10 ago as 13h56

 Sra. futura Procuradora Geral: precisava mentir?

Raquel Dodge é a nova procuradora geral da república (Foto: FramePhoto/Folhapress)

Michel Temer continua recebendo seus aliados na calada da noite e sem agenda prévia no Palácio do Jaburu.

Devem ser saborosos os canapés que ele serve. Na madrugada fria de Brasília talvez role até uma conhaque.

No domingo, Temer recebeu de novo Gilmar Mendes, ministro do STF encarregado de trancar os processos contra os aliados do governo.

Gilmar Mendes é um habitué da casa, um comensal de todas as horas. Alegou que foi discutir com Temer “a reforma política”.

No dia seguinte, o ministro saiu atirando feio no Procurador-Geral, Rodrigo Janot – que andou disparando suas flechas contra um presidente repetidamente acusado de corrupção e de obstrução da Justiça.

Fazendo eco à pauta ditada por Gilmar Mendes, o governo Temer levantou a suspeita de Janot junto ao STF, reclamando de que a perseguição que ele move não é de fundo ético, mas pessoal.

Mas entende pouco de ética o governo Temer. Na noite de terça, o inquilino do Jaburu convocou às escondidas a futura Procuradora-Geral, Raquel Dodge. Ela teria entrado e saído clandestinamente se não fosse o flagra dado pelas câmeras.

É interessante perceber a desenvoltura com que a Sra. Dodge se movimenta junto aos adversários de seu antecessor, Janot. Tudo bem, ela sabe o que faz. Fica, de todo modo, a impressão de que ela está aliada à operação palaciana de “estancar a sangria”. Ou seja, domesticar as investigações contra figurões do governo – Temer incluído.

O pior de tudo é que ela alegou que o encontro sorrateiro visava discutir o cerimonial da posse dela.

A julgar pelo tempo que dispensou ao tema, três horas, a posse da Procuradora-Geral vai ter mais pompa e circunstância do que a investidura do rei Luís XIV.

A sra. Dodge estreia na berlinda com uma mentira. Muito feio.

http://r7.com/tLs1

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes
Comente

"Sra. futura Procuradora-Geral: precisava mentir?"

10 de August de 2017 às 13:56 - Postado por tccardoso

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.