REFORMULAÇÃO DO ENSINO MÉDIO

Educação REFORMULAÇÃO DO ENSINO MÉDIO

Época de debates: reformulação do Ensino Médio.

Olá.

Parece que as coisas começaram a andar na área da Educação: o  ministro  Mendonça Filho deu por aberto o debate sobre a Medida Provisória 746, cujo tema é a reformulação do Ensino Médio brasileiro e que deverá ser votada até março de 2017.

Em audiência pública realizada em 28/11 no Senado Federal, deputados e senadores fizeram ao ministro questionamentos relacionados à reforma do Ensino Médio, que contemplaram entre os principais assuntos a lentidão em que o processo se encontra, a questão do tempo integral e os fracos resultados obtidos pelos alunos nas avaliações nacionais.

A Medida provisória 746 estabelece que parte do Ensino Médio seja voltada para os conteúdos que serão definidos na Base Nacional Comum Curricular (está em discussão no MEC) e parte para itinerários formativos, que serão escolhidos pelos estudantes, relacionados com  Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza, Ciências Humanas e Formação Técnica e Profissional. Português e Matemática são obrigatórios ao longo do curso.

Os Estados, com problemas financeiros, querem mais recursos para fazer a reforma andar e com a Medida Provisória 746 o governo deverá provê-los para que consigam ampliar a jornada escolar para 7h/dia.

Vale lembrar que:

- O Plano Nacional de Educação (PNE), aprovado em 2014, prevê que o Brasil tenha pelo menos 25% dos estudantes em tempo integral até 2024, levando em consideração também a Educação Básica;

- O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) está estagnado desde 2011. O desempenho em Português e  Matemática é o mesmo desde 1997;

- No Brasil,  1,7 milhão de jovens entre 15 e 24 anos não estudam e nem trabalham.

Tantas coisas pra arrumar mas é preciso começar!

Em tempo: meus melhores sentimentos aos familiares e amigos das vítimas do terrível acidente ocorrido com o avião que transportava a equipe da Chapecoense e jornalistas para Medellín, Colômbia.

Abraço.

 

http://r7.com/reWS

ORIENTAÇÃO PARA A PRIMEIRA FASE DA FUVEST

FUVEST1 ORIENTAÇÃO PARA A PRIMEIRA FASE DA FUVEST

Próximo Domingo: FUVEST primeira fase.

Olá.

No site da FUVEST (www.fuvest.br) está disponibilizadal a lista dos locais de provas para o exame da primeira fase da FUVEST a ser realizado no próximo Domingo.

A abertura dos portões está marcada para às 12h30min e o início da prova será às 13h. O final do exame se dará às 18h e os candidatos deverão permanecer nas salas no mínimo até às 16h. Recomendo que cada candidato chegue ao seu local de prova às 12h, após ter feito refeição leve.

A prova de primeira fase será constituída por 90 questões de múltipla escolha envolvendo português, matemática, física, química, biologia, história, geografia e inglês, com algumas questões interdisciplinares. A FUVEST pretende divulgar o gabarito oficial ainda no Domingo, por volta das 19h30min. A lista de aprovados para a segunda fase será divulgada na segunda-feira 19/12.

Para a realização do exame os candidatos devem levar um documento original de identidade com foto e caneta esferográfica azul ou preta. Lápis e borracha são permitidos apenas para rascunhos. Qualquer tipo de equipamento eletrônico, incluindo celulares e relógios (haverá um sistema disponibilizado pela FUVEST para que os candidatos acompanhem o tempo de exame) estão proibidos nas áreas dos prédios de realização do exame. Gorros, bonés e canetas marca-texto devem ser deixados em casa, bem como livros, cadernos, papéis e anotações. A FUVEST deixa claro que  o desrespeito às normas pode resultar em desclassificação dos candidatos.
Se você candidato ainda não tem um método próprio para resolução de uma prova com questões de múltipla escolha, adote o Pega Varetas:

Numa primeira leitura, a meta será resolver as questões que são fáceis para você. Respire profundamente 10 vezes e leia a primeira questão, reflita sobre ela e resolva-a se for fácil para você, e passe para a segunda. Se for de dificuldade média e não conseguir engrenar o raciocínio, faça uma marca ao redor do número da questão e passe para a terceira. Se for difícil, faça nova marca e passe para a quarta e assim por diante, até a última questão. O seu cérebro permanecerá trabalhando nas questões marcadas. Numa segunda leitura, tente resolver as questões marcadas, consideradas por você de dificuldade média ou difíceis, partindo da primeira marcada e prosseguindo até a última. Na terceira leitura, tente resolver as que restaram, as difíceis, procurando de forma inteligente cercar a alternativa correta quando possível. É como se fosse aquele joguinho, o Pega-Varetas...

a. De início, pegam-se as varetas soltas, as mais fáceis ( Primeira Leitura);

b. A seguir, as varetas apoiadas, de dificuldade média (Segunda Leitura);

c. Finalmente, as varetas bem presas lá no fundo, as difíceis (Terceira Leitura);

Boa prova!

