- Nirlando Beirão - http://noticias.r7.com/blogs/nirlando-beirao -

A França votou no bom senso

Postado por tccardoso em 26 de abril de 2017 às 13:54 em Sem categoria | Nenhum comentário

Parece até que Marine Le Pen é a protagonista da eleição presidencial na França. Só se fala nela – e os mais paranóicos insistem em compará-la, com alguma apreensão, ao fenômeno eleitoral Donald Trump.

Não é nada disso, gente. Marine Le Pen foi um fracasso no primeiro turno e será demnolida no ballotage de 7 de maio.

Ele teve pouco mais de 21% dos votos. Perdeu para Emmanuel Macron. Dois outros candidatos, François Fillon e Jean-Luc Mélenchon, tiveram pouco menos de 20%, estavam ali nos calcanhares de Le Pen.

A França não se deixou levar pela mensagem de ódio, frustração e ressentimento que o Front National representa. A França que vive e mexe sofre as consequências de um ataque que o radicalismo islâmico reivindica, como aquele massacre em Nice, teve cabeça fria para rejeitar o primarismo das reações vingativas.

Trump mostrou que metade dos Estados Unidos é alimentado a ódio, ressentimento, vingança, bravata, conversa fiada. Os Estados Unidos são um país politicamente primário, ignorante, inculto, cujo único projeto de país é sair por aí lançando bombas contra inimigos reais ou fictícios.

Na França, tal tipo de primarismo é francamente minoritário. A França preza os valores republicanos e os princípios civilizatórios.

Esqueçam a Le Pen. A França é muito maior do que o ódio e a intolerância.

  [1]
  [2]

Artigo impresso de Nirlando Beirão: http://noticias.r7.com/blogs/nirlando-beirao

Endereço do artigo: http://noticias.r7.com/blogs/nirlando-beirao/2017/04/26/a-franca-votou-no-bom-senso/

Endereços neste artigo:

[1]  : http://noticias.r7.com/blogs/nirlando-beirao http://noticias.r7.com/blogs/nirlando-beirao/2017/04/26/a-franca-votou-no-bom-senso//emailpopup

[2]  : http://noticias.r7.com/blogs/nirlando-beirao http://noticias.r7.com/blogs/nirlando-beirao/2017/04/26/a-franca-votou-no-bom-senso//print

© 2011 Nirlando Beirão. Todos direitos reservados.