COLA NA POLI-USP

POLI USP COLA NA POLI USP

Cola na POLI-USP: assunto está sendo investigado.

Olá.

Cola nas escolas é um problema antigo. Em toda minha carreira escolar eu presenciei episódios de cola. Em geral, eram tiras de papel com pequenos resumos ou soluções de algumas questões, que alguns alunos utilizavam para si mesmos ou passavam aos seus colegas. Também presenciei escritos sobre a pele! Atualmente, com a evolução da tecnologia, os alunos passaram a utilizar os smartphones, entre outros artifícios.

Na Escola Politécnica da USP (POLI-USP) há tradição de honestidade durante as provas. Episódios isolados não recebiam apoio dos alunos em geral.

Infelizmente, um grupo de alunos envergonhou a POLI-USP: cerca de 200 alunos se reuniram com a finalidade de resolver provas e transmitir as soluções via WhatsApp para alunos que estavam realizando as provas nas salas de aula.

Como o esquema foi descoberto? Um professor que tomava conta de uma das salas pediu o smartphone de um aluno e encaminhou para a diretoria. Pasmem, o nome do grupo no WhatsApp era Honestidade!

De acordo com José Roberto Piqueira, diretor da POLI-USP, foi aberta sindicância interna e a Comissão de Ética da universidade também foi notificada para acompanhar o caso. De acordo com Piqueira, “...a USP também iniciará um processo civil, caso a polícia detecte que houve formação de quadrilha no esquema de cola. Essas pessoas podem ser processadas por manchar a imagem da instituição. É um processo em que até cabe indenização.”.

Abraços.

 

 

 

CPI DA MERENDA EM SÃO PAULO

Merenda Escolar 300x168 CPI DA MERENDA EM SÃO PAULO

Deverão ser investigados os contratos com governo, prefeituras, o envolvimento de agentes públicos e as empresas.

Olá.

Há suspeitas que recursos são desviados em contratos do Governo do Estado de São Paulo e prefeituras com fornecedores de merenda escolar.

De acordo com o Ministério Público, somente entre 2014 e 2015, uma cooperativa de agricultores assinou ao menos R$ 7 milhões em contratos com 21 prefeituras, além do governo estadual, para o fornecimento de alimentos e suco para a merenda.

Parece que parte desse valor era destinada ao pagamento de intermediários e agentes públicos que agiam nas licitações para beneficiar a cooperativa. O caso veio à tona em janeiro deste ano.

Dois deputados da oposição apoiaram a ocupação da Assembléia por estudantes que clamavam pela CPI da merenda Escolar. Conseguiram. Para a eleição da Comissão da CPI, a encrenca de sempre. Como a maioria dos deputados é do partido do governo, é natural que o presidente e o relator sejam apoiadores do governo.

Apesar de não acreditar em CPIs, vou por fé numa CPI organizada pelo PSDB.

Aguardemos.

 

 

PERÍODO DA MANHÃ: COBERTOR CURTO

Sono 300x200 PERÍODO DA MANHÃ: COBERTOR CURTO

Os alunos precisam estar bem acordados para que as aulas sejam produtivas.

Olá.

A rotina dos alunos que estudam de manhã contraria seus relógios biológicos. Por quê?

As aulas, em geral, começam por volta das 7h. Dependendo da distância, será necessário que os alunos acordem por vezes antes das 6h. Para que consigam dormir 8h/noite, o aluno deveria ir para cama por volta das 21h. Poucos conseguem, por conta das redes sociais, vídeo games, televisão etc.

Sabemos que o estudante deve chegar na escola com pelo menos 10min de antecedência, bem alimentado e bem dormido, precisa participar ativamente das aulas, estar concentrado, responder perguntas do professor e fazer perguntas quando for preciso. Para assistir corretamente às aulas o estudante tem que estar bem acordado.

Esse problema é mundial. Algumas escolas da Europa estão iniciando as aulas às 8h, outras às 10h30min. O horário de almoço aqui sofrerá alterações, o que de certa maneira é inconveniente. Em São Paulo, ainda existe o trânsito depois das 7h para piorar.

Nas escolas de tempo integral o problema é mais simples. O fato é que temos aqui um cobertor curto: descobrir a cabeça ou os pés?

Abraço.

 

O QUE FAZER NAS FÉRIAS?

Cursos de Férias 300x185 O QUE FAZER NAS FÉRIAS?

Com os cursos de férias algumas escolas prestam uma boa ajuda aos pais e alunos.

Olá.

