UNIFESP: O CÂMPUS DE DIADEMA

UNIFESP Diadema 300x225 UNIFESP: O CÂMPUS DE DIADEMA

Estamos saindo de um mundo de fantasias e entrando na hora da verdade.

Olá.

Há 7 anos foi criado o Câmpus de Diadema da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Por falta de obras adequadas, a instituição comprou módulos de aço construídos para moradia que deveriam ser utilizados para abrigar laboratórios de pesquisa. Os professores afirmam que esses "laboratórios de lata"não são adequados. O Câmpus de Diadema é mais um exemplo da gestão ineficiente do governo federal na área de Educação. Fazem tudo sem planejamento, sem saber se haverá verba suficiente para a execução.

Veja só caro leitor, o governo federal abriu o vestibular da Universidade Federal do ABC em prédios alugados! O que importa para o governo é ampliar o número de alunos, a qualquer custo. Não importa o funcionamento eficiente da universidade.

A UNIFESP divulgou a seguinte nota: "A situação financeira das universidades federais, que em 2014 foi sofrida, passa a ser ainda mais difícil, principalmente no caso da UNIFESP, em que o orçamento está aquém do porte da instituição".

Por que o orçamento está aquém? Falta de planejamento, má gestão.

A verba de que uma universidade necessita para funcionar bem depende, evidentemente, do seu número de alunos.

Caro leitor, as coisas ainda vão piorar: o governo vai congelar um terço de todas as suas despesas.

Bem, sejamos otimistas, afinal estamos saindo de um mundo de fantasias e entrando na hora da verdade.

Abraço.

ENEM X FUVEST

 ENEM X FUVEST

Alguns pedagogos condenam o conteudismo no ensino. Sem conteúdo, não chegaremos a nenhum lugar.

Olá.

Os professores de Matemática Márcio Cintra Goulart e Remo Alberto Fevorini enviaram-me considerações muito interessantes a respeito dos vestibulares do ENEM e da FUVEST.

Sabemos que o ENEM surgiu no governo de Fernando Henrique Cardoso com a finalidade de avaliar certas competências e habilidades adquiridas pelos alunos do Ensino Médio. No início gerou confusão. Havia professores por aí querendo dar aulas de competências e habilidades e, com razão, não sabiam como.

Uma ideia extremamente feliz do MEC transformou o ENEM no maior vestibular unificado do País. Os professores Márcio e Remo apontam texto do MEC: "Ao invés de testar a retenção de conteúdos das diversas disciplinas que compõe o currículo da Educação Básica, como fazem os vestibulares tradicionais, o ENEM exige que o aluno demonstre competências e habilidades na solução de problemas, fazendo uso dos conhecimentos adquiridos na escola e na sua experiência de vida". Ufa!

De uma maneira simples, os professores Márcio e Remo compararam uma questão do ENEM com uma questão da FUVEST. A questão do ENEM fala de um lavrador de Ribeirão Preto. A questão da FUVEST é de Geometria Analítica. As duas questões requerem habilidade para compreender textos e raciocínio. Conhecimentos exigidos pela questão do ENEM: as quatro operações. Pela questão da FUVEST: equação da circunferência, área do círculo, área do setor circular e área do triângulo.

Caros Márcio e Remo, não precisamos ir longe, basta perguntar a qualquer aluno que tenha feito as duas provas e ele dirá: FUVEST é mais difícil. Por quê? Porque exige mais conteúdo. Por quê? Para desenvolver o curso superior sobre uma base sólida de conhecimento.

Alguns pedagogos têm a mania de condenar o conteúdo. Sem conteúdo, não chegaremos a nenhum lugar.

Obrigado, Márcio e Remo.

Abraços.

QUEM AINDA NÃO FOI ASSALTADO?

 QUEM AINDA NÃO FOI ASSALTADO?

Enquanto o Governo não elaborar um Código Penal justo e não construir presídios de segurança máxima em número suficiente, não haverá segurança.

