+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

WhatsApp contra o crime

Marcos Pereira Perfil R7 WhatsApp contra o crimeA era digital tem sido um avanço em todos os sentidos, principalmente na comunicação. Muitas pessoas têm aparelhos eletrônicos de última geração, mesmo sem saber todas as suas reais funções, na intenção de pertencer ao mundo digital. Há uma infinidade de aplicativos. Alguns bastante úteis, outros totalmente dispensáveis.

Li dias atrás sobre um grupo de WhatsApp da Polícia Militar de Guararema, em São Paulo. O aplicativo de mensagens instantâneas tornou-se um grande aliado da segurança pública no combate ao crime na cidade e ajudou a prender dez bandidos em três meses. Fotos e vídeos de suspeitos também são compartilhados por cerca de 50 policiais, inclusive como um complemento do Disque-Denúncia.

Acredito que este seja um exemplo positivo visando o bem comum. Neste caso, não se registram fatos pensando somente em divulgá-los, mas também em orientar e proteger a comunidade. Assim devemos agir como cidadãos, participando ativamente como agentes transformadores do ambiente público. É preciso que as pessoas se unam em prol de um mesmo objetivo: resgatar os valores da convivência pacífica.

O resultado do bem-estar de cada pessoa depende de uma soma que requer esforço, tempo e envolvimento de toda a população. O caso de Guararema é um exemplo e deve ser, acima de tudo, um estímulo para trabalharmos pelo progresso e por melhores condições de vida. É simples: faça ao outro aquilo que deseja que façam por você.

Acesse: www.marcospereira.com e www.facebook.com/marcospereira1010

Veja mais:
+ R7 BANDA LARGA: provedor grátis!
+ Curta o R7 no Facebook

+ Siga o R7 no Twitter

+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Hertz de potência

Marcos Pereira Perfil R7 Hertz de potênciaHoje, dia 13 de fevereiro, comemora-se o Dia Mundial do Rádio. Um dos meios de comunicação mais importantes e populares no Brasil e no mundo. São mais de 10 mil emissoras por todo o país. Mais da metade são comunitárias, apesar da baixa potência de alcance. São rádios sem fins lucrativos que trabalham em prol da divulgação de projetos, manifestações culturais e tradições das comunidades que as cercam.

O serviço de radiodifusão surgiu como forma de entretenimento, informação e prestação de serviços. Enganaram-se aqueles que acreditaram em um fim trágico para o rádio assim como o jornal impresso depois do surgimento da internet. É possível perceber que ainda é um recurso prático e amplo para a comunicação e a publicidade.

Seja na frequência AM ou FM, seja pela internet. O rádio é um meio de comunicação que possui grande credibilidade, pois é capaz de fortalecer sistemas públicos e comunitários através da inclusão social e da participação no acesso à informação. Quem nunca se entregou ao fascínio de escutar as locuções dos jogos de futebol? Ou se entreter com um debate ao vivo sobre as notícias do dia enquanto estava preso no trânsito?

De fato, ainda há muito o que se melhorar. Ainda há poucos temas ligados às manifestações políticas, culturais e artísticas mencionados nos programas. Mas isso também depende da participação do público ao expressar suas opiniões aos locutores e ouvintes. O rádio agrega conteúdos e movimenta o dia a dia de cada um de nós. Hoje, parabenizo todos os profissionais que trabalham para difundir informação aos ouvintes do Brasil.

Recepção cibernética

Marcos Pereira Perfil R7 Recepção cibernéticaÉ impressionante como as empresas de tecnologia não medem esforços para alavancar as novidades do mercado e desenvolver produtos eficientes. Um hotel em Nagasaki, no Japão, contratou robôs para integrarem sua equipe de funcionários. O projeto de criar seres cibernéticos para ocupar o lugar de seres humanos foi desenvolvido pela Universidade de Osaka.

A fim de recepcionar e atender os clientes sem causar transtornos ou filas de espera, as máquinas com características humanas preenchem os cargos de atendentes, recepcionistas, faxineiros e garçons. Ainda falam quatro línguas: japonês, chinês, coreano e inglês. A ideia central é ajudar empresas a manter seus custos operacionais abaixo do valor convencional.

Dispositivos tecnológicos capazes de ter reconhecimento de voz, de face e sensibilidade ao toque, no entanto, não substituem um funcionário dentro de uma empresa. Pelo contrário, contribuem para a expansão do trabalho humano. Não se enganem. Na verdade, o estudo da robótica ainda está longe de se realizar como em um cenário de ficção científica que podemos ver em muitos filmes.

Atualmente, vivemos uma nova realidade. Máquinas programadas e controladas através de softwares surgiram para ajudar no desenvolvimento da ciência e, em geral, da sociedade. A inteligência artificial começou a ser usada nas mais diversas atividades, desde desarmar bombas e explorar o universo e os planetas até pesquisar novas substâncias químicas e ajudar na análise de métodos de cura de doenças, por exemplo.

Não se pode negar que os robôs são máquinas high-tech que podem inovar os mecanismos de algumas fábricas e indústrias, principalmente colaborar com as relacionadas à saúde. A extrema rapidez e precisão dos comandos dessas máquinas ainda dependem do homem. Nada pode substituir as características humanas, mas sim, aprimorá-las.

Acesse: www.marcospereira.com e www.facebook.com/marcospereira1010

Veja mais:
+ R7 BANDA LARGA: provedor grátis!
+ Curta o R7 no Facebook

+ Siga o R7 no Twitter

+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com