Com a chegada das férias, pais que trabalham ficam aflitos.

O que seus filhos farão durante as férias? Alguns não têm companhia para seus filhos em casa. Seus filhos ficarão sozinhos? Se forem alunos de Educação Infantil, Fundamental I ou II evidentemente não devem ficar sozinhos. E os maiores, o que fazer? Visitar amigos, vídeo games?

Algumas escolas procuraram atenuar esse problema dos pais oferecendo cursos de férias, com até duas semanas de duração. Quais as atividades envolvidas? Variam conforme a idade, contemplam brincadeiras, práticas esportivas, aulas de leitura, pintura e culinária, oficinas, cinema, passeios etc.

Sem dúvida é uma boa ajuda que as escolas prestam aos alunos e seus pais.

Parabéns pela iniciativa.

Abraços.

O CONTATO COM A NATUREZA

Mini Fazenda 300x199 O CONTATO COM A NATUREZA

É importante colocar os alunos em contato com a natureza.

Olá.

A rotina de um estudante paulistano muitas vezes não inclui contatos com a natureza. Aulas na escola, estudo em casa, clube, academia, aulas de música, shopping, cinema, video game...

Algumas escolas resolveram despertar a curiosidade dos alunos colocando-os em contato com animais e plantas.

A primeira ideia é organizar excursões para visitar o Zoológico, Fazendas, Jardim Botânico e depois, elaborar pequenos zoológicos, desenvolver criações de galinhas poedeiras e horta na própria escola.

Os estudantes participam de atividades de reconhecimento de animais e plantas e podem participar da colheita de algumas coisas da horta.

Ainda, é possível ensinar aos alunos um pouco de culinária, de modo a que exercitem a preparação de alimentos vindos da própria criação ou horta, como por exemplo, preparação de ovos, cenouras, saladas etc.

Parabéns às escolas que se esforçam para colocar os alunos em contato com a natureza.

Abraços.

OS RELATÓRIOS DA EDUCAÇÃO INFANTIL

Relatório OS RELATÓRIOS DA EDUCAÇÃO INFANTIL

Com os relatórios para a Educação Infantil fica preenchida uma importante lacuna que havia no ensino.

Olá.

A avaliação dos conhecimentos adquiridos na escola é uma prática obrigatória. O estudo dos erros cometidos numa prova é poderoso recurso de aprendizagem.

No Ensino Básico é costume propor provas com questões na forma de testes, com 5 alternativas. É óbvio que este tipo de avaliação não se aplica para a Educação Infantil, os alunos estão começando a aprender a ler.

Não é nada bom que os pais ignorem o progresso de seus filhos na escola. Assim, algumas escolas de Educação Infantil estão encaminhando relatórios mensais aos pais. Os relatórios não devem ser apenas técnicos, devem demostrar o progresso do aluno na assimilação de conhecimentos, por exemplo, o aluno aprendeu a amarrar seus sapatos, a escrever seu nome, a alimentar-se sozinho, como está seu grau de sociabilidade, a preferência por determinados esportes, o seu comportamento em aula etc.

Com os relatórios, fica preenchida uma importante lacuna que havia.

Parabéns às escolas e seus diretores, que iniciaram o sistema de relatórios para a Educação Infantil.

Abraço.

CONGLOMERADOS DE ENSINO

 CONGLOMERADOS DE ENSINO

O sonho de frequentar uma faculdade transformou-se em realidade inclusive para os estudantes de baixa renda.

Olá.

Há alguns anos, os estudantes com baixa renda perceberam que o sonho de frequentar uma faculdade transformou-se em realidade, graças ao FIES e PROUNI.

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um programa do Ministério da Educação destinado a financiar a graduação na educação superior de estudantes matriculados em cursos superiores não gratuitos na forma da Lei 10.260/2001. Podem recorrer ao financiamento os estudantes matriculados em cursos superiores que tenham avaliação positiva nos processos conduzidos pelo Ministério da Educação. O Programa Universidade para Todos (PROUNI) também está vinculado ao Ministério da Educação, foi criado pelo Governo Federal em 2004 e oferece bolsas de estudo integrais e parciais (50%) em instituições privadas de educação superior, em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, a estudantes brasileiros sem diploma de nível superior.

Assim, só não frequenta uma faculdade o estudante que repudia o ensino abstrato que o conduziria até ela. Poderá então, optar pelo Ensino Técnico.

Tal facilidade para cursar uma faculdade chamou a atenção dos empresários de ensino. Faculdades maiores começaram a comprar menores, formando enormes conglomerados, como por exemplo, as empresas de capital aberto Anhanguera, Anima, Estácio, Kroton, Ser etc.