Olá.

Caro leitor, não está fácil viver no Brasil. Ao sair de casa, ao voltar, ao parar num semáforo, ao trafegar em trânsito lento, corremos o risco de ser assaltados e levar um tiro na cabeça. Que atirou? Um jovem bandido menor de idade.

Num posto de gasolina, cuidado, num restaurante, sempre alerta, num a de shopping, não bobeie!

Caixas eletrônicos explodido, assaltos a bancos. E as saidinhas de bancos, hein? Incrível com têm bandidos na rua! Você está dormindo em sua casa e acorda com um revolver na cabeça.

O povo clama por segurança, mais polícia na rua. Não é por aí gente, impossível um policial por habitante. Então, o que é preciso fazer? - Construir mais presídios de segurança máxima, prender todos os bandidos e retê-los na cadeia;

- Dosagem justa para as penas, adotando prisão perpétua para certos crimes hediondos. Enquanto na Indonésia um brasileiro traficante é executado, no Brasil dois jovens trucidam um casal que dormia porque o casal não concordava com o namoro de sua filha com um dos assassinos. Após cumprirem 10 anos de pena, foram soltos. Que absurdo! Mereciam prisão perpétua. Que justiça é essa?

- Tirar dos menores o direito de matar;

Enquanto as leis brasileiras permitirem a impunidade, a falta de segurança prevalecerá.

Acordem governantes, construam cadeias em número suficiente e mantenham os bandidos presos! Tirem as crianças da rua e as coloquem em escolas. A geração nem-nem é fábrica de bandidos!

Acorde Congresso, elabore um Código Penal justo.

Quem ainda não foi assaltado?

Abraço.

 

 

APERTANDO O CINTO

 APERTANDO O CINTO

Com as novas regras para o FIES o governo está impedindo que alunos despreparados cursem universidades ineficientes, perdendo seu tempo.

Olá.

O ministro da fazenda está tentando deter a gastança desenfreada do governo federal. Entre outras medidas elaborará novas regras para a distribuição de bolsas pelo PROUNI - Universidade para Todos e FIES - Financiamento do Estudo no Ensino Superior.

Há males que vêm para bem. O estudante que tirar nota zero na prova de Redação do ENEM (mal sabe ler e escrever) ou aquela que não tem formação geral mínima, com menos de 45% na nota do ENEM ( não possui os conhecimentos necessários para acompanhar o ensino em universidade séria), não terá direito ao FIES. As universidades não sérias (18% delas), de acordo com a avaliação do MEC, não serão beneficiadas pelo PROUNI e FIES.

O MEC está trabalhando para criar uma plataforma digital no FIES semelhante ao que se faz no SISU. Somente serão cadastradas universidades aprovadas na avaliação do MEC. Está aumentando a pressão sobre as universidades ineficientes.

As universidades estão buscando alternativas para o FIES e PROUNI. Nesse cenário, cresceu muito a procura pelo crédito universitário privado, tanto por parte dos alunos como por parte das universidades. O PRAVALER é o maior do País. Oportunamente falaremos sobre ele.

Talvez os alunos que ficarem fora do PROUNI e FIES devessem adiar o sonho da universidade substituindo-o provisoriamente pelo ensino técnico, que daria condições mais tarde para um bom andamento no curso superior. O governo deveria apoiar esses estudantes ampliando as vagas para o ensino técnico.

O governo está diminuindo a verba destinada ao FIES mas está impedindo que alunos despreparados alimentem aquelas universidades que são apenas fábricas de diplomas.

Apertando o cinto!

Abraço.

 

 

PROFESSORES CONCURSADOS

Concursados 300x188 PROFESSORES CONCURSADOS

27% dos professores da rede pública estadual de São Paulo são temporários.

Olá.

Um dos quesitos apontados por especialistas na Educação para aperfeiçoar o nosso Ensino Básico se refere à obrigatoriedade de trabalho exclusivamente com professores concursados.

