Ensino Médio

INDISCIPLINA

Bagunça 300x225 INDISCIPLINA

A troca do castigo por trabalhos é uma boa ideia.

Olá.

O tema tem sido recorrente...

Nos últimos anos constatou-se uma desistência anormal dos alunos do Ensino Médio. Por quê? Os alunos desistentes descobrem que o certificado de conclusão tem pouco valor no mercado de trabalho e que sua maior utilidade é permitir que sejam feitas inscrições para vestibulares.

Alguns alunos não querem entrar em faculdade por conta do estudo de matérias abstratas. Eles se dariam melhor em cursos técnicos, onde o foco é o FAZER. Por que, então, esses alunos não entram em escolas técnicas? Não há vagas suficientes em escolas técnicas públicas, conforme comentei em matérias anteriores.

Esse é um fator que explica parte da indisciplina de alunos em salas do Ensino Médio. Por quê? A aprendizagem se processa em dois tempos:

Primeiro tempo: na sala de aula.

Segundo tempo: em casa.

A aprendizagem na sala de aula exige participação ativa do aluno. Ora, se o aluno não tem interesse nos assuntos tratados ele começa a conversar com colegas durante às aulas, a rir de qualquer coisa... O professor perde a concentração e por vezes exclui o aluno da sala. O aluno excluido vai conversar com o diretor conforme a gravidade do caso e pode ocorrer até suspensão.

Alguma escolas estão inovando. O diretor chama os pais, explica o que motivou a exclusão da aula e pergunta:o que é melhor, suspender o aluno por 3 dias ou pedir a ele que faça trabalhos na escola, tais como trabalhar na Biblioteca? Os pais e o aluno escolhem o que fazer.

É um caminho.

Abraços.

UMA VISÃO PANORÂMICA

 UMA VISÃO PANORÂMICA

O ensino superior paulista tem reduzido o seu número de alunos.

Olá.

Impeachment? Ou não?

Cunha fica ou sai?

Enquanto os políticos brigam para dividir o que resta deste País, num verdadeiro balcão de negócios, alguns professores idealistas continuam a sonhar com métodos de ensino: lecionar matemática utilizando jogos, utilizar debates para construção de ideias, trabalhar com emoções...

Estamos em crise. Quando não estávamos, já não conseguíamos administrar de modo eficiente o Ensino Público. As universidades precisam buscar recursos financeiros fora do governo, fazer parcerias com indústrias e até buscar patrocinadores.

O ensino superior privado paulista tem aproximadamente 1,5 milhões de estudantes. Perdeu cerca de 150 mil, incluindo os que não fizeram rematrícula. Por quê? Porque o FIES endureceu, para não dizer que secou, reduzindo o número de ofertas e aumentando os juros. A rematrícula está diminuindo bastante, afinal, a oferta de empregos está em baixa. Como pagar o FIES sem emprego?

Uma análise do Ensino Médio por meio das notas do ENEM revela que apenas 10% dos alunos têm nível satisfatório.

Estamos mal, mas não devemos perder a esperança de que um dia os políticos nos deixarão em paz, cuidarão bem do dinheiro público e remarão de fato no sentido do progresso.

Abraço.

 

 

AS ESCOLAS TÉCNICAS

CursosTecnicos 300x199 AS ESCOLAS TÉCNICAS

Ao terminar um Curso Técnico o estudante encontra emprego qualificado no mercado de trabalho e, se quiser, poderá ingressar numa universidade.

Olá.

O caminho para reduzir a pobreza no País é oferecer emprego qualificado para os mais pobres.

Como se pode conseguir isso? Somente por meio da Educação. Tudo começa no Ensino Básico. Estamos no momento certo ao estudar como estabelecer a Base Nacional Comum Curricular. Que ela defina com clareza quais os conhecimentos necessários e suficientes para que o estudante possa ter uma atuação eficiente no mercado de trabalho. Nada de sobrecarregar o currículo. Entre outros conhecimentos, o estudante precisa aprender a ler, a interpretar textos, a assimilar raciocínios matemáticos e expressar-se corretamente em Língua Portuguesa, oralmente e por escrito.

Por que aqui no Brasil uma boa parte dos alunos desistem de estudar ao terminar o nono ano do Fundamental? Porque não suportam mais a aridez do ensino. Sabem que no Ensino Médio será pior. Abraçariam com prazer um curso técnico. Por que não fazem isso? Porque não há oferta de vagas. Em 2013, apenas 7,8% dos alunos que terminaram o nono ano cursaram o Técnico, apesar do PRONATEC.

