cao2 Abrigo com 400 cães e gatos abandonados precisa de ajuda

Abrigo precisa de espaço para os bichos! E você pode ajudar (foto: Daniela Freitas Pio de Azevedo)

Os cãezinhos Max e Mello foram resgatados da rua por Sandra Guilarducci. O amor que ela nutria pelos dois foi a fonte que a levou a criar a Associação MaxMello de Amparo à Vida Animal, que mantém em Ibiúna, no interior de São Paulo, cerca de 400 cães e gatos.

Passados 12 anos, o sítio ficou pequeno. Para construir um novo abrigo em um terreno doado de 30.000 m2, em Piedade (SP) a MaxMello lançou uma campanha de crowdfunding. Para ajudar, acesse este link

"Pretendemos construir 50 canis, um gatil e toda a infra-estrutura para acolher animais que sofreram maus-tratos e merecem uma vida melhor”, diz Sandra. A campanha, que fica no ar até o dia 12 de outubro, mas arrecadou até agora apenas 1% do valor solicitado de R$ 950 mil. Todos podem ajudar: as doações começam em R$ 10.

Em 2014, a associação fez a campanha Faça um Carinho. A cachorrinha Pat, encontrada presa por correntes e desnutrida, foi levada para o Parque do Povo, na capital paulista, com o único objetivo de ganhar carinho dos frequentadores por um dia. Após a repercussão na mídia, muitos quiseram adotá-la.

“O objetivo da campanha, que era tocar o coração das pessoas e despertá-las para cuidar bem dos animais, foi totalmente atingido”, conta o publicitário Thiago Bocatto, sobrinho de Sandra e idealizador da ação.

Sandra conta que quase todos os dias abandonam bichos na sua porta. “A maioria foi vítima de agressões e chega com problemas de saúde. Cuidamos de todos e, sempre que possível, encaminhamos para a adoção, principalmente os filhotes”, completa ela, orgulhosa de ter cuidado de mais de mil bichos, ao longo desses 12 anos.

Já conhece nossas aventuras no Instagram? 

http://r7.com/xu54