A rede pública do Estado de São Paulo está distante dessa meta: 27% de seus professores são temporários. Para dificultar, 3 mil professores concursados, por ano, em média, pedem exoneração porque conseguem um emprego mais rentável.

A situação requer concursos contínuos para preenchimento das vagas. Isso somente se consegue com muito bom planejamento.

O quesito professor concursado é apenas um dos muitos que conduzem ao ensino eficiente. Oportunamente trataremos dos demais.

Abraço.

VALORES FUNDAMENTAIS

 VALORES FUNDAMENTAIS

Na vida há tempo para tudo. A sabedoria está em saber distribuí-lo.

Olá.

Caro estudante, a vida é uma dádiva divina. Devemos tratá-la com seriedade e não com displicência. Três valores são importantes, nos ajudam a viver com seriedade: responsabilidade, organização e disciplina.

- Responsabilidade

É óbvio que somos responsáveis por nossas vidas, mas até atingirmos a fase adulta, pelo menos, somos orientados pelos pais. Eles nos atribuem uma incumbência: estudar para um dia exercermos uma profissão de nosso agrado, constituirmos família e sermos felizes.

Caro estudante, aceite essa incumbência com responsabilidade. Você tem uma profissão: o estudo. Ela exige de 8 a 9 horas de dedicação por dia. 6 horas na escola e de 2 a 4 horas em casa. Assuma a sua vida!

- Organização

Ser organizado é algo mais para um profissional. Comece a praticar desde cedo: mantenha o seu quarto arrumado, cada peça de roupa em seu lugar no armário, calçados no lugar correto, pendure a toalha de banho molhada, roupa suja no local adequado. mantenha o seu local de estudo limpo e arrumado. Guarde os seus documentos com carinho. Quando precisar deles, achará!

- Disciplina

Quando marcar encontro com alguém chegue 10 minutos antes. É sinal de respeito. Não chegue atrasado na escola. Cumpra o horário para exercício físico e para o estudo em casa. Na vida há tempo para tudo. A sabedoria está em saber distribuí-lo entre o estudo, o esporte, a convivência familiar, com os amigos e o lazer.

Seja feliz.

Abraço.

A USP E O MAGISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL

Professora 300x225 A USP E O MAGISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL

Somente 2,57% dos professores de Ensino Fundamental da rede pública estadual de São Paulo estudaram na USP porque o Magistério é uma profissão desvalorizada.

Olá.

Aproximadamente 250 mil professores atuam no Ensino Fundamental da rede pública estadual de São Paulo. A Comissão Coordenadora de Comemoração de 80 anos da USP realizou uma pesquisa junto a esses professores para saber quantos se formaram pela USP.

A Comissão pesquisou uma amostra de aproximadamente 104 mil docentes que informaram a instituição que lhes concedeu o diploma. Apenas 2,57% se formaram pela USP!

Em 2013, apenas 590 professores se formaram nas Licenciaturas e Pedagogia da USP.

Caro leitor, isso não me causa espanto, eu tenho afirmado que o Magistério é uma profissão desvalorizada. A média nacional de salário para 40 horas de trabalho gira em torno de R$1,500,00. São Paulo paga mais: R$2.415,89.

Quando um professor se forma, lecionar no Ensino Fundamental de uma escola pública é a sua última opção. Antes disso, ele procura uma pós-graduação para se integrar numa faculdade e lecionar ou pesquisar. Ou ainda, uma escola particular, ou uma editora, um banco, um laboratório...

Está muito claro, portanto, porque apenas 2,57% dos professores do Ensino Fundamental das escolas públicas estaduais se formaram na USP.

Se o novo governo conseguir recuperar uma parte do dinheiro público desviado pelas estatais e combater seriamente a corrupção no País, sobrará dinheiro para Educação e Saúde.

Abraço.

