15 mar as 11h35

O procurador-geral da República está vivendo as delícias da notoriedade.

É o personagem mais falado da semana, depois, talvez, do goleiro Bruno – este, de volta às canchas.

Rodrigo Janot aproveita o momento celebrity com aquele jeito bonachão, blasé, que apenas disfarça um ego tão volumoso quanto seu corpanzil.

Quem não se lembra daquele cartaz de autoelogio que ele empunhou, um dia, à saída do STF: “Janot, vc. é a esperança do Brasil!”?

Não chega a fazer selfie com fã em shopping-center, como fez o ministro Celso de Mello, mas Janot levita, como fazem hoje os figurões do Judiciário tupiniquim, a bordo das estrepitosas atenções midiáticas.

Janot valoriza o quanto pode a divulgação da tal lista das delações da Odebrecht – aquela que pode explodir o país.

A melhor hipótese é a de que está apenas fazendo um suspende marqueteiro que o faça aparecer como o justiceiro-mor, chefe da turma de Curitiba, o supremo herói da Lava Jato.

Afinal, está sonhando em quebrar a tradição e tentar se reeleger para o picadeiro, quer dizer, para o cargo mais uma vez, este ano. O holofote ajuda.

A pior hipótese seria a de suspeitar que Janot está procedendo a uma minuciosa triagem, de forma a extirpar dos escândalos os apaniguados da sua corriola.

É bom lembrar, aliás, que Janot é de Minas e conserva afetuosos laços com políticos de lá.

Triste é o país que tem como heróis justiceiros de toga e de distintivo.

Não existe no mundo civilizado uma única nação como a nossa que seja bombardeada no noticiário tão incessantemente com figurões do Judiciário, que conheça pelo nome os membros de sua Suprema Corte.

Janot é apenas um deles.

(Mineiro como eu, ele sabe que a expressão do título – soltar a franga – lá na nossa terra não é o que vocês estão pensando, não, seus maldosos)

http://r7.com/NwIj

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes
Comente

"Solta a franga, Janot"

15 de March de 2017 às 11:35 - Postado por Odair Braz Junior

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.