A greve geral que veio do atraso

passeata forca sindical 7 g 20110803 A greve geral que veio do atraso

Sou de um tempo, nem tão remoto, em que greve geral era convocada para derrubar (ou no mínimo desestabilizar) um governo. Pois no Brasil a política se apequenou a tal ponto que até o movimento sindical se tornou uma anedota. A paralisação desta quinta (11) vai entrar para a história provavelmente como a maior farsa já perpetrada em nome dos trabalhadores brasileiros.

Também houve um tempo em que ser simpatizante da CUT ou da Força Sindical era uma forma simples e singela de saber quem era grevista de verdade ou um verdadeiro pelego. Até assembleias em estádios o pessoal fazia. Era pra valer. Eu lembro.

Meu colega Ricardo Kotscho já desmascarou a patacoada sindical em seu blog: "Pegas de surpresa pelas manifestações de junho que mobilizaram milhões de pessoas em todo o país, CUT e Força Sindical agora tentam pegar uma carona no movimento, mas não se entendem nem sobre o que, afinal, as mobiliza neste momento, o que reivindicam e para quem".

O vexame só não vai ser pior do que a greve geral convocada por um coxinha do Facebook porque essa turma tem poder de mobilização suficiente para tornar a vida dos trabalhadores um inferno. Trens, metrô, ônibus, portos, rodovias, metalúrgicas, indústrias, comércios, escolas e outras atividades formais e regulamentadas devem "cruzar os braços", como se dizia antigamente. Nunca essa expressão me pareceu tão apropriada...

Pena que, ao final desse dia, continuaremos sem saber por que todo esse escarcéu. Eles não vão carregar nenhuma das bandeiras empunhadas pelos milhões que corajosamente ocuparam as ruas, semana atrás. Seus lemas, outrora legítimos, vão soar como slogans de programas do horário político obrigatório: vazios na forma e sem nenhuma emoção.

Se as passeatas espontâneas não tinham um "foco claro", como se tornou comum dizer, as aglomerações dos sindicalistas de carteirinha já nascem desfocadas. Seus líderes, nós sabemos, têm distintas colorações partidárias, mas todos eles fazem parte desse modelo de representação esgotado, apodrecido, corrupto e inútil. Eles não nos representam, mas aos seus interesses ancestrais, já superados por uma demanda ética que chacoalhou a Nação.

Caso insistam em suas palavras de ordem completamente extemporâneas, até mesmo alienadas do momento histórico, o Brasil vai virar motivo de chacota internacional, ao criar uma greve geral chapa branca, comandada pelo establishment e seus prepostos.

A vanguarda dessa greve geral não percebeu que está a reboque da população? Quem diria...

Veja mais:
+ R7 BANDA LARGA: provedor grátis!
+ Curta o R7 no Facebook
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

14 Comentários

"A greve geral que veio do atraso"

11 de July de 2013 às 00:20 - Postado por Juliana

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Comentários
  • willians bw ²
    - 11/07/2013 - 22:15

    E verdade porque tentar fazer esse ridiculo movimento depois da copa da confederacao????? por que hen???? Seria mais forte e teria mais apoio se luta-se contra os direitos do futebol em detrimento dos cidadaos como um todo!!!

    Responder
  • willians bw ²
    - 11/07/2013 - 16:51

    PARABENS É VERDADE E TAMBEM É UMA PENA , QUE ESSA MEDIOCRIDADE ESTEJA NIVELANDO ESSE PAIS

    Responder
  • Carlos
    - 11/07/2013 - 14:28

    Tem um bocado de babaca aqui dizendo que "os sindicatos não me representam", claro, não trabalham, portanto, não são sindicalizados... vivem da mesada do papai....

    Responder
  • Érika
    - 11/07/2013 - 14:06

    Tenho um pequeno restaurante e luto diariamente para mantê-lo aberto, apesar de tantos impostos e todo o escarcéu armado por sindicatos, que dentre tantos absurdos, pedem menos horas de trabalho e maior salário... E eu me pergunto COMO??? Sei que o trabalhador merece um salário digno, mas então que baixem também a carga tributária para as pequenas empresas, tão sacrificadas. O movimento da POPULAÇÃO é legítimo, mas isto que a CUT está promovendo sim, é uma baderna... Que já virou piada!

    Responder
  • Dona Florinda
    - 11/07/2013 - 13:26

    Perfeita leitura dos fatos. Estou próxima ao Paço Municipal de São Bernardo do Campo, onde estes sindicatos tem bastante força, e realmente o que se viu foi um mar de gente usando as camisetas vermelhas. Porém as 11:00 já vi o movimento se dispersando, indo para a Paulista, muita gente indo embora, transporte público e comércio funcionando normalmente. Ou seja, o efeito esperado de "parar o Brasil" foi muito aquém do esperado. Muita, mas muita gente mesmo não se sente representada por estes sindicatos.

    Responder
1 2 3
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com