Eu tenho a certeza que 50% dos alunos fariam um Curso Técnico. O FAZER do Curso Técnico atrai os alunos. Na Alemanha, 51,5% dos alunos que terminam o Fundamental optam pelo Técnico (o processo já é direcionado desde a entrada do estudante na Escola). Na Áustria, 76,8% e na Finlândia, 69,7%.

O Curso Técnico oferece vantagens:

- Em 3 ou 4 anos o estudante ingressa no mercado de trabalho com emprego qualificado;

- Se quiser, depois de formado, o estudante pode ingressar numa universidade;

- Os alunos de Cursos Técnicos têm-se saído muito bem na FUVEST.

Abraço.

ATIVIDADES EXTRA-CURRICULARES

escolhas 300x300 ATIVIDADES EXTRA CURRICULARES

É positivo a procura de novos caminhos para a aprendizagem.

Olá.

Na semana passada comentamos a reorganização do Ensino Básico da rede pública paulista. A meta é que em cada escola funcione um único ciclo de aprendizagem, Fundamental I, ou Fundamental II ou Ensino Médio. Estou de acordo.

Algumas escolas particulares seguem em sentido oposto criando atividades nas quais misturam alunos dos vários estágios do Ensino Básico.

Certamente são atividades planejadas extra-curriculares. Claro que os programas são desenvolvidos em cada ciclo exclusivamente para alunos do ciclo.

Sem dúvida, essas atividades devem produzir motivação nos alunos dos Fundamentais I e II.

Além disso, alunos do Ensino Médio bem orientados lecionam para os alunos dos estágios anteriores. Isso é bom: ao ensinar se aprende!

Enfim, é positivo a procura de novos caminhos para a aprendizagem.

Abraço.

 

ENSINO MÉDIO X CURSINHO

Aluno Estudando 300x221 ENSINO MÉDIO X CURSINHO

Fazer Ensino Médio e Cursinho simultaneamente não é aconselhável.

Olá.

Eu frequentei o Curso Científico do antigo Colégio Anglo Latino. Eram três anos de estudo, ninguém pensava em revisão para vestibular.

Logo após a Revolução de 32, jovens estudantes passaram a se interessar pelo vestibular. Cursinhos começaram a aparecer nas áreas de Humanas, Exatas e Biológicas. Humanas perdeu força. Exatas e Biológicas progrediram e dois cursos se destacavam: Anglo e 9 de Julho. Não havia confusão na cabeça dos alunos, dos professores e diretores. Colégio era uma coisa, cursinho outro. Todos sabiam que frequentar Colégio e Cursinho simultaneamente era improdutivo. Mesmo assim, alguns estudantes tentavam.

A partir da década de 80, foram criados os Sistemas de Ensino, que produziam material didático para os Colégios, firmavam parcerias, forneciam as provas e orientações diversas para uso correto do material.

O Anglo, em pesquisa realizada pela Editora Abril Educação, foi considerado o melhor Sistema de Ensino do País. Por isso, a Abril Educação comprou o Sistema Anglo de Ensino e posteriormente, foi comprada pelos Fundos Tarpon.

Os Sistemas de Ensino ofereciam dois tipos de material didático: revisão de dois anos e de dois anos e meio.

O Anglo, após mudar de dono duas vezes consecutivas, ficou desfigurado e está perdendo espaço para outros sistemas de ensino. Convém destacar que o grupo de franquias Anglo Leonardo da Vinci ( Alphaville, Osasco, Taboão da Serra, Granja Viana...) conserva o brilho do antigo Anglo.

Fazer Colégio e Cursinho simultaneamente não é recomendável. Ficar o dia inteiro dentro de sala de aula sem tempo para estudar é improdutivo. Agora, no final do terceiro ano do Ensino Médio, fazer revisão em Cursinho é interessante.

Abraço.

A IMPORTÂNCIA DE UMA AULA

IMG 0325 300x223 A IMPORTÂNCIA DE UMA AULA

Quando a aula é maravilhosa, os alunos não faltam. Fica a homenagem ao meu filho Alexandre Marmo, um dos melhores professores que conheci.

Olá.