Abraços.

http://r7.com/VPdP

A ESCOLHA DA PROFISSÃO

Escolha da Profissão A ESCOLHA DA PROFISSÃO

A escolha de uma profissão não é uma sentença para a vida toda.

Olá.

Alguns estudantes podem estar indecisos a respeito da Profissão a seguir, mesmo aqueles que, por exemplo, já se inscreverem nos vestibulares. Doses de ansiedade, angústias e incertezas aparecem naturalmente, o que, nem sempre, é prejudicial, pois podem gerar maior dedicação na busca por informações úteis.

O fato é que a escolha da Profissão não é mais algo para a vida toda. As pessoas mudam e o mercado também! Anteriormente, a maioria das pessoas tinha como objetivo trabalhar muito tempo em uma mesma empresa, exercendo basicamente atividades específicas e definidas. A nova geração não está motivada a criar grandes raízes num mesmo lugar ou atividade, o que provoca um verdadeiro burburinho no universo das profissões.

As possibilidades agora vão muito além das áreas de humanas, biológicas ou exatas...

Seguem alguma sugestões para uma escolha mais assertiva:

- Ler nos manuais da FUVEST e UNICAMP, por exemplo, resumos sobre os cursos oferecidos;

- Diferenciar Profissão de Carreira. A escolha de uma Profissão é o primeiro passo para a construção de uma Carreira e não é uma sentença para a vida toda. Por exemplo, existem diversos engenheiros civis que inicialmente imaginaram trabalhar com construções mas que, ao final da sua formação, optaram por seguir trabalhando no mercado com Economia. Perceberam que a Carreira é um caminho;

- Conversar com universitários sobre os seus cursos. Se possível, assistir algumas aulas como ouvinte;

- Buscar orientação com profissionais, parentes ou amigos, que exerçam diferentes atividades, procurando conhecer o dia-a-dia de cada um e as perspectivas dos mercados;

- Frequentar as feiras sobre profissões oferecidas por escolas e universidades;

- Identificar seus pontos fortes e fracos;

Eu mesmo, escolhi como Profissão a Engenharia Civil e minha Carreira se pautou na área de Educação.

Há um leque enorme de possibilidades. E o mais importante: ser jovem é ter tempo e infinitas possibilidades.

Boa escolha.

Abraço.

http://r7.com/s6nV

FUVEST 2017

FUVEST FUVEST 2017

O vestibular da FUVEST está chegando.

Olá.

A FUVEST 2017 tem 136.736 candidatos inscritos, que irão disputar 8.854 vagas (8.734 em cursos de graduação da USP e 120 na medicina da Santa Casa). É o menor número de inscritos dos últimos seis anos. 12.750 candidatos são treineiros. O curso mais concorrido é o de Medicina Ribeirão Preto com 75,58 candidatos/vaga.

A primeira fase da Fuvest 2017 acontecerá no Domingo 27 de novembro. Serão 90 questões do tipo testes de múltipla escolha envolvendo Português, Matemática, Física, Química, Biologia, História, Geografia e Inglês, com algumas questões interdisciplinares. A prova terá 5h de duração. Os locais de provas serão divulgados na Segunda-Feira 21 de novembro. A nota da primeira fase será utilizada tanto para a seleção dos candidatos habilitados para a 2ª fase , quanto para o cálculo da nota final.

Abraço.

http://r7.com/DTfA

APROVEITANDO O ENEM PARA REFLETIR…

reforma 300x300 APROVEITANDO O ENEM PARA REFLETIR...

Nosso Edifício Educação precisa de reforma!

Olá.

O MEC transformou o ENEM no maior vestibular unificado do País. Suas provas exigem que os alunos demonstrem competências e habilidades na solução de questões, fazendo uso dos conhecimentos adquiridos na escola e na sua experiência de vida, e cada vez mais funcionam como verdadeiro teste de resistência física, mental e psicológica. Ótimo!

