ANDREA MIRAMONTES Fofos e heróis! Conheça o trabalho dos cães farejadores que vão trabalhar nas Olimpíadas

Diesel, o cão farejador herói da PF, ganhando o coração da humana foto insta @maguinhadog

Diesel, de quase 8 anos, é o campeão farejador de drogas no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. Ele faz parte dos cães da Polícia Federal e ajudou a apreender 700 quilos de cocaína no ano passado.

Com essa idade, o dog está prestes a se aposentar. Mas ainda é um dos sete cães que vão trabalhar nas Olimpíadas na caça a drogas e explosivos.

Eles não vão todos os dias para o aeroporto, mas revezam no trabalho. Moram no canil da PF, em Guarulhos. No dia a dia tomam sozinho pela manhã, brincam um pouco para correr atrás de bolinhas, treinam e têm tratador 12 horas por dia.

Para cães farejadores, a trabalho é uma brincadeira. O objetivo é achar a droga ou a bomba. Ao encontrar, sentam na frente do artefato e olham fixamente. Concluída a tarefa, é hora de ganhar um brinquedo.

Ao ver um dos agentes federais que cuidam dos cachorros, Adriano Gomes, os cães ficam malucos, assim como fazem com donos. Ele conta que o treinamento nunca é para deixar o cão bravo: "Lidamos com pessoas. Não são treinados para o ataque, são dóceis".

O treinamento começa ainda bebê, em Brasília. Com um ano e pouco, estão prontos para farejar a trabalho.

Neste ano, Diesel, o cão da foto, se aposenta, assim como mais dois amigos prestes a fazer 8 anos de idade. Quando param de trabalhar, são adotados, geralmente, por um agente federal que se apaixonou por eles.

Fomos até o local para conferir e fizemos um teste com Diesel. Clique aqui no insta @maguinhadog

Onça assassinada é mais um circo aos que exploram bichos para escravidão

Curte histórias emocionantes? Vire nosso amigo no Facebook!

Sigam-me os bons

http://r7.com/zvjz