caozinho cego 1 Golden retriever perde os olhos e precisa da sua ajuda

O golden Jatobá já tirou o curativo e logo logo estará pronto para seu novo lar

Jatobá vivia solto, sujo, revirando lixo pelas ruas de Cotia (SP). O ex-dono nunca se importou com a segurança dele.

Um dia, o cãozinho se distraiu e, em uma fração de segundos, perdeu a noção de tudo. Havia sido atropelado.

Foi arremessado em um monte de lixo, e, com a pancada, os olhinhos saltaram para fora. Jatobá ficou cego. A dor era imensa, e ele ficou lá uivando até o socorrerem.

As pessoas ficaram horrorizadas, exceto quem o atropelou, que fugiu covardemente.

Ele foi parar na clínica Gato Mia, da Dr Renata, teve convulsões, parada cardíaca e quase morreu. Operou e retirou os olhinhos. Dra. Renata não desistiu dele.

Também teve assistência da médica Kelly, do Canil Virtuous, que o hospedou e ajudou a passar pelos primeiros dias de cegueira.

Jatobá vai ter alta e não tem para onde ir. Seria muito injusto mandar um cão sobrevivente e sensível desses para um abrigo. Mais um para sofrer a solidão de não ter um lar.

Dogue alemão vira guia da irmã. Os dois foram abandonados...

Ele é assustadinho, dá trabalho por não saber ainda como ser cego e precisa de uma casa muito amorosa, além de um humano prá lá de especial. A pessoa vai sim ter que ser o guia deste menino, até ele aprender a se virar.

O pequenino falou com o blog.

— Por favor, me ajude. Não tenho como sobreviver sozinho, mas sei que não estou vivo por acaso, que em algum lugar deste mundo existe um lar que irá me acolher e me dará uma chance de ser muito feliz, mesmo como deficiente visual.

— Assim como existem humanos cegos que precisam de um cão-guia para viver, eu sou um cachorrinho cego que precisa de um humano-guia. Será que você pode ser meus olhos, minha luz, o amor da minha vida?

Jatobá tem dois anos, porte médio e pelos longos. Lindo e doce como todo golden consegue ser. Contatos para quem estiver disposto (MESMO) a cuidar 24 horas dessa lindeza: Iracema Nogueira Lima – pelo Facebook ou pelo (11) 99983-2180 / e Bárbara – Clínica Gato Mia – (11) 4614-7882 - das 9 às 17h30

A linda história chegou até o blog pelo amigo Tchaykas, que vive com a humana amada Ligia Braslauskas, chefe aqui no R7 e colunista de literatura.

No ano passado, contei outra história de um golden abandonado ceguinho, não perca! Veja mais fotos de Jatobá

Veja mais!

+ Labrador apaixona-se por menino com Síndrome de Down

+ Dogue alemão vira cão-guia de cachorra cega

+ Cachorra samoieda encontrada em carne viva ganha nova chance

 + Quer  xeretar o que rola na minha vida?

+ Curtiu o blog? Vire meu amigo no Facebook!

+ Espero você no Twitter

http://r7.com/D3Gv