Em 2016 não foi diferente, e o ENEM certamente conseguirá selecionar os melhores candidatos, mesmo com o inconveniente relacionado às ocupações no qual cerca de 270 mil candidatos deverão fazer provas nos dias 3 e 4 de dezembro. De acordo com o MEC, dos 8.356.215 candidatos inscritos em 2016, 5.848.619 fizeram as provas nos dias 5 e 6 de novembro (cerca de 30% de abstenção).

Ocorre que as notas do ENEM 2016 continuarão indicando os problemas de sempre: os alunos das escolas particulares têm notas bem maiores do que os alunos da rede pública de ensino e que também existem muitas escolas particulares em situações complicadas.

Por quê?

O nosso Edifício Educação está ineficiente, já sabemos. O pior, ele está pequeno e aí está a questão! Ele se compõe das seguintes partes:

- Alicerces – Educação Infantil, inclusive creches;

- 1º andar – Fundamental I;

- 2º andar – Fundamental II;

- 3º andar – Ensino Médio;

- 4º andar – Ensino Superior.

A reforma necessária no Edifício Educação deve inicialmente adequar o tamanho antes se preocupar com a eficiência. É preciso que ele possa receber todos os interessados. No País, o atual tamanho é bem inferior à necessidade. Por exemplo, há filas enormes atrás de vagas para creches e Escolas Técnicas. Muitos alunos desistem após o Fundamental I...

Uma vez que estejam todos os alunos acomodados no Edifício Educação, devemos pensar em torná-lo mais eficiente, partindo da base e implementando melhorias em cada andar. Não adianta nada, por conta de dados refletidos pelo ENEM, continuarem tapando o sol com a peneira e promoverem mais ajustes nos 3º e 4º andares! Basta observar que, atualmente, um aluno que desejar estudar em Escola Superior, tem facilidades para isso: PROUNI, FIES, SISU... Com esforço pode se tornar um universitário (a maioria dos alunos que frequentam hoje uma universidade pertencem às classes C,D e E), mas por conta de problemas nos andares anteriores, a formação se torna no mínimo duvidosa.

Quando o tamanho do Edifício Educação estiver calibrado, poderemos sonhar com cada escola de cada andar funcionando também como centro sociocultural e esportivo, como ponto de reunião de famílias, com infraestrutura adequada, salas de aula bem montadas, auditório, laboratórios, restaurante, biblioteca, ginásio poliesportivo e pista de atletismo para várias modalidades. Os alunos com laptops que podem ser conectados a uma rede própria de ensino, onde o conteúdo ensinado é menos árido e mais útil e com produção de conhecimento em larga escala.

Logicamente, os professores desde agora e sempre devem ter boa formação, adorar ensinar e ter boa remuneração. Enfim, que venham dias melhores.

Abraço.

 

http://r7.com/GzMc

O ENEM ESTÁ CHEGANDO? NÃO PARA TODOS OS INSCRITOS…

ENEM 2016 300x200 O ENEM ESTÁ CHEGANDO? NÃO PARA TODOS OS INSCRITOS...

Alguns alunos inscritos no ENEM não poderão fazer as provas no próximo final de semana.

Olá.

Pasmem: hoje o Inep informou que 191.494 dos 8,7 milhões de inscritos para o ENEM não conseguirão fazer as provas no próximo final de semana, por conta das mais de 300 ocupações em escolas destinadas para serem locais de provas.

Paraná (74 locais ocupados com 41.168 alunos afetados) e Minas Gerais (59 locais ocupados e 42.671 alunos afetados) são os Estados mais prejudicados. Para lembrar, as ocupações das escolas em diversos estados são protestos relacionados à reforma do Ensino Médio e PEC do teto de gastos públicos.

De acordo com a presidente do Inep, Maria Inês Fini, os alunos prejudicados serão informados a partir de hoje, quando receberão os avisos sobre o adiamento e novas datas (provavelmente dias 3 e 4 de dezembro), ainda sem informação dos novos locais de provas. Nos presídios a prova será realizada nos dias 13 e 14 de dezembro. Ela afirma: "Eu devo dizer a vocês que toda a equipe do Inep, que pensa no exame, lamenta profundamente a ansiedade que esses 191.494 jovens ainda manterão esperando mais um período para realizar a prova. Não é possível um tempo menor, em razão de toda essa logística de segurança que o exame exige".

Lamentável! Mais custos e transtornos.