As disciplinas estão divididas em partes. Especialmente em matérias de exatas, a falta em uma aula pode comprometer o entendimento da parte inteira. Nas aulas seguintes, qualquer dificuldade na aprendizagem pode ser atribuída ao desconhecimento da parte anterior, mesmo que isso não seja verdade.
Então, caros alunos, não faltem às aulas. As faltas seguidas levam ao abandono.
Em 2007, a taxa de abandono nas escolas públicas de Ensino Médio de São Paulo foi de 6%. Em 2014, 5%. Para o Ensino Fundamental manteve-se em 1,5%.
Resolução aprovada e publicada no Diário Oficial do Estado obriga que as escolas estaduais paulistas entrem em contato com os pais dos estudantes por telefone quando a ausência corresponder a 10% das aulas. Antes era 20%.
Em escola particular bem administrada, o coordenador telefona para os pais para saber do motivo de ausência do filho. Havendo repetição de faltas, os pais são chamados para conversar.
As escolas precisam encontrar meios para atrair os alunos. O melhor dos meios é uma boa aula. O esporte bem organizado, também ajuda.
Sempre acreditamos.
Abraço.

A BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR

 A BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR

Esperamos que exista continuidade no trabalho do professor Janine.

Olá.

Tivemos, por pouco tempo um ministro da educação do ramo, o filósofo Professor Doutor Renato Janine Ribeiro. Foi demitido. Por quê?Medo do Impeachment. Pouco antes, o professor Janine tinha apresentado a minuta de seu trabalho, a Base Comum Nacional Curricular para o Ensino Médio.
Como Homenagem ao professor Janine apresentaremos as linhas gerais do seu projeto.
O que é a Base Comum? É um texto que define o conteúdo das disciplinas que devem ser ensinadas em todo País, desde a Educação Infantil até o Ensino Médio. É um procedimento adotado por países bem sucedidos no Ensino Básico tais como Finlândia e Coréia do Sul.
A Base Comum foi elaborada por uma equipe de pedagogos e professores universitários.
A minuta será submetida a consulta pública até o final do ano. Docentes, escolas e instituições apresentarão sugestões. No primeiro semestre de 2016, a versão definitiva será encaminhada ao Conselho Nacional de Educação. Esperamos que as sugestões contribuam positivamente não alterando a essência do documento.
60% do currículo será a Base Nacional, obrigatória para todas as escolas do país. Os 40% restantes, referem-se a assuntos regionais, escolhidos pelas escolas.
A definição de uma Base Comum orienta a formação de professores e a elaboração de livros didáticos.
As disciplinas estarão divididas em quatro grandes grupos, como já conhecemos do ENEM: Ciências da Natureza, Ciências Humanas, Linguagens e Matemática.
Alguns pontos obscuros no momento serão esclarecidos com o desenvolvimento do projeto. Provavelmente haverá um livro para a Base Comum e outro para Assuntos Regionais ou um livro só por região? Será decidido oportunamente.
Bem, podemos respirar aliviados: o governo deu a partida num projeto que, espera-se, vai melhorar o Ensino Básico brasileiro.
Esperamos que seja dada continuidade ao trabalho do professor Janine.
Abraço.

24 e 25 DE OUTUBRO: ENEM

enem 300x200 24 e 25 DE OUTUBRO: ENEM

O ENEM é o maior vestibular do País.

Olá.

Quase 8 milhões de estudantes se inscreveram no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Esse exame foi criado em 1998, no governo de Fernando Henrique Cardoso, para avaliar os conhecimentos adquiridos pelos alunos do Ensino Médio brasileiro. Expandiu-se e virou prova de vestibular. Hoje, é a principal porta de acesso às universidades públicas federais e importantes universidades particulares.

Alguma observações sobre o ENEM:

- será realizado em dois dias, 24/10 (Ciências Humanas e suas Tecnologias e Ciências Naturais e suas Tecnologias) e 25/10 (Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, além de Matemática e suas Tecnologias);

- as questões costumam ser muito bem elaboradas pelo INEP, sem pegadinhas e sem complexidades. O ENEM é mais fácil do que a FUVEST;

- as questões podem ser classificadas em fáceis, médias e difíceis. As difíceis têm maior valor. É o chamado sistema TRI (Teoria da Resposta ao Item) que visa a evitar chutes. Não se espante se a nota que você tirar numa prova for diferente do número de questões que você acertou;

- para se preparar nos poucos dias restantes: resolva as três últimas provas do ENEM. Estude os assuntos das questões que não conseguir resolver. Leia diariamente nos jornais as principais ocorrências nacionais e internacionais. Veja os jornais da TV. Veja os temas de Redação de provas anteriores;

- você já resolveu muitas provas na sua vida de estudante. Se ainda não tem um método próprio de resolução, adote o Pega Varetas:

