18 fev as 15h33

 Bolsonaro é um tigre de papel

O deputado Jair Bolsonaro (Foto: Wilson Dias/16.12.2014/Agência Brasil)

Uma novidade e uma meia-novidade na pesquisa de intenções de voto para presidente feita pelo instituto MDA e divulgada esta semana pela Confederação Nacional do Transporte (CNT).

A meia novidade é que Lula lidera em todos os cenários – e continua crescendo. Quase 17% de menção espontânea é um dado mais espantoso até do que os mais de 30% que o ex-presidente tem quando os pesquisadores sugerem os nomes dos presidenciáveis.

Na barafunda chamada Brasil, Lula ainda é a lembrança de um tempo melhor: menos desemprego, mais consumo, mais esperança. Uma parte substancial do Brasil está com saudade daqueles tempos (o governo Michel Temer detém o recorde negativo de 10% de aprovação).

Infla também a candidatura Lula – e isso aparece na pesquisa – a percepção, pela maioria, de que ele está sendo perseguido pela mídia e pela Justiça. Vitimizar o Lula é ajudar a elegê-lo.

Portanto, para o juiz Sergio Moro, o procurador-geral e o Supremo Tribunal – que agem em sintonia –, trata-se de tomar logo a medida radical de impedir Lula de se candidatar, de torná-lo inelegível, ou vão acabar produzindo aquilo que menos querem.

A novidade da pesquisa atende pelo nome de Jair Bolsonaro. Chegou a segundo lugar nas intenções de voto, ali com uns 11% - empatado com a sumida Marina Silva e na frente do irritado Aécio Neves.

Ou seja, o comando do impeachment está pagando o preço de ter exacerbado o ódio. Se é para ser radical, intolerante, intransigente, para quer votar num Aécio se você tem à mão o capitão Bolsonaro?

Mas não se iludam; na hora do vamos ver, a direita, o bloco conservador, vai se alinhar a um candidato mais palatável, de apelo mais amplo (ainda que um discurso igualmente ou quase tão selvagem quanto o do Bolsonaro.

Bolsonaro não é Donald Trump. Ele não transita pelo big business, é uma relíquia da ditadura militar. Se é para derrotar “a jararaca” (palavra da advogada Janaína Paschoal) que seja um conservador mais perfumadinho, mais articulado, com trânsito junto ao “mercado”, ou seja, entre os senhores do dinheiro de São Paulo.

João Dória disse que ficaria quietinho na Prefeitura pelos próximos quatro anos. Vão ter de inventar outro Aprendiz.

http://r7.com/RAGG

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes
Comente

"Bolsonaro é um tigre de papel"

18 de February de 2017 às 15:33 - Postado por Odair Braz Junior

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.