Para todos os candidatos, desejo boas provas. E lembrem-se do método seguinte para resolver as provas:

Numa primeira leitura, a meta será resolver as questões que são fáceis para você. Respire profundamente 10 vezes e leia a primeira questão, reflita sobre ela e resolva-a se for fácil para você, e passe para a segunda. Se for de dificuldade média e não conseguir engrenar o raciocínio, faça uma marca ao redor do número da questão e passe para a terceira. Se for difícil, faça nova marca e passe para a quarta e assim por diante, até a última questão. O seu cérebro permanecerá trabalhando nas questões marcadas. Numa segunda leitura, tente resolver as questões marcadas, consideradas por você de dificuldade média ou difíceis. Na terceira leitura, tente resolver as que restaram, as difíceis, procurando de forma inteligente cercar a alternativa correta quando possível. É como se fosse aquele joguinho, o Pega-Varetas...

Abraço.

http://r7.com/4Itl

O ENEM ESTÁ CHEGANDO

ENEM 2016 300x200 O ENEM ESTÁ CHEGANDO

Está chegando o maior vestibular do País!

Olá.

Mais de 9 milhões de estudantes se inscreveram no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Esse exame foi criado em 1998, no governo de Fernando Henrique Cardoso, para avaliar os conhecimentos adquiridos pelos alunos do Ensino Médio brasileiro. Expandiu-se e virou prova de vestibular. Hoje, é a principal porta de acesso às universidades públicas federais e importantes universidades particulares.

Alguma observações sobre o ENEM:

1. O ENEM é composto por quatro provas objetivas, com 45 questões de múltipla escolha cada, e uma Redação;

- 05 de novembro: Ciências Humanas e suas Tecnologias e Ciências da Natureza e suas Tecnologias (Tempo máximo de prova: 4h30);

- 06 de novembro: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação e Matemática e suas Tecnologias (Tempo máximo de prova: 5h30);

2. As questões costumam ser muito bem elaboradas pelo INEP, sem pegadinhas e sem complexidades. O ENEM é mais fácil do que a FUVEST;

3. Podemos classificar as questões em fáceis, médias e difíceis. As difíceis têm maior valor. É o chamado sistema TRI (Teoria da Resposta ao Item) que visa a evitar chutes. Não se espante se a nota que você tirar numa prova for diferente do número de questões que você acertou;

4. Para se preparar nos poucos dias restantes: resolva as três últimas provas do ENEM. Estude os assuntos das questões que não conseguir resolver. Leia diariamente nos jornais as principais ocorrências nacionais e internacionais. Assista aos jornais da TV. Veja os temas de Redação de provas anteriores;

5. Você já resolveu muitas provas na sua vida de estudante. Se ainda não tem um método próprio de resolução, adote o Pega Varetas:

Numa primeira leitura, a meta será resolver as questões que são fáceis para você. Respire profundamente 10 vezes e leia a primeira questão, reflita sobre ela e resolva-a se for fácil para você, e passe para a segunda. Se for de dificuldade média e não conseguir engrenar o raciocínio, faça uma marca ao redor do número da questão e passe para a terceira. Se for difícil, faça nova marca e passe para a quarta e assim por diante, até a última questão. O seu cérebro permanecerá trabalhando nas questões marcadas. Numa segunda leitura, tente resolver as questões marcadas, consideradas por você de dificuldade média ou difíceis. Na terceira leitura, tente resolver as que restaram, as difíceis, procurando de forma inteligente cercar a alternativa correta quando possível. É como se fosse aquele joguinho, o Pega-Varetas...

a. De início, pegam-se as varetas soltas, as mais fáceis ( Primeira Leitura);

b. A seguir, as varetas apoiadas, de dificuldade média (Segunda Leitura);

c. Finalmente, as varetas bem presas lá no fundo, as difíceis (Terceira Leitura);

6. Verifique com antecedência na página do Participante (http://enem.inep.gov.br) o local de prova para o qual foi designado. Faça o trajeto até o local de prova antes do dia do Exame e chegue no local para a realização das provas às 12h (horário oficial de Brasília/DF);

O vestibular é mais uma competição na vida de um estudante. Haverá muitas outras. No fundo, o estudante não está competindo com ninguém, a não ser consigo mesmo.

Boa prova.

Abraço.

http://r7.com/4uti

REABERTURA DO FIES

Olá.