Numa primeira leitura, a meta será resolver as questões que são fáceis para você. Respire profundamente 10 vezes e leia a primeira questão, reflita sobre ela e resolva-a se for fácil para você, e passe para a segunda. Se for de dificuldade média e não conseguir engrenar o raciocínio, faça uma marca ao redor do número da questão e passe para a terceira. Se for difícil, faça nova marca e passe para a quarta e assim por diante, até a última questão. O seu cérebro permanecerá trabalhando nas questões marcadas. Numa segunda leitura, tente resolver as questões marcadas, consideradas por você de dificuldade média ou difíceis. Na terceira leitura, tente resolver as que restaram, as difíceis, procurando de forma inteligente cercar a alternativa correta quando possível. É como se fosse aquele joguinho, o Pega-Varetas.

a. De início, pegam-se as varetas soltas, as mais fáceis ( Primeira Leitura);

b. A seguir, as varetas apoiadas, de dificuldade média (Segunda Leitura);

c. Finalmente, as varetas bem presas lá no fundo, as difíceis (Terceira Leitura).

O vestibular é mais uma competição na vida de um estudante. Haverá muitas outras. No fundo, o estudante não está competindo com ninguém, a não ser consigo mesmo.

Boa prova.

Abraço.

 

 

ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS

ADM 300x225 ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS

Administração é a carreira mais procurada do Brasil.

Olá.

Cerca de 7 milhões de brasileiros são estudantes universitários (cursos presenciais e de ensino à distância). Aproximadamente 12% desses estudantes frequentam cursos de Administração. É a carreira mais procurada no país com alta empregabilidade e muitas áreas de atuação.

Os alunos do Ensino Médio podem ser classificados em grupos, conforme finalidade por disciplina ou profissão:

- Grupo I: Exatas

São estudantes que têm afinidade por Matemática, Física e Química. Serão engenheiros, pesquisadores ou professores de uma dessas disciplinas.

- Grupo II: Humanas

Não gostam de Matemática, Física, Química e Biologia. Têm afinidade por Sociologia, Filosofia, Português e História. Serão pesquisadores, advogados ou professores de uma dessas disciplinas.

- Grupo III: Área Médica

Querem ser médicos, veterinários, pesquisadores ou professores, inclusive de Biologia. Têm que estudar muito Biologia, Química e Física.

- Grupo IV: Mixto de Exatas e Humanas

Aqui estão os candidatos de Administração. Aceitam bem a Matemática (Física e Química não). Gostam de Sociologia, Filosofia e História. Este grupo, como se viu, tem o maior número de estudantes e contempla também os economistas.

O Administrador de empresas tem um leque enorme de possibilidades de atuação no mercado de trabalho: Finanças, Marketing, Produção, direção e gerenciamento em diversas áreas de empresas públicas e privadas. Muitos administradores preferem trabalhar por conta própria, empreendendo, abrindo o seu negócio.

Há bons cursos de Administração em São Paulo. Entre eles: USP, FGV, INSPER, ESPM, PUC-SP, Mackenzie...

Abraço.

RELATÓRIO DO ENEM 2014

enem 300x200 RELATÓRIO DO ENEM 2014

Os alunos de classe sócio-econômica elevada tiveram nota mais alta.

Olá.

O instituto Nacional de Pesquisas Educacionais (INEP) publicou os resultados por escola dos alunos que realizaram o ENEM 2014.

Os dados fornecidos indicam a média de cada escola em função do desempenho de seus alunos que fizeram o exame. Fornecem também informações sobre o nível sócio - econômico das escolas, número de alunos e porcentual de alunos que fizeram todo o ensino médio na mesma escola.

Para fazer parte do ranking as escolas tiveram que atender a duas condições: pelo menos dez alunos deveriam ter participado da prova e esse número deveria ser 50% do número de alunos matriculados na escola.

Foram feitas duas classificações: escolas com menos de 90 participantes (primeiro lugar- Objetivo Integrado – São Paulo – 42 alunos) e escolas com mais de 90 alunos participantes ( primeiro lugar- Móbile SP- 120 alunos).

As escolas particulares têm nota 14% maior do que as públicas. Das cem melhores escolas do País, 29 são de São Paulo. As escolas técnicas são as melhores entre as públicas. A melhor escola da rede pública de São Paulo, excluindo as técnicas é a escola Professor Eduardo Velho Filho, de Bauru ( 457 lugar). É escola de tempo integral. Os alunos de condição sócio – econômica elevada têm nota maior.

Senhores pais, a classificação no ranking do ENEM é apenas um dado para escolher escola para seus filhos. Deve ser utilizado com muito cuidado. Outros dados: conversa com alunos e professores da escola, com o coordenador, porcentagem de aprovação, muito ou pouco exigente em relação à participação dos alunos.

É preciso encontrar uma escola que se ajuste ao perfil de seus filhos. Ele é estudioso ou não? Se não for, estará disposto a ser?

Abraço.