26 fev as 18h19

marina silva nova destaque Meu nome é Beppe Grillo, mas podem me chamar de Marina Silva

Três anos atrás, ele criou um “não partido” sem nome de partido e sem sede física.

O estatuto está na internet e toda a mobilização se faz pelas redes sociais (Twitter, Facebook, YouTube, blogs) ou então por comícios em praça pública com gritaria e plateia dignas de concerto de rock.

É a utopia da “democracia direta” – que ele, no entanto, prefere chamar de “democracia horizontal”.

Repúdio radical aos políticos e, por extensão, às instituições políticas.

Desprezo total pelas negociações e as alianças entre partidos.

Resultado: 25,5% dos votos nas eleições parlamentares da Itália de domingo. O partido não partido com maior votação de norte a sul do País.

Beppe Grillo e seu Movimento 5 estrelas são o que Marina Silva adoraria ser.

Ela também prefere chamar seu partido de Rede – Rede Sustentabilidade. A webmobilização já vem aí subentedida. A mídia digital prevalecendo sobre as mídias tradicionais (inclusive a televisão).

Os políticos são desprezíveis, a política é um foco de corrupção. Nós somos os puros, os inocentes, os bacaninhas – enfim, somos o futuro.

Mariana Silva está aí para praticar, à feição de um Beppe Grillo menos histriônico, a antipolítica.

A ironia é que a antipolítica é também um jeito de fazer política. A diluição do discurso ideológico, em Beppe Grillo assim como em Marina Silva (“nem de direita, nem de esquerda”), esconde uma postura ideológica. Dizem-se libertários. A história mostra que os libertários viram conservadores com enorme facilidade.

Maria Silva teve 20 milhões de votos no primeiro turno da eleição presidencial de 2012. Nitidamente o voto do contra da despolitizada geração da web.

Beppe Grillo, aquele que tem desprezo pelo Parlamento, elegeu 109 deputados (em 630) e 54 senadores (em 309).

Vai ser interessante acompanhar como os “antipolíticos” vão se comportar no olho do furacão da política. Seja ela a turma debochada de Beppe Grillo ou a brigada multicolorida da Marina Silva.

Veja mais:

+ R7 BANDA LARGA: provedor grátis!
+ Curta o R7 no Facebook

+ Siga o R7 no Twitter

+ Veja os destaques do dia

+ Todos os blogs do R7

 

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes
Comente

"Meu nome é Beppe Grillo, mas podem me chamar de Marina Silva"

26 de February de 2013 às 18:19 - Postado por fcdsantos

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.