17 abr as 14h12

Emilio Odebrecht, o patriarca, ri enquanto faz sua delação. Debocha dos políticos – a quem trata como se fossem office boys de seus interesses comerciais – e ironiza a mídia – que, segundo ele, sempre soube de todas as maracutaias mas preferiu silenciar diante da grande jogatina do poder.

Tem razão, é verdade. O propinoduto vem de longe e nunca foi segredo para ninguém. A gula dos políticos era insaciável. A cumplicidade da mídia, imperdoável.

Aí vem o filhote, Marcelo, e liga o ventilador. Delata deus e o mundo com a serenidade de um campeão da virtude. Deve ter saído do interrogatório do juiz Moro e batido no peito, como um herói de caricatura: “Sou um patriota”.

Emilio Odebrecht e Marcelo Odebrecht são bandidos. Comandavam, eles sim, uma organização criminosa que visava benefícios próprios em troca de oferendas polpudas ao coletivo do mundo político (e, tenho certeza, embora esteja sendo encoberto, da esfera judiciária).

Trataram o Brasil como se fosse sua sesmaria, sem lei, sem ética. Desviaram, via superfaturamento, via emendas parlamentares, bilhões e bilhões que teriam sido aplicados em setores carentes do país.

Agora os Odebrecht estão sendo tratados como paladinos da moralidade pública. Felicíssimos no papel de delatores.

Já escrevi: logo, logo, estarão soltinhos da silva, livres para conceder selfies aos idiotas de plantão e até criar um fã clube, como aquele do goleiro Bruno.

http://r7.com/9TJh

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes
Comente

"Para não esquecer: os grandes bandidos são os Odebrecht"

17 de April de 2017 às 14:12 - Postado por Odair Braz Junior

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.