golfinho morto Golfinho foi assassinado por turistas ou o cadáver foi festejado na praia?

Cadáver de golfinho tirado da água é festejado com selfies na Argentina (Foto: Fundação Vida Silvestre Argentina (AWF)

O golfinho largado morto na areia após turistas festejarem com selfies levantou uma polêmica medíocre. O animal já estava morto quando serviu para o circo humano?

A denúncia do assassinato foi feita inicialmente pela Fundação Vida Silvestre Argentina (AWF). E a notícia se espalhou por jornais pelo mundo, como Washington Post, CBS News e também em quase todos os veículos nacionais.

O golfinho Franciscan ou Plata é um dos menores do mundo, espécie muito sensível.

O franciscano, como outros golfinhos, não pode permanecer fora da água. O bicho tem uma pele muito grossa e gordurosa que fornece calor, e, na praia, rapidamente tem desidratação e morre.

De acordo com a ONG, foi exatamente o que aconteceu, saiu vivo, morreu e foi largado como lixo. Mas turistas no local resolveram dizer que não o mataram, que já estava morto.

Agora eu pergunto. Mesmo que estivesse morto. O cadáver deveria servir para as pessoas festejarem com selfies? É isso que você faria com o corpo de um cão ou de um humano?

Em uma ignorância ímpar, o animal passa de mão em mão, com inúmeras fotos e vídeo que mostram as pessoas na praia "encantadas" com aquele "ser exótico". Todos, claro, registrando o momento para redes sociais.

Esse golfinho é uma espécie à beira da extinção, de acordo com a União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN).

O potencial de recuperação desta espécie é muito baixo.

Outra organização internacional, a Fundação World Marine, soltou comunicado nas redes dizendo não poder afirmar se o golfinho estava vivo.

Morto ou não, o animal jamais deveria ser espetáculo para a vaidade humana.

Golfinho é assassinado por turistas para fazer selfies

Baleias ficam loucas em parques, revela documentário

Elefante é acorrentado depois de matar turista que o explorava

Gata Marylin Monroe pode morar na sua casa

Curte histórias emocionantes? Vire nosso amigo no Facebook!

Um golfinho bebê morreu depois que as pessoas o tiraram do mar para fazer selfies.

Uma multidão se reuniu em torno do pequeno animal, em Santa Teresita, na Argentina, depois que um ignorante o tirou do mar.

O bebê foi repassado de mão em mão pelos banhistas até a morte. Depois, foi descartado na areia já morto.

O golfinho La Plata - também conhecido como o Franciscana - é encontrado nas costas da Argentina, Uruguai e Brasil.

A espécie é considerada "vulnerável" , pois há apenas cerca de 30 mil no mundo.

Abaixo, um vídeo mostra o animal no momento em que foi largado na areia.

Gata Marylin Monroe pode morar na sua casa

Curte histórias emocionantes? Vire nosso amigo no Facebook!

http://r7.com/lQXR