Finalmente, numa sessão transcorrida ontem (18/10), com a presença do ministro da Educação Mendonça Filho, o plenário do Congresso aprovou o projeto que autoriza a liberação de crédito suplementar de 1,1 bilhão de reais para o Ministério da Educação (MEC), dos quais 702,5 milhões de reais são para o programa de Financiamento Estudantil (Fies). Ainda é necessária a sanção do presidente Michel Temer. Para lembrar, a discussão do crédito para o Fie,s por falta de quorum, teve dois adiamentos anteriores.

Assim, o Ministério da Educação (MEC) conseguirá quitar dívidas com bancos e normalizar os repasses às instituições privadas de ensino superior, que estão sem receber desde julho. Estima-se que os atrasos somam cerca de  5 bilhões de reais, relacionados a 1,8 milhão de alunos.

Hoje o Ministério da Educação (MEC) reabriu o Sistema do Fundo de Financiamento Estudantil (SisFies) para a renovação das matrículas do segundo semestre deste ano. Geralmente deve ocorrer no início do semestre mas estava suspensa devido aos atrasos de pagamento. Os estudantes beneficiados podem acessar o sistema online e prossegui com o aditamento.

Desde o segundo semestre de 2015, os financiamentos concedidos com recursos do Fies passaram a ter taxa de juros de 6,5% ao ano e cerca de 2,1 milhões de estudantes participam no momento do programa.

Abraço.

http://r7.com/xjOZ

PEC 241 E EDUCAÇÃO

Olá.

O governo conseguiu a aprovação em primeiro turno da PEC (Proposta de Emenda Constitucional) 241, que limita os gastos totais do governo federal. Ainda serão pelo menos três votações pela frente no Congresso mas é real a possibilidade dela se tornar parte da Constituição.

Na Educação, a mudança ocorrerá a partir de 2018, quando o governo pretende investir o mesmo valor que investiu em 2017 (18% da receita líquida do governo) mais o acréscimo da inflação do ano anterior, medida pelo IPCA (projeção de 5,1%). Terá validade até 2026, e, se não for alterada, até 2036.

De acordo com o governo, agindo assim, a área estará protegida. O governo pode decidir investir mais. Para isso, terá de diminuir o orçamento de outros setores, pois o teto de gasto total do governo federal (sempre o gasto do ano anterior corrigido pela inflação) deverá ser respeitado.

E no caso da PEC 241 não ser aprovada, como fica a Educação?

O governo tem a obrigação de investir 18% da receita líquida, descontados repasses a estados e municípios, para a área. Num cenário como o atual, em que a inflação é alta e a receita é baixa, esse repasse também diminuirá, em relação ao que foi investido no último ano.

Com a gravidade da crise econômica, não há como saber quando o país percorrerá caminhos saudáveis. Em cenários de baixo crescimento e inflação alta, a PEC tende a levar mais dinheiro para a Educação do que o sistema atual.

O ministro da Educação, Mendonça Filho, afirmou que o Brasil é, entre os membros da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), o país que mais investe proporcionalmente em Educação mas que  há uma distorção pois o  investimento é proporcionalmente mais elevado em educação de nível superior do que em educação básica. De acordo com ele: "Há sempre uma inversão de prioridades e, para mim, o foco da educação básica, sem nenhum demérito para a educação superior, tem que ser valorizado."

Triste é saber que, dado o momento de crise, parece que a verba para Educação no próximo orçamento diminuiria com ou sem PEC.

Abraço.

http://r7.com/9g6k

ENSINO MÉDIO INTEGRAL

Olá.

O MEC almeja criar 257.400 novas vagas para o Ensino Médio Integral em até 572 escolas públicas brasileiras.

No momento, 384.635 estudantes estão cursando o Ensino Médio regular em tempo integral, cerca de 5,6% das matrículas. A reforma do Ensino Médio ainda objeto de críticas, teve mais de 500 emendas.

Os Estados precisam apresentar seus projetos pedagógicos para aderirem ao projeto. Caberá ao MEC a avaliação de modo a que os primeiros estudantes sejam inseridos já no próximo ano letivo.

O governo federal pretende pagar para a rede de ensino 2 mil reais/ano por cada vaga de Ensino Médio Integral. Os alunos permanecerão na escola por volta de 7h/dia. Esse repasse deve ser pago às escolas em duas parcelas/ano.

De acordo com o MEC, a rede de ensino deverá pagar os custos extras pois o custo do Ensino Médio Integral é maior do que a verba em cada estado, variando entre 3,5 mil reais/ano e 6,6 mil reais/ano.

A ajuda de custo terá duração de quatro anos.

Espero que tudo caminhe bem.

Abraço.

http://r7.com/rPxT