Não vale a pena ver de novo….

enchente1 Não vale a pena ver de novo....

Xerém foi região mais atingida

O ano novo chegou e com ele, velhos problemas: enchentes que destroem cidades, vidas, sonhos... e tocam o coração de um povo solidário que se mobiliza para atenuar o sofrimento de quem sabe que não pode esperar muito de um país burocrático e corrupto.

A cada ano, uma cidade fluminense é escolhida para ser destaque de uma grande tragédia: Angra dos Reis, Niterói (Morro do Bumba), Teresópolis, Xerém. Qual será a próxima? Sim, porque nada mais nos resta a não ser torcer para escaparmos de uma roleta russa. As enchentes são iminentes quando não há prevenção. Casas continuam se equilibrando em encostas, rios, à espera de assoreamento e desabrigados continuam a Deus dará.

enchente3 Não vale a pena ver de novo....

Voluntários ajudam nos abrigos

Bem, meus amigos, apesar de sempre começarmos o ano refletindo sobre a resposta da natureza a tantas destruições do homem, desejo-lhes, claro, um 2013 próspero e que vocês saibam aproveitar as oportunidades que vão aparecer.

Para os erros, existe o perdão.
Para o fracasso, a chance de recomeçar.
Para os problemas, a solução.

Não deixe que a saudade sufoque,
Que a rotina, acomode,
Que o medo, acovarde.

Gaste mais horas realizando que sonhando,
Fazendo que planejando,
Vivendo que esperando,
Porque, quem quase morre, está vivo,
Quem quase vive, já morreu.