Eles superam, em número de alunos, os alunos da rede pública, constituem 25% dos alunos da rede privada e detêm 59,1% dos cursos à distância.

De modo geral, apostam no professor oferecendo plano de carreira, considerando o mérito e o tempo de serviço.

Esse é o caminho para um bom ensino: prestigiar os professores!

Abraço.

 

 

 

O ENEM VEM AÍ. E AGORA?

ENEM 2016 300x200 O ENEM VEM AÍ. E AGORA?

Em novembro: ENEM, o maior vestibular do País.

Olá.

Nos dias 5 e 6 de novembro teremos as provas do ENEM, o maior vestibular do País.

O ENEM é a porta de entrada para Universidades Federais (SISU - Sistema de Seleção Unificada), para Faculdades Particulares (PROUNI - Programa Universidade para Todos) e também é referência na obtenção de financiamento (FIES - Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior).

A USP reserva vagas para serem preenchidas pelo SISU.

Eu fico preocupado com a situação dos alunos do Ensino Público. Ocupação de escolas e greves fragilizam a aprendizado e a preparação adequada.

Uma dica aos interessados: os exames do ENEM têm estruturas parecidas e assim, estudem os três últimos exames. Como? Tentem resolver cada um a partir da primeira questão. Quando não conseguirem, estudem a teoria envolvida na questão. É um bom começo!

Para informações, acessem www.enem.inep.gov.br .

Abraço.

INCLUSÃO NA USP

USP1 300x127 INCLUSÃO NA USP

A USP está se esforçando para ampliar em suas fileiras o número de alunos da rede pública.

Olá.

A USP resolveu partir decisivamente para a inclusão de alunos da rede pública em suas fileiras, fixando a meta de 50% até 2018.

Em 2014, o índice era 35,1%. Então, a USP resolveu ampliar as possibilidades, reservando uma parte das vagas para o SISU (Sistema se Seleção Unificada), que é um sistema informatizado do Ministério da Educação por meio do qual instituições públicas de ensino superior oferecem vagas a candidatos participantes do ENEM. Não deu certo, o índice caiu para 34,6%.

O que fazer?

A USP pensa em aumentar o número de vagas pelo SISU e diminuir as notas de corte. A meta para 2017 é supera os 40%. Ainda, não permitirá mais que o aluno se inscreva nas duas modalidades: FUVEST e SISU. Há de ser escolhida pelos candidatos apenas uma delas.

Apesar dessas ações, os movimentos organizados dentro e fora da USP consideram insuficientes as medidas implantadas até hoje e defendem a adoção de cotas étnico-raciais. A Pró-Reitoria de Graduação da USP não descarta a criação das cotas desde que a comunidade universitária como um todo esteja afinada com a mudança.

Curioso: a USP se esforça para admitir em suas fileiras alunos da rede pública enquanto alguns destes não se preocupam em aprender, preferem ocupar escolas...

Este ano está praticamente perdido, será possível recuperar?

Abraço.

 

 

 

USP: LÍDER NA AMÉRICA LATINA

USP 300x127 USP: LÍDER NA AMÉRICA LATINA

USP: melhor Universidade da América Latina.

Olá.

As nossas universidades sofrem as consequências da grave crise que tomou o País. Greves de professores e demais funcionários, verbas deficientes, queda no número de alunos, instalações com problemas e assim por diante.

Apesar disso, cinco universidades brasileiras comparecem entre as dez primeiras da América Latina no ranking de grande reputação realizado pela revista Times Higher Education (THE). As cinco universidades brasileiras estão assim classificadas: USP (Primeiro Lugar), UNICAMP (Terceiro Lugar), UFRJ (Quinto Lugar), UNIFESP (Sexto Lugar) e UFMG (Nono Lugar).

Ainda, no ranking organizado pela empresa britânica Quacquarelli Symonds (QS), um dos levantamentos mais prestigiados do mundo, entre as dez melhores da América Latina, quatro são brasileiras: USP (Primeiro Lugar), UNICAMP (Segundo Lugar), UFRJ (Quinto Lugar) e UNB (Nono Lugar).

Nem todas as universidades brasileiras podem almejar uma posição de excelência global. A missão principal de algumas é servir a comunidade local, as prioridades são diferentes. O fato é: imagine, caro leitor, se não estivéssemos em crise, poderíamos estar classificados entre os melhores do mundo!

Abraço.