 

SISU – UMA EXCELENTE IDEIA

 SISU   UMA EXCELENTE IDEIA

Os alunos das universidades federais são classificados pelo ENEM.

Olá.

Estudar em universidade federal é boa opção para os estudantes brasileiros. O SISU (Sistema de Seleção Unificada) foi uma excelente ideia do governo federal que veio ampliar as possibilidades de estudar numa universidade federal.

Um único vestibular muito bem elaborado, o ENEM, classifica os 2.791.334 estudantes que disputam as 205.514 vagas oferecidas. Com inscrição online, os resultados já estão publicados. Até 11 de fevereiro o estudante deverá informar o seu interesse em permanecer na lista de espera.

Os cursos mais procurados foram: Administração, Direito, pedagogia e Medicina. O mais procurado de todos foi o de Arquitetura e Urbanismo do Instituto Federal de São Paulo (IFSP). Somente com 40 vagas, a relação candidatos/vaga foi 344,43!

A Lei de Cotas determina que neste ano 37,5% das vagas das universidades federais sejam reservadas a alunos que tenham cursado integralmente o Ensino Médio em escolas públicas.

Os alunos que se inscreveram pela Lei de Cotas enfrentaram uma concorrência de 27,99 candidatos/vaga. Os demais candidatos, 25,66 candidatos/vaga.

As universidades federais lidam com o problema de verbas insuficientes, mas de um modo geral, conseguem manter um bom nível de ensino, com diploma respeitado no mercado de trabalho.

Para quem tentou o SISU e conseguiu, parabéns! Quem não conseguiu, conseguirá na próxima.

Abraço.

 

APRENDIZAGEM – PARTE II

Professora1 300x225 APRENDIZAGEM   PARTE II

É fundamental para a aprendizagem ter disposição para aprender.

Olá.

Você sabe a razão de estar na escola, onde pretende chegar na vida e tem um local preparado em casa para estudar. Vamos aprender?

A aprendizagem se processa em dois tempos:

- Na sala de aula

Meta: entender tudo o que foi tratado na aula.

Com disposição, tendo se alimentado e dormido o suficiente, chegue na escola sem afobação, com folga de tempo. Participe ativamente das aulas, concentre-se na exposição do professor. Ele pergunta, você responde, se tiver dúvida pergunte. Na aula, o único assunto que deve estar em sua cabeça é o assunto da aula. Esqueça o resto, desligue o celular.

- Em casa

Meta: completar a aprendizagem assimilando os assuntos da matéria lecionada pelo professor.

Alimente-se, descanse um pouco e comece a estudar no local que você preparou para essa finalidade. Como?

Aula dada, aula estudada.

Para cada aula do dia:

1. Leia no material didático o assunto dado em aula e reflita sobre ele;

2. Resolva os problemas propostos. Anote as dúvidas para esclarecimento com seus colegas e/ou professor.

Agindo assim você estará preparado para entender as aulas seguintes de cada matéria.

E assim, caro estudante, você avançará degrau por degrau.

Seja feliz.

Abraço.

 

APRENDIZAGEM – PARTE 1

Professora 300x225 APRENDIZAGEM   PARTE 1

O estudo tem a finalidade da aquisição de conhecimentos para que um dia o estudante possa exercer uma profissão com competência.

Olá.

Caro estudante, as férias estão terminando. Confesse, você está com saudades do ambiente escolar, do convívio com seus colegas. Por que você está na escola? Para aprender e adquirir base para o ano seguinte, até que se forme numa universidade e exerça uma profissão de seu agrado.

A aprendizagem é um processo contínuo, diário, lento. É como se você tivesse que subir uma longa escadaria, degrau por degrau, desde o primeiro ano do Fundamental até o último da faculdade.

Por que você precisa saber "isto"? Para entender "aquilo" mais adiante e somar conhecimento para que um dia seja um profissional competente. Confie em seus professores.

Na quinta-feira prosseguirei com o tema.

Abraço.

 

Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com