DEFICIT DE PROFESSORES NO ENSINO MÉDIO BRASILEIRO

 DEFICIT DE PROFESSORES NO ENSINO MÉDIO BRASILEIRO

A escola pública brasileira necessita de professores concursados bem remunerados.

Olá.

O Tribunal de Contas da União (TCU), em auditoria especial, nos informa que o Ensino Médio do País necessita de 32,7 mil professores. O deficit está concentrado especialmente nas disciplinas da área de exatas, Matemática, Física e Química. 9 mil é o deficit de professores de Física.

Foram analisados todos os Estados da União com exceção de São Paulo e Roraima, que não aceitaram participar do levantamento de dados.

A auditoria constatou que 30% dos professores de Ensino Médio do País têm contratação precária o que certamente reduz o rendimento escolar.

Caro leitor, a coisa só tende a piorar. Quem quer ser professor de escola pública hoje em dia? Para conseguir o cargo de professor de Ensino Médio de uma escola pública, qual a trajetória que o estudante deve trilhar? Educação Infantil, Fundamental I, Fundamental II, Ensino Médio, eventualmente Cursinho, Faculdade e Concurso. Uma vez aprovado no Concurso, receberá um salário equivalente ao de uma diarista que presta serviços domésticos. Cá entre nós, até a diarista ganha mal neste País.

O governo dispõe de recursos suficientes para a Educação. Com a promessa de dobrá-los dentro de alguns anos. É preciso saber gerir esses recursos.

Para começar bem a gestão, deve valorizar o magistério. Não adianta elaborar planos de Educação sem contar com professores concursados bem remunerados.

Abraço.